Scandal 2x05: All Roads Lead to Fitz

quinta-feira, novembro 15, 2012

4359 votos...

Essa segunda temporada de Scandal, está indo por um caminho que fica mais interessante a cada episódio. A série consegue unir o caso da semana, a vida pessoal dos personagens e a trama principal de forma viciante e muito inteligente! A série (que já ganhou 22 episódios para essa temporada) continua com a audiência mediana, apesar de o número de telespectadores estarem apresentando uma queda sutil. Apesar disso, a qualidade do episódio está incontestável, então vamos aos fatos! 

A cena final do último episódio foi na reunião secreta do que parece ser de fato uma conspiração envolvendo personagens centrais da trama. E é a partir daí que o episódio volta, dando a entender que o David está chegando perto da resolução que liga os fatos aos nomes! Claro que Scandal tem aquele estilo de não nos deixar entender nada até o último minuto, e os diálogos soam sem sentido (naquele momento!). 

E com um ritmo frenético, já vamos para o caso da semana, que desta vez envolve uma suposta tentativa de estupro. A vítima em questão seria a mulher de um governador (antigo conhecido da Olivia). O governador chega a sua casa e encontra a mulher com o empreiteiro, e no ato de descontrole, atira e mata o cara! O que ocorre, é que na verdade a mulher estava traindo o marido, e na hora do flagra a primeira coisa que veio à mente foi fingir um estupro. Olivia tenta abafar os fatos, mas a traição vaza e a mulher vai presa. 

Quando a gente pensa que era só isso, a Olivia descobre que o governador já sabia da traição, e o que parecia uma “defesa”, na verdade foi um assassinato premeditado. A história dele com a Olivia ainda é mais trágica, já que o mesmo concorria à eleição contra o Fitz, e a Olivia conseguiu roubar dele 4359 votos, garantindo a vitória do atual presidente! Aí o cara aproveita a imagem de herói para dar a volta por cima! E sem poder fazer nada, a Olivia entrega a vitória nas mãos do seu “cliente”. 

Além do caso semanal, quem rouba a cena é o David que continua sua busca por vingança ou justiça (não sei). Apesar de receber seu emprego de volta, ele entra em contato com alguém que possa saber algo que ligue os pontos. Mas tarde, ele acaba descobrindo através da Amy, que esse alguém era um ator, uma referência errada! Só provando que aí tem coisa! 

Ainda temos o Cyrus que acaba de ganhar como rival o seu marido, que começa a trabalhar como chefe de imprensa na Casa Branca, depois que ele não aceita adotar uma criança. O que gera cenas tensas, mas no fundo divertidas. Cyrus ainda mostrou que pode ser um monstro, ameaçando a Primeira Dama (que se caracterizou como um animal político). 


E pra acabar o episódio de forma magnífica, a informação de que a união dos fatos envolvendo as teorias conspiratórias levaria à alteração de urnas eleitorais simplesmente extrapola todas as minhas teorias sobre o caso! Quando a Amy soltou isso, eu pulei aqui na cadeira, porque gente, isso muda tudo! São tantas possibilidades abertas que eu nem sei mais o que esperar da série! Muito bom mesmo! E a Olivia, claro, já está a um passo à frente, e parece que a única solução vai ser utilizar o método “mais rígido” proposto pelo Hollis! 

P.S.: Peço desculpas pelo atraso da review, mas a legenda só saiu hoje, e não arrisco ver essa delícia em inglês apenas porque os diálogos são rápidos demais!! 

P.S.1: O Huck pedindo refrigerante no restaurante francês foi muito bom! hehe

Sigam-me: @deivsonv

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe