The Good Wife – 3x05/3x06/3x07/3x08

terça-feira, novembro 15, 2011





3x05 – Marthas And Catlins

Minha fonte habitual de críticas negativas contra a série, o caso da semana que normalmente é desinteressante,  se revelou um aspecto bastante positivo desse quinto episódio. Um caso que apenas seguiria a fórmula cansativa da série para lidar com os casos ganhou vida quando envolveram Colin Sweeney, um dos melhores personagens que a série já mostrou

É excelente como Colin parece estar sempre jogando com as pessoas pelo simples prazer de se divertir. Por exemplo, na primeira vez em que ele se reencontra com Alicia, ele pergunta se o depoimento vai ajudar a ela e ele faz questão de enfatizar que ele se importa em ajudar ela apenas pelo prazer de vê-la precisando dele, mesmo que ela diga não gostar dele, pois ele matou a esposa.

Outro aspecto interessante do episódio foi o plot da contratação da nova advogada da firma e a ironia do final, já que apesar de se sentir enganada ao ter recebido uma tarefa e ver que nunca teve um poder real de decisão e pela contratação de Catlin ter acontecido apenas pela proteção de seu tio, David Lee, Alicia acaba descobrindo que, nas palavras de Will, ela foi uma ‘Catlin’ e que só conseguiu o emprego na Lockhart/Gardner por que ele fez um acordo com David Lee para que isso acontecesse.

3x06 – Affairs Of State

Diferente do quinto episódio, o caso da semana volta a ter pouco atrativo, exceto, talvez, pelas ligações políticas e diplomáticas do caso. O desenvolvimento de Caitlin nesse episódio foi inesperado. Ela podia ser tratada como a advogada protegida pelo tio e incompetente. Entretanto, embora sua falta de experiência fique clara, ela percebe detalhes sobre o caso que outros não veriam.

O melhor desse episódio é sem dúvida a trama de Eli e sua ex-esposa. Acho que até hoje não houve uma trama envolvendo Eli Gold que fosse ruim, e esse histórico se mantém. Nesse episódio o plot de Eli é especialmente bom não só pelas reações dele serem sempre engraçadas (‘Minha esposa dormiu com um Bin Laden?!’), mas por que esse episódio mostrou algo sobre o passado dele e um lado mais pessoal ao trazer sua ex-esposa

3x07 – Executive Order 13224

The Good Wife sempre consegue casos melhores quando os casos da semana tem alguma relação com o mundo real, algum subtexto político ou fazendo referência a algo que de fato aconteceu.  Todas as vezes que consegue escapara da rotina tribunal – investigação – plot twist – investigação – tribunal – plot twist – conclusão. Assim foi o caso do sétimo episódio, que faz uma crítica ao governo americano pelos absurdos cometidos usando como justificativa a luta contra o terrorismo.

Melhor ainda, a série não tenta fazer um discurso político contra as atitudes do governo, mas apresenta de certa forma um debate quando Will se opõe a Diane quando ela decide seguir com o caso, dizendo que ela esta lutando uma guerra que já acabou. É interessante pois a série raramente apresenta algum contraponto as convicções Democratas de Diane

Novamente Catlin se mostra útil, se revelando muito mais do que simplesmente a garota incompetente que apenas causaria problemas que imaginei que ela seria quando surgiu na série.

Dois plots que foram iniciados nesse episódio e que certamente causaram problemas no futuro são a investigação de Peter sobre a Lockhart/Gardener, graças a um antigo roubo de Will, e Diane finalmente suspeitando que Will e Alicia estão juntos. Uma das melhores tramas da série aconteceu quando os dois sócios se viraram um contra o outro – quando Bond se juntou a firma na temporada passada — e talvez isso volte acontecer quando Daiane souber do processo e imaginar que isso possa se tratar apenas de uma vingança de Peter contra Will.

3x08 – Here Comes Santa

Esse é um tipo de episódio que justifica os prêmios que Julianna Margulies ganha como melhor atriz. Falando muito pouco, se valendo apenas das expressões e de atitudes, como a preocupação com a filha, é possível ver o conflito interno de Alicia diante da necessidade de ajudar um estuprador para salvar seu cliente.

A partir do caso, o roteiro mostra uma discussão interessante no dialogo dos personagens sobre a validade da pena de morte como punição e as razões, ou a aparente falta delas, que levam uma pessoa a cometer crimes violentos. Dessa forma, o episódio contempla a possibilidade de que algumas pessoas simplesmente são más, sem nenhuma razão evidente.

Provavelmente é a primeira vez que direi isso e duvido que repita logo, mas nesse episódio, o caso da semana foi o grande destaque. Houve algum desenvolvimento na relação entre Kalinda e Cary, que aparentemente esta se tornando um triangulo amoroso envolvendo Dana. Existe um momento em particular em uma das cenas desse plot especifico que me chama atenção, quando Kalinda pergunta para Cary por que as pessoas sempre acreditam que ela deseja alguma coisa. A impressão é que ela parece se ressentir dessa imagem que ela criou para si mesma.

@hadrielsm

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. Eu acho que a Kalinda se aproximou do Cary para entrar na investigação sobre o Will. Ela disse ao Will: "Ask for my help"...

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que a Kalinda se aproximou do Cary para entrar na investigação sobre o Will. Ela disse ao Will: "Ask for my help"... [2]

    Adorei o Here Comes Santa!

    ResponderExcluir
  3. Olha, se a Kalinda usar o Carry pra ajudar o Will, nunca irei perdoá-la...

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe