666 Park Avenue 1x06: Diabolic

domingo, novembro 11, 2012



Nada de tão diabólico assim.

Ainda que seja óbvio que não podemos levar a série a sério, sempre chega à um momento em que não há como mais aceitá-la de maneira alguma, até mesmo entendo que ela é ruim. Toda a série é ridícula de ruim, mas pelo menos dá para rir bastante de todas as burrices e safadezas que acontece na série, o que, infelizmente, não foi o caso dessa semana.

Além de não ter acontecido nada, o episódio faltou de uma storyline que se sustentava do começo ao fim. Pensei que o ‘morador da semana’ seria doutor sexy, mas claramente estava enganado, já que a única coisa que ele fez foi provar que gosta de cavalos.

Pelo nome do episódio, já estava na cara que o plot do Gavin seria o importante. Nem isso foi, infelizmente. Descobrimos que o ‘amigo’ o traiu e que o malvado vai ficar com a caixa até, obviamente, Gavin deixar Olivia ter uma noite sensual com ele, mas tirando isso, nada empolgou.

A cena em que o tal traidor fica preso em um infinito corredor foi muito mal feita e provavelmente a pior referência que a série fez até agora. Pelo menos eles finalmente entenderam que estava na hora de fazer com que Jane se tornasse louca, afinal não tem como ficar sã na Avenida do Diabo.

Adorei ela mostrando o jornal da década de 50 para o detetive, achando que ele iria acreditar no que aconteceu. Jane deu um tapa na minha cara, pois ele realmente achava que tinha algum de explicação para o ocorrido, mas suspeito que ele só acreditou no que ela disse porque obviamente ele é o novo pretendente.

Até porque, Henry já está até almoçando junto com a relações públicas, deixando ela trocar a gravata e coisas do tipo. Ela praticamente também já fez o cabeça do moço, que deveria ser a pessoa mais sensata da série, mas de alguma forma, foi o primeiro a achar que a namorada estava LOUCA e MENTINDO.

Jane, porém, não ajudou muito: Voltar pra Indiana? Sério? Tá pedindo para ser chutada. Além disso, a primeira coisa que ela deveria ter feito quando Henry olhou com cara de pena, pois a acha louca, era LEMBRÁ-LO de que ele tinha visto o assassino no elevador. Mais do que isso, ele CONVERSOU com o tataravô da namorada. Se ele realmente quer ser parte da família de Jane, se lembrar dos rostos familiares é primordial.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe