Shameless 2X04/05: A Beautiful Mess / Father's Day

terça-feira, fevereiro 07, 2012


Nessas duas últimas semanas tivemos provas concretas do que esperamos e do que não esperamos em Shameless. Semana passada tivemos o que podemos considerar como o episódio mais fraco de toda a série, porém Paul Abbott voltou esta semana e se redimiu com um episódio suculento, cheio de "plot twist" e novamente se superando nos níveis de canastrice... Acho que boa parte dos erros e dos acertos deveu-se à um 2X04 totalmente focado em Fiona e Frank e um 2X05 mais homogêneo, o que divide o peso e não deixa nenhuma história repassada demais e chata. Para não passar metade do texto falando como odiei "A Beautiful Mess" e a outra como adorei "Father's Day", resolvi juntar tudo e dividir por temas.

Começamos com Frank que depois dos níveis de cretinice atingidos por ele em "I'll Light a Candle for You Everyday", o pobre não tinha como fazer mais nada a não ser contar com a sorte... E cá entre nós... que sorte! Acho que só mesmo esses roteiristas que tem essa liberdade de pesar a mão e brincar com o roteiro fazendo essas coisas "no sense", só eles mesmo conseguem ser felizes... vide Ryan Murphy e Kevin Williamson. Depois de passar um episódio inteiro na maior barra ralando para fazer Sheila feliz e se tornar uma pessoa mais útil, nem nos quarenta e cinco do segundo tempo Frank não poderia imaginar que o universo, ou o roteiro, conspirava tanto à seu favor... e #BOOM somos presenteados com uma roda de avião caindo na frente da pobre coitada da Sheila devolvendo todo o seu trauma... Cenas absurdas como essa te garanto que você só vê aqui mesmo em Shameless.



E como se não bastasse nesse episódio foi salvo pelo gongo em toda a história do abuso de menores... Taí uma personagem que nunca vou entender é Karen, totalmente "Fucked Up" essa garota. Podendo dar um belo de um pé na bunda em Frank e terminar de vez com a alegria do sujeito ela opta pelo caminho mais fácil e cômodo. Tenho também que confessar aqui que a volta das cenas de perseguição ao Frank, aquela coisa dele se escondendo da polícia, foi tudo de bom... A cretinice de Frank nunca envelhece. A cena dele conversando com Lip sobre como ser um pai então... Acho que me mijei de tanto rir!

Por falar em Lip, ele passa por uma tremenda barra. O desprezo da menina Karen, à suspeita de um Lipizinho vindo por aí, ser privado de seus direitos de pai de feto, sofrendo assédio de menores, acusado de ladrão de sonhos e realizações pelo irmão... Tudo isso e mais um pouco levaram o rapaz a partir das drogas e álcool para um lugar mais "dark": à autodepreciação e ao sadomasoquismo, estimulando estranhos para darem porrada nele... E você achando que sua vida ou à daquele personagem de Skins era ruim... Já com Ian a vida nunca foi tão parada. A cada episódio que passa o personagem perde mais e mais sua relevância na série e agora já teve até o seu plot da temporada roubado pelo seu irmão! #BOOM Se é para deixar o menino sem história tira logo da série... Manda pro afesganistão e mata de uma vez!



Por falar em personagens inúteis, daqui a pouco Verônica e Kevin farão uma greve protestando por melhores plots e mais relevância na série. É incrível como o casal não consegue emplacar nada... a compra do bar, o dia no asilo, o plot do "Eu não sei ler" que era pra ser uma barra mas "I couldn't care less"... Até a filha adotiva que entrou depois que eles na série está saindo na dianteira e se mostrando mais importante que o casal. A forma como essa menina fala as coisas tão naturalmente da comunidade mórmon me faz rir descontroladamente, e querendo ou não é um pedacinho debochado de Big Love que ganhamos á cada episódio de Shameless. Ethel agora já tem até um par romântico bad ass que em uma ligação consegue fazer titios mórmons pedófilos serem mortos na cadeia.

Enquanto isso no núcleo kids, a cada episódio que passa me divirto mais e mais com Debbie, que essa temporada passou de criança fofa à adolescente neurótica na puberdade, loca do cú para perder o BV com o primeiro marginal que encontrasse pela frente... E claro, não podia ser ninguém menos que algum amigo de Carl, que a cada dia que passa vem desenvolvendo sintomas mais fortes de distúrbios sociais e mentais... E com esse novo amiguinho o caminho da FEBEM só fica mais perto.


Por último falemos de Fiona que no episódio passado enfrentou a barra da sua vida. Após foder com o marido alheio, Fiona se viu perseguida por uma esposa loca para enfiar o bastão na puta que deu para ele. E foi muito divertido ver os momentos de Fiona fugindo e se escondendo, e a hora em que ela se enfia de baixo da mesa na casa de Sheila, e Frank entra também para compartilhar seu momento de derrota... Sério! Foi épico! Frank, aquele ser debochado, trollando sua filha "responsável", como se fala-se: bem vinda a merda! Agora estamos todos na mesma, sem Julgamentos.

Toda essa situação cômica serviu para a personagem ter aquela crise no fim do episódio e ligar para Steve e apenas pelo tom da voz dela no telefone, ele já percebeu que ela precisava e sentia falta dele. Em "Father's Day" Fiona teve pouco espaço, o que, ao meu ver, foi bom para descançarmos um pouco, e no fim do episódio eis que surge ninguém mais ninguém menos que Steve. Mesmo sem muita aproximação, a química entre o casal foi incrível e já valeu por todo o episódio.

Agora sim sinto que Shameless vai engatar novamente. Que venha uma ótima segunda metade de temporada.

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. Jairo, sei que o espaço é seu e vc escreve o que quiser, mas achar que o epi 2x4 foi fraco... O que vc espera dessa série afinal de contas, por que vc acha que cada personagem ter que ter um plot incrível e que quando isso não ocorre, o personagem merece sumir da série. Totalmente infantil a sua colocação. A série antes de tudo tem que ser coesa, coerente e consistente e Shameless atende totalmente esses requisitos. Mas o que mais desgostei do seu review é que parece texto de adolecente que geralmente quando tem poucas palavras em seu vocabulário, enche o texto de palavrões. Não sou puritana e falo palavrões ocasionalmente, mas vc realmente abusou.

    ResponderExcluir
  2. hahaha a parte do Ian foi uma brincadeirinha... sabia q os fãs do menino iam ficar revoltados...

    Já quanto a parte de todos aparecerem na mesma proporção, para a série não ficar arrastada e cansativa como o 2X04, continuo afirmando... Por que o que espero da série é uma dinâmica rápida, com tramas muito bons, sem que nenhum deles fique cansativo demais... E sim! espero isso de todos os episódios... é uma série de tv paga, não sou obrigado a aceitar fillers!

    Quanto ao vocabulário... achei que fosse o perfil do site e da série, uma coisa mais brincalhona, mas se todos começarem a reclamar... prometo mudanças... afinal cheguei depois e devo me adequar aos leitores do site... Você é uma leitora assídua do Seriadores? Por que se sim, já deve ter se deparado com esse tipo de linguagem em algum lugar dele.

    ResponderExcluir
  3. Luci, eu também escrevo aqui e devo dizer, cada série se tem um padrão para se escrever, e nãoa cho que seria até certo, escrever Shameless sem palavrões, sendo que na série eles colocam um Fucking a cada palavra "What the fuck did you fucking do with this fucking day?

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe