Hunted 1x03: Hourglass

terça-feira, outubro 23, 2012


Tudo parece calmo... até que não esteja mais.

Terceira semana dessa delícia de série, que chegou do nada e logo me fez gostar. Hunted virou um dos meus programinhas preferidos do fim de semana (os episódios saem às quintas, mas eu só consigo ver depois). Hourglass começou devagar, se comparado aos dois primeiros, mas isso não me preocupou e até foi compensado no final.

Tudo ainda está ligado aos Turner e, ao que parece, vão manter isso por um bom tempo, agora que estão investindo mais no relacionamento deles com Sam.

A missão da vez é descobrir a proposta de Jack numa certa negociação. Essa parte foi até bem fácil, com uma simples troca de pen drives. Fica complicado mesmo quando Sam descobre que o cara a quem investigava no pilot está de volta e também faz parte do acordo. Gostei bastante dele ameaçando ela e de Sam ficando não com o rabo, mas com a arma entra as pernas, o que torna tudo mais perigoso. Já a morte dele me receia um pouco, porque eu gostava do risco que ele representava.

O que diminui minha preocupação é o fato de o andrógeno disfarçado ainda está por aí, pronto pra injetar alguma coisa no olho de Sam a qualquer momento, e o próprio Jack, esse vilão que faz a linha Bart Bass mais malvado.

O clima de mistério e desconfiança que eu tanto amo se intensifica, com a menção a tal Hourglass, sobre a qual aparentemente só saberemos mais no próximo episódio.Quanto a Aidan, Sam parece que vai começar a ceder, justo quando descobrimos que ele tem uma amante que, como todo mundo na série, vai se tornar um problema pra Sam. É claro que eu vou amar toda uma conspiração contra a moça.

Com Steven, ela já começa a trocar olhares lânguidos e eu ainda não decidi se gostarei ou não desse possível romance, que é cheio de prós e contras. Só vou saber mesmo se e quando isso deslanchar.

Vimos muitas perguntas e poucas respostas até agora e isso parece muito intrigante e é, junto com o bom trabalho feito por Melissa, o que mais me prende à série.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe