The Mindy Project 1X05: Danny Castellano Is My Gynecologist

quinta-feira, novembro 15, 2012


E aí? Já escolheu o seu nome de guerra?

Tudo que poderíamos pedir de The Mindy Project era isso, um episódio repleto de interações entre ela e o "Dr. Castelamo", para deixar tudo que já era ótimo mais épico ainda. É incrível como os diálogos entre os dois são potencializadores de pérolas, coisas como comparar sua colega de trabalho com uma lâmpada e declarar que percebe a forma como ela te olha quando você está sem camisa... Sério? Como espectador você olha para o personagem do Chris Messina e pergunta: "por que? Por que ele solta coisas desse tipo, quando está perto de Mindy?".

Dr. Lahiri Também não ficou em momento algum atrás... Divagar com o seu ginecologista sobre a sua vida pessoal, tentando disfarçar o seu sedentarismo e o seu alcoolismo  enquanto ele está simplesmente fazendo perguntas de rotina... Tudo digno de uma neurótica como Mindy. A parte dela contando como "acha" as camisinhas "em algum lugar de sua casa, de alguma festa", é de rachar o bico, e ver que ela realmente esperava que Danny anota-se tudo aquilo no prontuário, é muito vergonhoso. E ver a cara de Mindy quando ela é categoricamente destruída pelo doutor com a história do planejamento familiar, apesar de ser muito divertido, foi de dar pena da pobre coitada.


E as coisas definitivamente não ficam melhores quando ela descobre junto com Morgan o seu nome de guerra contra Danny. O que já era muito embaraçoso torna-se propositalmente constrangedor quando ela convoca a Beyonce Pad Thai que existe dentro de si, o que provavelmente foi o momento mais épico do episódio. As camadas de vergonha alheia só vão aumentando quando chega a hora do exame de mama, que ela desce o pijaminha da forma mais sexy/vergonhosa possível e ainda diz "Go Nuts!" Sério, e depois todas as caras sensuais, dizendo que depois tinha a parte de baixo, não tinha Dr. Castellano que resistisse. No fim das contas acabamos descobrindo que já sabíamos, que Danny pensava em Mindy sim como uma lâmpada... Uma lâmpada de idéias, bem pervertidas, se possível.

Mudando completamente de assunto, não poderia deixar passar também as interações entre Mindy e seu outro potencial romãntico da série, Josh. Aquela cena de abertura foi muito engraçada. Ela fazendo todo aquele charminho com a camisa dele, tentando vergonhosamente imitar diálogos de algum filme que já tenha visto, e ele como sempre cortando todo o barato dela (o que é muito divertido), depois ele vestindo a calça dela e achando as jujubas no bolso... Tudo muito incrível, e novamente muito digno de Mindy. Desculpem por falar isso o tempo todo, mas é que a personagem criou um padrão vergonhoso para si própria, que é muito difícil não associar mas essas cenas e coisas desse tipo à ela. São essas características fortes em torno de um personagem que estimulam o crescimento de uma série e a identificação com o público com a mesma.


É claro que nem tudo são flores no episódio e não vamos fazer os cegos. Sabíamos que se deixassem Dr. Reed com um plot inteiro só para ele seria fracasso na certa. E foi exatamente o que aconteceu. Além do que, aliaram a coadjuvante mais fraquinha à ele em cena e tudo passou tão batido, tão irrelevante, que só prova o que já havíamos dito aqui, que Ed Weeks é muito fraco em cena. Ressalto também o contraponto que ele deveria fazer com Chris Messina em relação à Mindy, que nem de longe o ator consegue. Alguma coisa de muito urgente tem que ser feita quanto à isso, porque queremos sim ver muito mais de nossos dois atores preferidos no mesmo plot, sem que isso acarrete o desandamento de todo o resto do episódio.

No mais é isso, o episódio foi bem épico, e ficamos com essas altas expectativas  do que The Mindy Project pode ser, mas não é ainda. Exatamente por essa sensação de que ainda falta alguma coisa na série, algo a ser completado... vamos acompanhando e vendo no que vai dar, porque até esse ponto tem valido muito apena.






Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe