Arrow 1x02: Honor Thy Father

domingo, outubro 21, 2012

Para honrar seus desejos, preciso desonrar sua memória.


Depois de um bom Piloto, Arrow se estabilizou de vez na audiência: Conseguiu, de alguma forma, continuar com os mesmos números de audiência do episódio passado. Poucas séries, provavelmente nenhuma nos últimos sete anos conseguiu tão proeza. Estamos diante de um hit ou de uma simples sorte?

De qualquer forma, o segundo episódio manteve alguns níveis do piloto. Não foi lá tão emocionante igual o primeiro, mas a mitologia da DC veio rapidinho, nos apresentando White China, e para quem não sabe, White China é uma personagem muito importante na ilha em que Ollie estava. Aguardemos.

Já foi legal terem começado o episódio mostrando o segurança chocolate sendo trollando NOVAMENTE por Queen. Adoro que ele até se fez de chateado e já deixou bem claro que quando isso acontecer novamente vai pedir demissão. Afinal, ele lutou no Afeganistão gente, por isso tá na hora de parar de ser babá de um moço bem grande (e coloque grande nisso). Da mesma forma, está na cara que o trollado será a primeira pessoa a entrar no fã-clube Verde.

No primeiro episódio ainda não havia me dado conta desse problema, mas Stephen Amell realmente tem uma só expressão para tudo, como algumas pessoas vieram reclamar. Depois da cena em que ele entra no escritório com a mesma expressão e de repente surta, dando a LOKA, com a mesma expressão, não tem como não falar sobre o grande elefante no quarto: Amell precisa melhorar suas expressões faciais.

Não há dúvidas de que estamos lidando com uma versão do Batman Begins, só que se chama Arrow Begins. A crise existencial do nosso herói estará presente em todos os episódios afinal, quando alguém volta da morte, realmente consegue se adaptar à sua antiga vida? Isso considerando também que Starling City não é mais a casa de Ollie – A Ilha foi sua casa por cinco anos e o fato do arqueiro não deixar ninguém entrar mostra isso.

Porém, ele acabou ouvindo a irmã e ao invés de conversar com a pequena, resolveu se abrir com Dinah (em breve teremos uma overdose por aí, aguardem). Sinceramente, quando ele chegou com aquele pacote, pensei que continua um maço de maconha, para.... relembrar os velhos tempos. O melhor de toda a sequência, obviamente, foi a quantidade de assasssinos que entrou no apartamento e a polícia nem para fazer nada.... OH WAIT, eles estavam mortos.

Mas isso me levou a criar minha primeira antipatia com algum personagem de Arrow. Papai detetive é muito irritante e ainda trata a filha como se fosse criança. Pode não parecer (principalmente por causa de seu papel em Gossip Girl – vai com Deus), mas Dinah é uma ADVOGADA, ou melhor, é uma PROMOTORA, que com certeza passa pela barra de ser alvo toda semana. Ele também é cabeça dura. Mesmo com o arqueiro ajudando e dando a prova que precisavam para colocar o membro da Tríade na cadeia por um bom tempo, nosso querido detetive ainda ficava reclamando sobre o ocorrido. Tudo bem que ele é o profeta da ‘lei’ e whatever, mas poderia pelo menos ter dado algum crédito para Ollie, não?

Mama Bitch obviamente também deve fazer parte da Tríade, ou algo do tipo. O símbolo da Tríade estava presente no caderninho do pai de Ollie, mas perceba que o mesmo estava branco. Ou seja, como Ollie conseguiu os nomes e o mais importante – como conseguiu uma CANETA no meio de tanta civilização que era a ilha?

Em breve teremos que chamá-la de Ilha de Lost. Só espero que a série consiga se balancear, revelando alguns de seus mistérios e que não faça igual The Secret Circle (ou melhor, a Orgia Secreta) ano passado: cheia de potencial e só ficaram brincando de abrir e fechar a janelinha.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe