The Voice Brasil 1x02: Audições, Parte 2

domingo, setembro 30, 2012


Entre erros e acertos, a versão tupiniquim segue encontrando seu caminho para os lares de todo país.

Hello!!! Hoje estarei fazendo as honrarias do programa com a devida licença do Leo Gravena, que está em missão íntima e confidencial (ou não!).


Para aqueles que não estão familiarizados com o formato do programa, estamos na primeira fase eliminatória, que são audições às cegas (por óbvias razões), e seguiremos nela até que se complete a formação de equipes com 12 pessoas para cada técnico. Muita gente não entendeu que os artistas não são jurados, mas técnicos, e partindo desse ponto de vista, estão escolhendo pessoas com perfil vocal e melódico com que desejam ou acreditam poder trabalhar. Todos os candidatos foram pré-selecionados pela emissora e tem seu valor e os músicos precisam atender estilos variados para diversificar ao máximo a disputa.

Os Técnicos... mudaram de roupa!! Foi a coisa mais chamativa sobre a presença deles, pois deram pouquíssimo feedback com raríssimas exceções. O pessoal sai e não recebe nenhuma crítica construtiva para que possa compreender seus erros e buscar se aperfeiçoar, ou então eles viram e não usam argumentos consistentes para explicar porque querem o artista em seu time. Daniel é o pior de todos, não parece seguro para virar sozinho, nem para ficar de costas sozinho, às vezes é escolhido sem nem abrir a boca. Será tática dos competidores?

A edição do programa priorizou a música e a celeridade, sendo acertada na maior parte do tempo. Os dramas pessoais ocupam pouco espaço e podemos chamar de bloco uma audição com quatro participantes antes dos comerciais. Acredito que seja escolha da edição focar mais nos candidatos aprovados e trazer poucos eliminados, nos dando uma impressão de que os técnicos viram para todo mundo, mas posso estar equivocada. Será que somente eu sinto falta da entrada do artista e ás vezes tomo um susto ao perceber que ele já está cantando?

Fiquei muito desapontada com o cenário. Acredito que a produção da Plimplim poderia caprichar muito mais. Cadeiras saídas do brechó dos The Voices (com nomes enormes e difíceis de ler!), sem aquele caminho lindo de neon conectando-as ao palco, sendo este desprovido de qualquer glamour. Não consigo imaginar o nível das Lives com uma coisa tão pobre, mas espero que o investimento e a criatividade possam me surpreender positivamente mais adiante porque eu gosto de espetáculo!! 

Começamos com Ju Moraes

Chegou sem deixar dúvidas sobre “o que é que a baiana tem”, no caso, uma bela voz, um estilo melódico bem característico, presença de palco e muita beleza. Não foi difícil acertar que ela acabaria no time da Milk. Gostei da performance e acredito no seu potencial dentro da equipe para ir longe.

Patrícia Resende

Cantou afinadinha, mas não imprimiu personalidade, nem achei que alguém viraria para ela, mas qual foi minha surpresa ao ver Lulu se manifestando e dizendo exatamente o que eu pensei? Ele viu alguém que canta e pode crescer com sua ajuda, então fiquemos de olho!

Pedro Eduardo 

Cantou e não me convenceu. Foi realmente linear, fraquinho e sairia sem ser lembrado se Daniel não houvesse virado para ele. Diria que se salvou na ultima nota mais alta. O mais chato foi Daniel nem mesmo justificar sua escolha, o público fica às cegas no pior sentido da palavra.

Tay Cristelo trouxe uma das poucas historinhas marcantes do dia com seu bebê extra cute. Acredito que tinha potencial vocal, mas não fez uma boa escolha musical, ou talvez simplesmente não estivesse num bom momento hormonal e acabou sendo eliminada da competição. Quem sabe ela volta em outra oportunidade melhor preparada?

Marquinhos Osócio

Foi o primeiro candidato do dia que realmente se destacou para mim. Garoto pobre, vindo de comunidade, sustentou sua black music de forma muito segura e conquistou os quatro jurados seguindo para o time de Lulu, com quem já possuía afinidade, embora Brown tenha usado um bom argumento e realmente pudesse fazer grandes coisas pelo artista.

Ana Rafaela 

Chegou com uma voz suave e diferente que me agradou. Não acredito que tenha um caminho longo na equipe da Milk, mas aproveitarei a gostosura da sua voz enquanto durar.

Sidnei do Serrado é aquele cantor sertanejo típico, com sua sanfona e muitos anos de estrada que realmente me fez sentir bem. Novamente todos os olhares recaíram sobre Daniel e dessa vez ele pelo menos teve a presença de justificar dizendo que achou a voz comum dentro do estilo. No entanto, sou obrigada a discordar e afirmar que ele não virou porque é alguém “pronto”, com o qual ele não saberia trabalhar e que possivelmente não estivesse muito aberto a experiências. Não teremos como saber se estaria ou não uma vez que o candidato foi eliminado.

Juliana Gomes 

Estava nervosa, começou bem sem graça e foi crescendo na apresentação.  Outra vez Lulu manifestou interesse na regularidade da voz em meio ao nervosismo e, embora os quatro tenham virado, eu não gostei tanto assim da apresentação e não fui convencida uma vez que quase nada foi dito e Milk ganhou a artista somente por afirmar que ela imprimiu personalidade à música.

Quesia Luz 

Exibiu todo seu inglês e fez uma boa apresentação. Senti algum potencial ali, mas não chegou a me empolgar, talvez a música não tenha permitido uma avaliação melhor. Escolheu sabiamente o time de Brown, pois acredito que aprenderá muito mais ali do que com a Milk, embora tenha fortes concorrentes.

Diego Azevedo 

Cantou limpo, afinado, mas não me chamou nenhuma atenção. Podendo fazê-lo, escolheu Lulu por afinidade, sem maiores justificativas.

Thaís Moreira

É a sertaneja que lembrou Ivete. Não gostei da apresentação, por mim ninguém viraria. Ela tem uma boa voz, mas tivemos outras apresentações melhores. Apesar de ser profissional achei muito crua, além disso não gostei da escolha musical. Veremos o que Daniel pode fazer por ela.

Priscila Lisboa

Foi muito cute, doce e diferente, mas não deve ir muito longe. Estava visivelmente nervosa e nem sei como foi parar no time da Milk, a menos que ela tenha ficado tão chocada quanto eu quando Brown falou sobre o “mar de Brasília”.

Mira Callado 

Gostei bastante da voz, da música, mas ela não foi regular e forçou em alguns momentos. Se bem  trabalhada pode render bons momentos. É bonita e tem presença o que deve contribuir bastante também. Ficou com Brown.

Mell Peck foi aquela artista que eu queria amar desde os bastidores e torci por uma boa apresentação. A escolha da música não foi nada feliz e, embora ela tenha conseguido cantar satisfatoriamente, não conseguiu mostrar a si mesma, nem imprimir personalidade sendo corretamente eliminada.

Karla da Silva 

Trouxe um samba bem cantado pra movimentar! Gostei bastante da voz dela, mas a apresentação pecou nos momentos que precisaram mostrar a extensão da voz. Somente Milk virou e não me passou confiança para apostar nela.

Junior Meirelles 

Com bagagem e muita auto-confiança, começou a cantar muito sem graça. Conseguiu crescer bastante, mostrar versatilidade e se destacou como um dos grandes nomes do dia. Naturalmente seguiu para o time de Brown, nenhuma surpresa vindo de um instrumentista versátil e escolado. Ótima aquisição, que fortalece ainda mais o time de Brown.



Até aqui,acho que o time de Brown é o mais forte, seguido por Lulu e Milk, o Daniel está na lanterna, mas tem uma forte concorrente e o resumo da obra é o seguinte:

Team Brown: Bruno & Camila; Ellen Oléria; Karol Cândido; Mayara Prado; Quesia Luz; Mira Callado; Júnior Meirelles.

Team Milk: Marianna Eis; Marllon Breno; Ju Moraes; Ana Rafaela; Juliana Gomes; Priscylla Lisboa; Karla da Silva.

Team Lulu: Gabriel Levan; Greicy Schwendner; Gustavo Fagundes; Patricia Resende; Marquinhos Osócio; Diego Azevedo.

Team Daniel: Alma Thomas; Liah Soares; Pedro Eduardo; Thaís Moreira.

Se você perdeu, mas quer conferir, vai no site oficial da emissora, fique por dentro e depois venha dar a sua opinião.

Talvez Você Curta

12 comentários

  1. Boa review, concordei com quase tudo escrito, principalmente com a parte dos coachs.

    Só discordo na parte do cenário. Acho que as pessoas tem meio que dificuldade em notar que o The Voice BR não é um programa de horário nobre, como do The Voice USA. A NBC usa investe no The Voice como a Globo nunca investirá pelo simples fato de serem propostas diferentes. Enquanto a NBC usa o The Voice como um programa líder de audiência, com milhões em jogo, a Globo usa o The Voice BR como um programa de família, de domingo a tarde, com a única pretensão de liderar a audiência do horário.

    Ou seja, pra proposta da Globo, o cenário tá excelente.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Thalles, inclusive pela explicação.
    Acho que o problema então é a falta de visão da emissora :(

    ResponderExcluir
  3. Obrigado a você, sou fã de pessoas que sabem e conseguem fazer uma review legal! (um dia conseguirei rsrs)

    Exatamente como você disse. O The Voice poderia ser o novo "bbb" da Globo. Se colocasse o programa nos mesmos horários iria ser um puta sucesso. Mas infelizmente as emissoras brasileiras não tem essa visão com os realitys shows musicais... :(

    ResponderExcluir
  4. Uma ótima idéia o The Voice no lugar do BBB, sobre o palco eu achei que ficou muito bonito, mais, vc ve que realmente não chega aos pés da versão US, mais ja ta bem legal, o q eu vejo que poderia melhorar e muito, é o jogo de iluminação, que faz toda diferença num show, e eles tem a estrutura, só falta um designer de iluminação decente para proporcionar isso.

    ResponderExcluir
  5. NIKKY, sua review ficou ótima, parabéns, concordo com praticamente tudo, Daniel não vai mudar o jeito dele nessa edição mesmo pq ja ta gravado, rsrs, mais no próximo the voice espero que sim, como disse nosso amigo thalles, torceria muito por um the voice no lugar de bbb, achei muito sem noção a virada que o Daniel deu numa candidata que nao cantou nem 1 segundo, muito fail. nessa segunda parte nao consegui perceber um favorito, por nao ta em casa e nao prestei atenção direito do meio ao fim. vou rever depois e tirar um favorito.

    ResponderExcluir
  6. Uma pena mesmo! Exato, esse pensamento em função do BBB traduz perfeitamente, até porque atrairia um público diferente e com bom potencial consumidor também.

    Boa sorte em sua busca, meu lema é aprender sempre e esse feedback ajuda bastante.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Concordo plenamente com vocês em relação à direção que a Rede Globo está dando pro programa. Fiquei ao mesmo tempo contente e muito receoso quando soube que a versão brazuca iria ser exibida pela Globo. Contente pelo fato de que estar na Globo, a maior emissora do país, iria chamar a merecida atenção e respeito pelo programa mas ainda muito receoso pelo tratamento que a emissora tem oferecido aos realities que, tirando o BBB, é uma MERDA!

    Vide - NO LIMITE, HIPERTENSÃO, FAMA, DANÇA DOS FAMOSOS... todos programas que são big hits em outros países mas que no Brasil não tiveram lá um bom posicionamento na grade de horário da emissora. O No Limite e o Hipertensão eram exibidos no final do domingo! O Dança dos Famosos, um mega programa nos US, um dos principais concorrentes do The Voice inclusive, é um quadro no Faustão! - Não preciso falar mais nada né?!

    Eu esperava que o The Voice BR fosse ter também dois dias na grade, mas nem isso! E o que me deixou mais decepicionado foi o fato da emissora nem ao menos dar férias pra "Temperatura Máxima" para poder dar mais visibilidade pro programa!

    Agora é torcer para que a audiencia e a adesão pelo programa sejam altas e que isso faça com que o The Voice BR, que pelo jeito ainda esta em fase de teste, possa crescer nas proximas temporadas!

    E sobre esse último episódio, um comentário que rolou em casa enquanto estavamos vendo o programa que tenho que compartilhar:

    "Vão precisar fazer um domingo de audições especial pro Daniel se ele continuar assim morto no programa, o cara não aperta o botão, não fala, não se move, parece mais um boneco!"

    Meu tio disse TUDO! hauuhahuahauh

    ResponderExcluir
  8. PS.: Nikky - suas reviews são ótimas!! Parabéns pelo trabalho!! o/

    ResponderExcluir
  9. Seu tio foi a voz do Brasil!! kkkkkkkkkkkk
    Obrigada, Leonardo!! :D

    ResponderExcluir
  10. Discordo que Mell Peck não exprimiu personalidade.. Exprimiu e muuuita! (embora com a voz meio trêmula).. na minha opinião melhor q Ana Rafaela e Thais Moreira... Estilo diferente, foi só isso... como quase ng ali conhecia a música, não elegeram... Se tivessemos um roqueiro na bancada.. ctz q ele viraria...

    ResponderExcluir
  11. So sabe julgar cala a boca porra..
    diego azevedo canta muito'

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe