Weeds 8x01: Messy

segunda-feira, julho 02, 2012


Weeds voltou para sua última temporada e lembrou de ter graça.

O material promocional tentou disfarçar, mas o tiro foi mesmo para a Nancy que obviamente não morreu ainda que baleada na cabeça. Aparentemente a bala acertou primeiro a taça de vidro que ela segurava e isso desacelerou ou mudou a direção do projétil ou tanto faz. O negócio é que agora Nancy está em coma induzido, mas passa bem, afinal a temporada mal começou e mais chances de ser assassinada irão aparecer até seu desfecho.

Depois de uma temporada cheia de reviravoltas mirabolantes e sem-graça, Jenji Kohan lembrou que Weeds é também uma comédia e, investindo nisso, conseguiu construir um episódio muito bom. Teve a gêmea-rastafári postando na internet uma foto de Nancy sangrando, o peso vaginal para a reconstrução da região pélvica da Jill, a diretora do hospital cobrando dinheiro da família dos pacientes e Doug sendo Doug, aproveitando que Nancy está desacordada para dar uma bolinada de leve nela.

Só tirando um cisco.

Acho que só a parte dos vizinhos idosos reclamando do barulho e dos policiais cagando com a cena do crime não funcionaram tão bem, mas talvez seja porque isso aconteceu logo após a apresentação da nova abertura que nada mais é do que a música tema original com um resumo das temporadas anteriores em uma animação meio fuleira. Se bem que, pensando melhor, acho que não gostei da abertura porque comecei o episódio achando que tudo ia ser no nível de chatice da sétima temporada.

Teve também a cota ET do episódio com Andy conversando com o rabino (que foi meio engraçado também) e Jill em uma raríssima demonstração de afeto para com Nancy (que culminou numa cena de sexo com Andy na presença da irmã em coma, hahaha). Aliás, Justin Kirk e Jennifer Jason Leigh merecem ser muito bem aproveitados nessa temporada já que quando acabar, Kirk vai protagonizar uma série House meets Ace Ventura que já nasceu cancelada e Leigh voltará para o limbo dos atores subestimados.

E o atirador afinal não foi Guillermo, nem Heylia, nem um DEA, nem a ex-namorada de Silas, nem os mexicanos, nem os armênios, nem... Será que alguém apostava em Tim Scottson, o filho do segundo marido de Nancy, Peter? Provavelmente ele é mais lembrado por ter feito Pequenos Espiões do que pela sua participação em Weeds, mas ele estava lá na primeira temporada e depois quando ficou órfão de pai. Eis o assassino, eis o motivo. Agora é torcer por um desenvolvimento com menos valor de choque e mais dignidade.

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Dei algumas risadas, confesso. A última temporada foi bem ruinzinha não estava esperando nada de mais.... então até achei bom!

    Ri com a Nancy na ambulância, com os filhos comendo em cima dela, com o Doug claro....
    Saldo positivo.....

    Ah! Gostei da abertura..... ficou bom vai! Não vamos exigir mto tb..... gosto da musiquinha original com aquela vozinha irritante q fica dias na nossa cabeça e os desenhos das temporadas passadas foi ótimo pra relembrar tudo...... afinal faz tempo e nem lembrava mais o que tinha rolado ultimamente....

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe