Life's Too Short 1X06/07: Episode #1.6/Episode #1.7 (Season Finale)

sexta-feira, dezembro 30, 2011


A vida é curta e a temporada de Life’s Too Short menor ainda. Nesses sete episódios dessa primeira temporada nos deliciamos com todas essas "Poker Face" envoltas por uma qualidade de piadas tão baixas que não veremos em nenhum outro lugar.  Todas as piadas de pequenos frascos, seu braço não alcança, você não dá altura nos divertiram essa temporada e com certeza sentiremos saudades.


O sexto episódio já começa com toda a genialidade de Warwick preparando uma “Celebrity Party” para inaugurar o seu apartamento. Na preparação tudo foi excelente, desde a piada pronta do olho mágico, as sacadas dos diálogos com os personagens de Harry Potter, a piada com Rupert,  até a escada na porta, tudo de uma genialidade sem par.

Porém novamente quem roubou a cena foi ela a musa de Life’s Too Short, que faz de suas aparições na série épicas, e a nós rimos descontroladamente. O que foi Cheryl e a cena da máquina? Tudo começou com o ótimo diálogo da instalação da máquina, as Poker Faces de Warwick... Mas a coisa só agitou mesmo quando Cheryl chegou e fez o que sempre faz... Apenas tenta ajudar! Warwick que é pouco evoluído pra entender toda a sensibilidade e singeleza dessa personagem crocante que serve salgadinho as pessoas apenas depois de deixar seus germes neles.


A celebridade do episódio foi Cat Deeley apresentadora do So You think You can dance, contratada por Warwick para multifunções, fazer a aparição famosa da noite, servir de analista para os convidados da festa, servir de acompanhante para o anfitrião, limpar a casa depois da festa e claro, ceder seus ouvidos para as cantadas de Eric, que sinceramente se superou nessa reta final. O personagem estava muito engraçado no episódio, a cena da briga pelos papeis do divórcio no início, dos comentários sobre como ele iria se matar, as cantadas em Deeley, simplesmente perfeito!

Foi um ótimo episódio, e para nós que sempre achamos que Life’s Too Short não galgará novos níveis de vergonha alheia fomos presenteados com a linda cena de Deeley desmascarando Warwick, e ele com a mesma cara de pau de sempre encerrando os trabalhos do dia e mandando todos embora... Não sei como ele consegue...




Pelo fim do episódio 6 já percebíamos que as coisas não andavam bem para o lado de Warwick, e que mais um pouco tudo podia desandar. Warwick foi duramente golpeado no bolso e ganhou uma dívida de 250 mil nas papeladas de divórcio. Mas para contrabalancear com todo o clima de tristeza do episódio tivemos a presença de Sting e toda a sutileza de Ricky e Stephen ao explicarem por que fazem ou não fazem caridade.

Abalado pela falta de grana Warwick vai atras de seus padrinhos para uma doação, e doação vai caridade vem, Ricky citou uma festa beneficente que logo saltou aos olhos de Warwick, que logo é surpreendido pela quantia de 300 libras apenas para entrar na festa. É muito engraçado ver toda a saga de Warwick atrás de dinheiro e como o personagem se dá mal exatamente pelo seu olho grande... O ingresso, a adoção, o leilão tudo  muito divertido.

Mas boa parte da diversão ficou novamente por conta dos coadjuvantes Rosamund Hanson Steve Brody e os impagáveis Cheryl e Eric. Ele trollando o Warwick na mesa do divórcio, dando falsas esperanças quanto papelada e Warwick acreditando nele... Isso sem contar a reincidência no papo do suicídio... Impagável! E Cheryl?! Quando Warwick pediu pra ela ler a carta e ela começou a ler em voz baixa... Eu parei: "Não! Ela não está fazendo isso!". Isso somado a toda emotividade dela convidando Warwick para ficar na casa dela, foi tudo tão lindo que elegi Cheryl como a minha personagem preferida da série!



Mas sem dúvidas as camadas de vergonha alheia ficaram por conta do Warwick, que de tão vergonhosa que a situação ficou, esquecemos até da cena dele se gabando do jantar e tivemos que ter pena do pobre coitado. A cena do hall de entrada, da recepcionista só reconhecendo ele pelo cabeção no IMDb, da imprensa se recusando em tirar foto dele... Sinceramente não sabia aonde enfiar a cabeça pelo Warwick, sem imaginar que logo depois viria o leilão.

Não sei se a cena do leilão ganhou da Deelen desmascarando o Warwick no episódio 6, mas acredito que ficou bem no páreo. Sting FDP sacaneando o Warwick e a "Poker Face" dele foi impagável. E depois Warwick coletando dinheiro para ver se compensava sua perda, muito engraçado, mas nada que supere a sequência de Warwick xingando Sting e sendo expulso da festa segurado pelo cangote e fotografado por toda a impressa! Épic.

E quando nós achávamos que tudo estava acabado naquele clima de tristeza, a série, cretina como é, ainda nos presenteia com a cena de Warwick dormindo em uma gaveta... Um final para ninguém colocar defeito, porque nos menores espaços dormem os maiores talentos! (não podia faltar essa!) Até a próxima temporada!

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Ótima review! E na hora que o Sting diz que o Warwick ainda não tinha dado nenhum lance, e ele diz: "Sting me dedando? Você não é realmente da polícia, sabia disso?". Genial! E o Warwick querendo saber até quando a menina indiana vai viver, para poder parar de doar? Hahahahahaahhah!!!! Essa só se compara a do menino deficiente que não pegava modelos e tinha um papel escrito GAY num dos episódios anteriores. Impressionante como os caras fazem piadas que NINGUEM mais teria tanta classe contando. Warwick Davis é um grande ator! Hehehehehehe!!!

    ResponderExcluir
  2. ñ! o detalhe do the police foi épico! cretinice²²²

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe