The Voice UK 1X01: Blind Auditions 1

domingo, abril 01, 2012


Welcome to The Voice! (But say that in a British Way!) ou "Você sabe cantar ou Não sabe?" Sr. Tom Jones

Bem vindos a versão britânica do reality musical mais quente do momento, e que exala qualidade por todos os poros! The Voice UK é simplesmente perfeito! Bem lapidado, cativante e com uma  trilha sonora de fazer a versão americana morrer de inveja. Com uma incrível edição, que sabe muito bem o que quer, The Voice UK vai muito além! E o que acaba se sobressaindo não são os jurados mas sim os competidores. 

O esquema é o mesmo que agente conhece e que tanto nos cativou na versão americana... O lindo blind audition está lá, daquele jeito perfeito que só ele. Apresentando não temos o mosca morta do Carlson mas sim dois apresentadores que pelo menos nesse primeiro episódio não federam nem cheiraram... E assim como no formato americano temos quatro jurados super famosos... Opa! Essa não colou! Sim! O nível dos jurados está bem inferior! Mas quem se importa?! Tem Sir. Tom Jones que coloca todo o time de jurados americanos no chinelo e sai andando...

Ok! Vou dar o meu braço à torcer e vamos aquele momento que todos pedem! Vamos as comparações! O Ser humano sente necessidade de julgar e fazer comparações... estamos aqui para isso! 


O time de jurados como eu já falei está bem mais fraco, e aquela apresentação de abertura prefiro não comentar. O grande nome mesmo é Tom Jones que tem uma puta carreira e vai atrair muitos britânicos para assistirem o reality. Para conquistar o público mais jovem temos o grande nome de Jessie J que, claro, não chega aos pés em nível de carreira com Xtina, mas acho que nem foi essa a intenção. Temos Will I Am que pode não agradar a todos com sua música mas sem dúvidas é um puta produtor se não melhor tão bom quanto Cee-lo. E temos Danny O'Donoghue... "Wait?! Danny who?" Sério véi?! O carinha do Script... puts! Não tinha ninguém mais relevante não? Miraram Adan Levine acertaram Danny O'Donoghue #FAIL.

A edição achei um pouco melhor, sem aqueles mimimis costumeiros da versão americana, sem muita repetição, muito mais ágil... Tanto é que tive a impressão que se apresentaram muito mais cantores em um programa do que na versão americana... Destaque também dado para o foco no que é relevante, poucos desclassificados foram mostrados no programa, e dois eram muito relevantes... O que mostra uma edição muito inteligente e esperta!

Agora... a qualidade da música e dos competidores... Não preciso nem comentar né?! Deu um banho na versão americana! Um banho! Sério! Só nesse primeiro programa ouvimos Elton John, Beatles, Gnarls Barkley e Stereophonics... Uau! Tivemos a cota pop também com Train, Coldplay, Adele e uma coisa que parece que vai ser muito corriqueira no show... Músicas da Jessie J! Além de serem boas músicas, ótimas para vocal, são atuais... Então já estou preparado para muito mais. E os competidores... Sinceridade... Que nível! Aplausos para a edição britânica! Está realmente muito bom de se ouvir o programa!

Sem mais delongas vamos aos candidatos!


A edição resolveu privilegiar por motivos óbvios as músicas da Jessie J, sendo assim a primeira a se apresentar foi Jessica Hammond, que tem uma linda voz, encorpada, alcança muitos agudos, e faz muita mágica na música que se bobear a Jessie J não faz. Ótima candidata! Todos os Coaches viraram, e quem se deu bem? Não tinha dúvidas que ela se identificaria com a sua mentora e com todo aquele papo que no fim do dia o que realmente vale apena é fazer música, bla, bla, bla! Jessie J e sua popularidade um, resto dos jurados zero!



Aí na sequência vímos o nível da cretinice da edição britânica, e por que sim! É mais esperta que a americana! Na boa véi... colocaram o cara do Five! Ele claramente se esforçando para cantar uma música do Coldplay e tudo que eu conseguia ouvir era "1, 2, 3, 4, Five will make you get down now!" #PassadoNegroCondena. Mas claramente o candidato estava muito aquém dos outros e não foi adiante.



Na sequência tivemos a participação especial da Adele... Opa! Não! É a versão masculina da cantora! Gordinho e cheio de estilo Samuel Buttery arrasou com sua versão de "Set Fire to the Rain" e ganhou a atenção de Tom Jones que aparentemente já traça um padrão para o seu time... Os candidatos mais excêntricos, e vozes de peso!



Tivemos também a graciosa Toni Warne, que sem dúvidas fez o mimimi mais pesado da edição! "Tenho alopecia, sou careca e mereço ganhar!" Já estava completamente exausto com toda a história quando ela de repente abre a boca! Putz! Uma das melhores apresentações da noite! A escolha da música assim como toda a sua passagem pelo programa foi apelativa... "Leave Rigth Now" é de Will Young vencedor da primeira edição do  Ídolos Britânico (e mundial), achei apelativo... Podia ficar só na história do não tenho pelos... Mas ó! vou te dizer que nada disso ofuscou a voz da mulher, e por motivos pessoais ela escolheu a  "unstoppable" Jessie J! Jessie J dois, coro zero.



Na sequência tivemos Aundreia Nyle, gordinha, exótica e feliz, que me ganhou só por cantar Gnarls Barkley. A cantora tem fortes problemas de entonação e respiração, mas por causa do seu excêntrismo vocal foi escolhida por Sr. Tom Jones, que acho que realmente foi a melhor sentença para ela. Ele vai saber lapidar bem esse diamante bruto.



O fraco Adam Isaac veio na sequência e com todo o seu discurso de sou rodado sou de banda cantou a ótima "Maybe Tomorrow" e conquistou Will I Am e Tom Jones com seus falsetes. Claro que ele escolheu Tom Jones! Veja bem que o "Claro" não é meu, mas sim da edição do programa que fez questão de mostrar que Will I Am era o renegado do programa, perdendo toda vez que disputava com os outros jurados.



Agora meu amigo, prepare-se para Max Milner! Que sem dúvidas foi o melhor da noite, a cereja do bolo! Além de toda a historinha que foi com a namorada e que iam cantar separados, mimimi... O cara subiu ao palco e simplesmente resolveu fazer um medley! E não para por aí! Era de ninguém mais ninguém menos que Beatles com Eminem! WTF?! A cara que Will I Am fez quando ele mudou para "Lose Yourself" no meio de "Come Together" foi épica! E muito parecida com a minha diga-se de passagem! Poker Face! Como se não bastasse o cara ainda canta bem, tem carisma... Enfim! Muito bom! Só a escolha do jurado que não foi muito boa! Escolheu Danny por que era o que mais tinha em comum com ele, sendo que ali seria o que menos teria para contribuir com sua versatilidade. Mas foi bom, porque Danny já estava desesperado pedindo pros cantores virem para o seu time, cantando junto, gesticulando... Camadas de vergonha alheia... Max provavelmente será o finalista do cantor, que duvido muito que consiga algo melhor!



Na sequência assistimos Ben Kelly que veio com todo aquele discursinho  de sou pop no Youtube... Achei que seria uma merda... Aí o cara me sobe no palco e começa a e descaralhar com "Rocket Man"! Will I Am e Danny viraram na hora! Incrível! O cantor entregou uma puta performance, acredite, mesmo preso a um teclado... Olha! Potencial esse garoto hein! É sério... Cantar Sr. Elton John... Culhões!  Apesar de todos os coaches terem virado, Ben ficou com Jessie J, porque pelo que ele deu a entender na sua resposta "Girls should stay together" e pop também!




Aí depois de um breve hiatos e suspense, finalmente vimos a namorada de Max Milner, e pelamor! O que um tem de ótimo a outra tem de ruim. Primeiro que escolheu música da Hanna Montana (não merece meu respeito) e segundo que a menina não tinha nada na voz. Completamente sem graça, Cláudia foi sentar lá... No sofá de casa, chupando dedo e torcendo pelo namorado.



De desclassificado tivemos também o sem graça Phil Poole, que cantou Train, que já não é lá grandes coisas, e ainda não adicionou nenhuma personalidade a música. Logo, vazou!



E com toda aquele mimimi e a saga de Will I Am para conseguir o seu primeiro candidato, o final não poderia ter sido diferente. A canção privilegiada foi novamente uma de Jessie J, sendo que "Mamma Knows Best" tem muito mais potencial vocal, o que beneficiou J Marie que nos entregou uma grande performance com uma voz e um controle vocal de dar inveja a muitos. Para a tristeza de Jessie J a cantora, apesar de sua fã, foi responsável pela sua primeira derrota e foi para o time de Will I Am, que não terminou o dia no zero.

No fim da noite ficamos assim...

#TEAMJESSIE: 3 Candidatos... Jessica Hammond, Ben Kelly e Toni Warne (que tem nome de homem, é careca, mas é mulher) 
#TEAMJONES: 3 Candidatos... Samuel Buttery (Cosplay da Adele), Aundreia Nyle e Adam Isaac
#TEAMDANNY: 1 Candidato... Max Milner (A.K.A. O melhor da noite e segundo mais acessado no Youtube)
#TEAMWILL: 1 Candidato... J Marie

Ainda é muito cedo e todos são muito bons para apostar as fichas em alguém, vamos ver o que o segundo programa nos reserva... Até!

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. To adorando tbm mas não acho o nivel de qualidade dos participantes maior do que o dos USA, acho que ta pau a pau.To adorando os coaches Jessie J é uma fofa, o Danny so conheço por causa da Xenia, Sir Tom Jones nunca tinha ouvido falar e o Will quem nao conheçe não é?? De longe o mais famosos dali.
    Minha favorita por enquanto é Jessica que confirma a minha tese: as musicas da Jessie J ficam melhores na voz de outros cantores rsrsrsrs
    E pra finalizar parabéns pela review, espero q continue com elas até o fim do programa.

    ResponderExcluir
  2. tentarei manter uma regularidade... =D

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe