Jane by Design: Season 1

sábado, agosto 04, 2012


Sabe quando você sente uma conexão com algo, mas deixa o momento passar?

Me senti assim quando vi a primeira imagem sobre a série, mas estava tão focada em outras obras e coisas diversas que resolvi nem dar muita bola. Só que, de repente, minha playlist ficou tão pobre que me lembrei de Jane e sua turma, então não pude acreditar que havia esnobado essa série tão cute!! Sim, meus amigos, a escolha acabou se revelando uma ótima ideia - ou uma péssima, se eu lembrar que era dia de semana e não conseguia parar de ver até altas horas ganhando um par de olheiras fator 60 na manhã seguinte!

O fato é: me apaixonei! Como não poderia se tudo é tão leve, divertido, fashion e cute? Feito sob medida para relaxar e curtir sem maiores preocupações, um oásis no caos da semana com direito a dicas muito úteis.

Estamos falando de uma leve mistura de comédia e drama do canal americano ABC Family. Criado por April Blair e estrelada por Erica Dasher, Nick Roux, David Clayton Rogers, India De Beaufort e Andie MacDowell, conta a história de Jane Quimby, uma adolescente confundida com uma profissional adulta e contratada por uma respeitada empresa de moda. Assim, ela tem que se dividir entre as aulas e o trabalho contando com a ajuda de seu melhor amigo Billy. Totalmente bobo e clichê ao melhor estilo Sessão da Tarde, segue usando e abusando de referências cinematográficas com muita propriedade e desenvoltura.

Confesso que meu lado fashion foi o primeiro a se animar. Jane é apaixonada por moda e costuma fazer seus próprios modelitos. Pretexto perfeito para seu amado emprego? Óbvious!! Mas serve também para que sejamos agraciados constantemente com um verdadeiro desfile de tendências e estilos. Tem para todos os gostos e nem sempre casa com o meu, mas alguns são realmente fantásticos e as dicas estão lá, basta saber aproveitar. Para provar, trago aqui dois exemplos encontrados já no pilot!!!



Neste primeiro, temos uma saia listrada, um bustiê floral e um cardigan preto clássico que ficam ótimos juntos ou separados. Detalhe para a saia, uma peça Vintage Dolce & Gabbana.





Que dizer então desse pretinho básico e necessário?! O broche chega para fechar o look com estilo!! Aqui nada está ao acaso, temos um vestido Black wooly knit by HaKaan, botas Cowhide Leopard High Stilettos by Cesare Paciotti e broche Vintage Rhinestone Spider Broach.

Mas não é só Jane quem apresenta looks inspiradíssimos. Entre os demais personagens, os figurinos que mais gosto de ver são de Índia Jourdain, sempre muito elegante e ousados, gritam PODER por onde ela passa. Confira e veja com quem você se identifica.

Consumismos à parte, cheguei apostando numa proposta semelhante à do filme “O Diabo Veste Prada” e não me desapontei! Dei logo de cara com uma bitch boss que só me deixou mais empolgada com suas missões mirabolantes. Além disso, mergulhamos em todo universo excitante, competitivo, traiçoeiro e criativo da moda.

Como nem tudo na vida é trabalho, a nossa adolescente tem um lado típico que se preocupa com as aulas e notas, se derrete pelo carinha mais cotado da escola, vive driblando o irmão e divide todos os instantes, alegrias e frustrações com seu BFF (Best Friend Forever). Esta parte teen encontra um bom ponto de equilíbrio com a outra, nos fornecendo ótimos momentos, especialmente romances e alívios cômicos muito divertidos. Podemos e iremos shippar loucamente os casais de nossa preferência e até ficar divididos com tanta fofurice no ar.

Com tempo ou sem tempo, a série ganhou um lugar garantido no meu coração e na minha listinha, assim, convido você a fazer uma maratona mui digna da primeira temporada (se ainda não viu) e acompanhar comigo tudo que rolar a partir daqui.

Atenção: Spoilers da primeira temporada abaixo!! Então, me acompanhe por sua conta e risco!

Jane é uma garota sortuda que tem como responsável um irmão super compreensivo e dedicado e, ao seu lado (praticamente agregado), um melhor amigo que está lá para o que der e vier, mas ela ainda suspira por um pouco de popularidade. Em poucos minutos você já está por dentro do drama da família Quimby, cheio de simpatia pelos irmãos (sem pais e sem grana) e torcendo por uma solução miraculosa (mesmo já imaginando qual seja).

Então o emprego cai no colo de Jane e a série realmente começa! Não me entenda mal, gosto bastante do núcleo teen, mas AMO mesmo é a parte em que ela se veste, age (ou tenta), corre e se relaciona como adulta.  É no trabalho que surgem as maiores intrigas, vitórias e desafios.

Quando estamos convencidos de que Gray é a grande vilã na figura da chefe-megaevil, eis que Índia entra em cena distribuindo gritos e insultos, tocando terror nos escravos funcionários da Donovan Decker (DD) e garante o troféu best bitch armando ciladas ao nível de Dick Vigarista para a mocinha. Não restam dúvidas de que a moça é incompreendida e veio para atrapalhar, mas é fato que não merecia ser demitida e acusada de traição. Tanto assim, que ela volta ainda mais bitch com um novo visual e o poder de fazer a própria Gray estremecer! A exemplo do que aconteceu com Erica e Julienne, em Being Erica, ainda acredito que tanto ódio tende a se converter numa amizade roxa e cheia de vantagens para ambas. O detalhe curioso sobre Índia é que a personagem tem o mesmo nome da intérprete.

O grande poder criativo da empresa é o Jeremy, com seu sotaque britânico e jeito de conquistador barato. O que começa como flerte ocasional se transforma numa amizade de mútua ajuda, por isso é mesmo chocante descobrir que ele era o grande traidor. No entanto, a convivência com Jane mudou o rapaz para melhor e não foi difícil sentir falta dele. Da mesma maneira que ela fez, perdôo e dou uma nova chance pra ele.

Sem Jeremy, temos um estilista mais novo na área. Convenhamos, nunca foi muito convincente a idéia de Jane e Jeremy juntos como casal. Por mais que Erica Dasher tenha seus 25 anos bem vividos, Jane Quinby é uma adolescente de 17 e eu não apostaria num romance com alguém do núcleo adulto até que ela completasse 18, no mínimo. Soava estranho o flerte com Jeremy, então veio Eli, bem mais novo e quando comecei a simpatizar com ele, Índia marcou outro gol! Pareceu gratuita tanta canalhice e imagino que essa confusão amorosa ainda vai render muito.

Quase surtei com o final da temporada e estou tecendo as mais loucas teorias sobre os caminhos que serão trilhados daqui em diante. A princípio achei que Jane seria descoberta por Gray, demitida, e uniria forças com Jeremy. No entanto, ela não foi exatamente desmascarada e ainda ficou em aberto um caminho bem diferente, em que o evento tenha proporcionado apenas o reconhecimento de seu talento e ela possa ocupar um novo posto criativo em oposição à Índia dentro da DD.

Na escola Jane vem deixando de ser mais uma na multidão. Suas experiências profissionais exigem cada vez mais espaço na agenda, atrapalhando as notas, os relacionamentos e vivências típicas de adolescente como baile, acampamento e festas. Por outro lado, umas viagens a negócio não fazem mal a ninguém, nem ser clicado com uma celebridade, menos ainda um cheque bônus de cinco mil dólares ou a satisfação de ver um trabalho seu aclamado nas passarelas. Assim, entre sacrifícios e vantagens, Jane aprende a fazer suas escolhas e aceitar as conseqüências.

Billy é a âncora que mantém Jane segura e confiante a cada instante desde os oito anos! Único a conhecer o segredo sobre a sua vida dupla, mais do que cúmplice ele é um parceiro que está lá quando ela precisa de uma carona, que ajuda a cumprir os compromissos, ouve as queixas e colabora com as soluções.

Por mais que nossa garota suspire por Nick ou que Billy esteja aos amassos com Lulu é praticamente instantânea a vontade de shippar J&B, Jilly para os íntimos. De cara nem tem como simpatizar com Lulu, que esconde nosso lindinho de todo mundo com medo e vergonha da reação de dad e os popfriends, mas não abre mão da pegação. Nick ainda consegue surpreender e demonstrar ser um cara legal até cansar de ficar em segundo plano e pisar na bola, situação recorrente quando os pares avulsos percebem que não existe lugar para eles na relação Jilly. Foi muito triste quando Jane percebeu que não estava lá para seu melhor amigo justo quando ele mais precisou, mas serviu para que abrisse um pouco os olhos e o valorizasse ainda mais. Se já não gostava de Lulu, gosto de Zoe menos ainda. Tá certo que ela estava na hora e lugares certos para conquistar o afeto de Billy, mas pegar no pé de Janinha justo quando ela percebe que está caidinha só poderia resultar nisso! O único problema em torcer pelo casal Jilly é o medo de perder a cumplicidade gostosa que essa amizade tem proporcionado.

Ben, o irmão mais velho, cresceu de forma significativa nos proporcionando muita diversão e cenas impagáveis! Para começar, consegue um emprego justamente na escola de Jane, dificultando ainda mais a vida dela e criando uma situação embaraçosa, especialmente quando resolve bancar o namorado apaixonado. Enquanto Jane assume responsabilidades, vemos adultos agindo como adolescentes influenciados não só pelo ambiente escolar, mas também pelos antigos laços e todo bullying envolvido.

Uma das surpresas da temporada foi o aparecimento da mãe de Jane. Não que não fosse esperada, mas veio mais cedo do que o previsto e não tinha qualquer relação com a Gray, como tudo parecia indicar. Recebi a dita cuja com a mesma desconfiança de Ben, mas confesso que ela conseguiu seu espaço na vida dos filhos e será bem recebida quando/se decidir voltar.

Por fim, é difícil falar sobre regularidade ou final de temporada, pois a ABC Family tem uma maneira própria de estruturar sua grade. Até esta summer, temos 18 episódios, de uma temporada excelente que foi exibida em duas etapas, sendo a primeira com 10 e a segunda com os 8 restantes. Não há confirmação de novos episódios, nem de cancelamento, mas estamos confiantes na continuidade uma vez que a produção foi uma das escolhidas pelo California Film Comission para receber créditos tributários distribuídos pelo governo da Califórnia.


Talvez Você Curta

4 comentários

  1. aaaaaamo Jane by design. Me apaixonei desde o primeiro episódio. Super recomendo!

    ResponderExcluir
  2. Sério que ela tem 25? Parece não. Então é por isso q o povo da Donovan Decker acredita que ela tem 26 kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Não parece mesmo! Também fiquei surpresa, Kelly!

    ResponderExcluir
  4. gente nao vai ter mais segunda temporada a serie foi cortada por nao dar muita audiência !!! deu muita raiva quando eu soube disso .. umas das melhores series que ja vi

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe