Girls 1X10: She Did (Season Finale)

sábado, junho 23, 2012


Save Your Strength, We're in it for the Long Haul...


Um final tão épico quanto mindfuck, por fazer tantos fãs chorarem e rirem, ao mesmo tempo que não entendiam nada, não podia fazer mais jus a essa série emocionalmente conturbada. Sério, quando saí desse episódio só conseguia pensar no quão incrível e provocativo é o roteiro de Lena Dunham. Num episódio em que me perdi em vários momentos, finalmente consegui entender Girls em uma panorama maior. Toda essa visceralidade dos personagens, e como que sem os mesmos perceberem ou tentarem mostrar isso, Lena nos leva ao âmago deles, e nos prova que são muito mais do que rótulos. Entendi também que os dois últimos episódios nada mais eram um alicerce para este incrível "Season Finale". E finalmente compreendi que jamais devo tentar catalogar os personagens de Girls novamente.

O casamento de Jessa, não foi o que mais me intrigou, mas sem dúvidas foi o ápice do mindfuck do episódio. Assim como todas as outras personagens ficamos em estado de choque ao saber do casamento da mesma, e ainda por cima com o cara do ménage. Mas a verdade é que não sabemos muita coisa sobre Jessa, e que muitas vezes ficamos limitados a ótica que Hannah possui da prima. É como se ela fosse aquele personagem mistificado, de quem nunca entendemos os porquês e as razões dos seus atos. Por isso que acredito que aquela conversa que ela teve com a Katherine tenha sido muito "clareadora" para todos nós, já que pressupôs na ótica da mesma quais são os motivos pelos quais Jessa vem postergando sua vida, e adiando o seu comprometimento com ela. Só sei que estou muito ancioso para Ver como Jessa irá lidar com esse seu novo capítulo. Seria finalmente a personagem encarando tudo de frente, ou seria mais uma enrolação para não lidar com as coisas que ela realmente quer da vida?


Quando falei que o que mais me intrigou no episódio não foi o casamento da Jessa, é porque tivemos uma Marnie muito, mais muito estranha durante todo o episódio, e sinceramente, não sei se gostei, se tenho críticas a fazer ou se é um mix de tudo isso. Todos sabem que Allison Williams é o grande "sex simbol" da série, e que se colocarem uma cena da mesma seduzindo com o bolo de casamento "Gonna Kill Us All". Porém tenho medo dessa abordagem dela como o personagem sedutor da série. Seria um investimento muito raso no mesmo. Porém pode ser muito mais do que isso, a personagem pode sim estar passando por esse seu grande período transitório e de libertação de si mesma, deixando fluir um pouco mais... Enfim, sei que o que vimos no episódio foi uma Marnie em uma insustentável leveza, mais leviana do que nunca, mas que ao mesmo tempo teme e dá umas travadas, não perdendo características essências da personagem. Das garotas, ela foi sim a que ficou com o final mais aberto, e tenho muitas expectativas em relação a mesma, espero me surpreender bastante com Marnie na próxima temporada.

E agora sim, o assunto em que dez entre dez fãs de Girls comentam... Shoshanna e Ray. Como não amar? Como que em uma série carregada de drama, eles conseguem sempre ser o destaque e responsáveis pelos momentos mais hilários e frases mais marcantes da mesma? Se os episódios oito e nove tiveram quase nada dos personagens, esta último foi repleto deles. As noias de Shoshanna estavam a flor da pele, e Ray estava mais ácido do que nunca. E é muito fofo ver que apesar de toda a sua vibe Grinch, ele se derrete e vira um menininho tímido perto de Shoshanna. Isso tudo muito pelo fato de, apesar de Shoshanna e muitos de nós ainda não conseguirmos enxergar, ela é sim uma grande mulher. Como Ray disse, ela é nua e crua, não esconde os seus sentimentos e pensamentos, não guarda dúvidas para sí... Está se descobrindo sim, e faz questão de dizer ao mundo suas dúvidas e paranóias, por mais ridículas e vergonhosas que sejam. Shoshanna não evita ser a si mesma, e acho que é isso que encanta Ray.

 

 

Depois dessa cena fofa entre os dois, fica abaixo um gráfico da "Likability" dos personagens masculinos de Girls e como que Ray foi de nada ao melhor personagem da série... A cena do sexo então, além de muito divertida, foi de querer apertar a bochecha dos dois.


E claro que também teve "lots of Hannah". Ao contrário das outras personagens que temos que ir descobrindo ao longo do tempo, Lena faz questão de colocar uma Hannah muito transparente para o público da série. E apesar das pessoas mais novas em sua vida não conhecerem ainda os seus famosos joguinhos, logo logo começam a entender as artimanhas da mesma. E foi por esse processo que Adam passou nesse episódio. Finalmente o rapaz entendeu que Hannah não era aquela menininha indefesa que ficou se fazendo só para conseguir a total atenção do rapaz, mas que sim era uma puta egoísta que só aceita as coisas na sua vida dentro de seus termos. Acho que Hannah vai de mal a pior, as características escrotas da personagem que achava divertidas no começo da série já começam a me preocupar. Ela está conseguindo afastar as pessoas mais relevantes na sua vida e vai mudando de ciclos de amizade, relacionamentos, porque nunca está satisfeita com nada, nada é o suficiente para ela... Pois não está satisfeita consigo mesma!

Girls entra agora em hiatus, e vai deixar saudades. Tenho a dizer que a HBO conseguiu preencher em alto nível a lacuna deixada por How to Make it in America, e o resultado não poderia ter sido mais satisfatório. Uma série com ótimos temas a serem discutidos, que ao mesmo tempo é divertida e agradável de se ver, muito bem aceita pela crítica e pelos fãs. Lena DunhamJudd Apatow estão de parabéns e tem a minha gratidão eterna por produzirem essa delicinha! Até a próxima temporada folks!


Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Girls só preenche a lacuna de How to Make, com relação a NY como pano de fundo né?
    Mas isso não é uma crítica, afinal, Girls é DELICIOSA! É uma série incrível com um roteiro muito bom, além é claro do elenco.
    Estou adorando, sem contar que ela me lembra um pouco Skins...
    Enfim, ansiosa para o retorno õ/

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe