Glee 4x03: Makeover

domingo, setembro 30, 2012


Um episódio que começa com um solo do Blaine sempre é um episódio duvidoso.

Disse DUVIDOSO e não HORRÍVEL como vocês provavelmente devem ter pensado. Da mesma forma, confesso que preciso comentar sobre o grande elefante no quarto – a previsibilidade do acontecimento no final do episódio.

Rachel, depois de ficar se esfregando em Brody em toda cidade e na NYADA, aparentemente percebeu o que estava perdendo e finalmente aceitou: fazer comida para ele, ou pelo menos tentar, né.

Colocaram até a música do filme Bonequinha de Luxo na hora do encontro da Rachel com o Brody e adoro eles, Brody falando que só quer ser amigos e depois, já estão quase fornicando. Fiquei extremamente irritado porque a partir do momento que os dois finalmente ficaram juntos, a coisa mais óbvia a acontecer seria a volta de Finn.

Só espero que Rachel faça a escolha certa – Finn não tem mais espaço em sua nova vida. A própria disse, ‘estou gostando do novo eu’, ou seja, Brochel deve viver por bastante tempo.

Em Lima, porém, era outra previsiblidade: BLAINE. ‘Esse ano é meu ano para brilhar’ OI? Pensei que isso estava acontecendo em todos os anos anteriores. Até presidente de classe Blaine quer ser.

Sobre a eleição, previsível desde o início, se Blaine que está concorrendo, sabemos que Blaine que vai ganhar, afinal titia Murphy fez teste do sofá com Darren Criss e continua ganhando dele até hoje. Porém, se todos não tivessem votado no Blaine e no Sam depois dele ter tirado a roupa, não seria uma votação justa.

Vergonha alheira, porém, foi o número que Sam e Brittany fizeram juntos. Não dá pra levar a sério os dois personagens loiros e mais burros da série cantando uma coisa e tentando parecer sérios com aquelas roupas.

William não consegue achar novas ideias: provavelmente todas estão dentro daquele ninho que é o cabelo dele e ele simplesmente não consegue achá-las. Meio desespero se o plot do professor se tornando parte do painel se concretize, nunca pensei em Will Schuester fora do McKinley High.

Kurt realmente foi feito para New York. O povo é louco no Vouge, a chefe dele – que se chama Carrie, por motivos óbvios - não gosta de dizer não e agora tem receio em colocar em prática ideias loucas, isto é, até gravar aquele vídeo com Kurt e a Barbra Streisand em ascensão, Rachel Berry. Carrie ficou desabafando com Kurt, parecia que ela o contratou para ser o terapeuta dela, e não um interno.

Mas aparentemente, Rachel possui só uma aula em NYADA e essa transformação veio em tempo, considerando que realmente não dá para Rachel continuar a se vestir como uma menininha na faculdade. Ela deixa muito fácil para Cassie Bitch trollar ela mais tarde.

P.S: Só agora, escrevendo essa review, que percebi que Tina não apareceu no episódio INTEIRO e se apareceu, foi só naquela cena super pequena dentro da sala e não falou N-A-D-A. Tadinha, sempre esquecida.

P.S: Pensei que enquanto Rachel estivesse correndo pelas ruas de NY, ela ia ser atropelada. #QuinnFabrayFeelings

Músicas do episódio:
"Celebrity Skin" - Heather Morris & Chord Overstreet.
"Everybody Wants To Rule The World" - Darren Criss.
"The Way You Look Tonight/You’re Never Fully Dressed Without a Smile" - Lea Michele, Chris Colfer & Sarah Jessica Parker.
"A Change Would Do You Good" - Lea Michele & Dean Geyer.

Talvez Você Curta

7 comentários

  1. "P.S: Pensei que enquanto Rachel estivesse correndo pelas ruas de NY, ela ia ser atropelada. #QuinnFabrayFeelings" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK eu tbm pensei

    ResponderExcluir
  2. O nome da chefe do Kurt não era Isabelle?

    ResponderExcluir
  3. A chefe dele sempre se chamou Carrie. Mundo, parem de tentar mudar o nome dela!

    ResponderExcluir
  4. Achei bem chatinho o episódio, mas depois de dois episódios tão bons, nem reclamo.

    ResponderExcluir
  5. Tb pensei que ela seria atropelada....kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. http://www.imdb.com/name/nm0000572/ na verdade é Isabelle Wright, o Victor está certo. desapega da Carrie, afinal é de outra série que até já acabou.

    ResponderExcluir
  7. A questão é que, da mesma forma que falei na review e também o @Wellington colocou, a Sarah Jessica Parker sempre será lembrava pela Carrie Bradshaw de Sex & The City, não tem como!! Tem que entrar na brincadeira!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe