Grey’s Anatomy 8x17: One Step Too Far

domingo, março 18, 2012


Depois de um grande hiato, Greys volta fazendo o que sabe fazer de melhor, nos emocionar (com Cristina Yang).
Que delícia de episódio. Todas as tramas foram boas e cumpriram muito bem o seu papel. Teve humor, teve emoção, teve tudo que adoramos na série. Cristina continua sendo o grande destaque e a gente não cansa de acompanhar esta mulher. Putz, o caso do cara que não queria desligar o aparelho do seu marido foi muito bom e rendeu ótimos momentos de Cristina com Emily. Ela sendo seca com um paciente sem se importar com o seu sofrimento é algo completamente batido, mas mesmo assim foi muito bom, principalmente por todo o discurso que convenceu o cara a tomar a decisão certa. E o final, hein? Cena muito boa com declaração de amor, sofrimento, discussão e a confissão de que Owen realmente a traiu, mas não com a enfermeira. Mas então com quem foi? Vou ser repetitivo e vou continuar a suplicar por um Emmy para Sandra Oh, os votantes tem que criar vergonha na cara e finalmente reconhecer esta atriz estupenda. Por outro lado, Summer Glau estava muito mal no episódio, nossa como ela é ruim e contracenar com Sandrão só fez ela parecer ser pior ainda.

A mãe do Avery xavecando o Chief sem parar foi ótimo e também rendeu um momento muito bonito. Foi bem triste ver o cara contando o problema de Adele e confessando que não sabe o que poderia fazer se fosse ao baile com a Dra. Avery. Acredito que em breve a Adele vai morrer e a mãe de Avery reaparecerá para cantar o Chief de novo. O lado ruim da história é perceber que a Bailey continua um saco. Shonda está destruindo uma personagem que era foda, só fazendo ela implicar e policiar as pessoas. Bailey merece dignidade.

A cagada de Lexie e Meredith foi foda. Que desespero ver a mulher tentando falar e não conseguindo, tudo por causa de um erro bobo, que parecia ser uma coisinha de nada mas ferrou com a paciente. Tadinha da Lexie, que não está acostumada com os ataques de Derek e ainda tem que conviver com o seu erro e com o efeito que ele teve na vida da paciente. Meredith voltando a trabalhar com Derek era uma verdadeira tragédia anunciada e não poderia acabar bem.

 A aproximação de Karev com a interna era bem óbvia, mas conseguiu divertir, principalmente, pela interação de Callie e Arizona. Acredito que finalmente Shonda Rhimes achou o lugar do casal lésbico na série, que parou de ter um destaque absurdo e tem agora participações pontuais. Callie é um personagem ótimo, adorei ela comparando a situação com uma metáfora de gatas assanhadas e gorilas. Meredith e Cristina dizendo que a história ia acabar assim como acabou com Rebecca foi bem engraçado, especialmente a Meredith pedindo para ele deixar a moça bem longe do seu sofá. Claro que vai rolar alguma coisa, mas não acredito que Karev e Morgan possa durar muito. A química entre eles é meio estranha. Por outro lado, a indiana combinou muito bem com o Avery e Shondinha já deu dicas sugerindo que a moça pode trabalhar no Seattle Grace no ano que vem.

O chato é que vai ter outro hiato, que saco. Episódio inédito só dia 5 de Abril. Logo agora que eu fiquei curioso para saber com quem que o Owen traiu a Cristina. Não consigo pensar em ninguém, mas acho que, apesar de meio absurdo por conta do histórico recente, seria legal se fosse com a Teddy, que poderia ter alguma relevância na série. Façam suas apostas.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Pior que eu também por um momento pensei na Teddy, mas ela estava com tanta raiva dele... Espero que a Christina não o perdoe, por mais que entenda que ele queria ter tido o filho acho que ele deveria ter ser separado de uma vez e não agir como um covarde.

    ResponderExcluir
  2. Também acho que a Cristina não deveria perdoá-lo, porém fico com muita dó porque né, quando que vai entrar outro Atendente pra ela casar com ele?
    Então tem q ser o IMBECIL do Owen msm...

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe