The Mindy Project 1X06: Thanksgiving

sexta-feira, novembro 23, 2012


"If I'm gonna be a mess... I'm gonna be a HOT MESS" E tenho dito!

Do alto de toda a sua cretinice The Mindy Project nos entrega o episodio mais safado, irreverente e fofo de toda a temporada. Não é por nada não, mas vejo uma evolução gigantesca na série. A cada episodio novo Mindy nos coloca em um patamar mais elevado de humor e claro, de vergonha alheia... Porque quando você pensa que essa mulher já fez de um tudo para constranger a si própria, ela vem e te surpreende, seja encarnando a Beyonce Pad Thai ou sendo "louca e imprevisível" (arrepiando a juba) para flertar com Dennis.

Outra coisa que tenho que destacar aqui, que me faz rir muito com essa mulher, é essa mania a qual ela possui que quando acha que está "flertando" com um cara, de chamar o mesmo de sujo e pervertido... O sujeito simplesmente olha para cara dela, tipo... WTF?! Sério, morro de rir toda vez que ela faz isso. Mas toda a interação dela com Dennis não parou por aí, stalkeou o mesmo pela casa toda até conseguir achá-lo e seduzi-lo no melhor estilo MESS, e as insinuações variaram desde "Tô sem calcinha vadia!" até "Potatos", o que claro, Mindy acha que é super sexy de se pronunciar.


Todo esse plot nos levou à primeira aparição relevante de Anna Camp na série, a atriz que no papel da melhor amiga de Mindy estava sendo super subestimada, finalmente teve o seu merecido destaque e nos proporcionou duas das cenas mais épicas da série. A primeira é a que, em meio a um imenso dramalhão de Mindy, ela fala na cara dura que a amiga é uma bagunça emocional ambulante; e a outra é épica briga entre as duas, que pelo que entendi acontece todo ano... Ou seja "Is not thanksgiving 'till Gwen & Mindy fight starts", com direito à controlada na cara e tudo.

Reservo aqui novamente um espaço só para falar de Mindy e Josh, que estão ficando melhores a cada episódio que passa. A química entre eles não chega a ser a mesma que ela tem com Danny, mas tem melhorado a cada episódio. Essa vibe deles ficarem trocando ofensas e se ridicularizando mutuamente é muito engraçado, ainda por cima que os dois são muito sem noção, e eventualmente um vai acabar falando uma merda, cruzando a linha do engraçado e deixando o outro puto... Ok, na maioria das vezes é o Josh quem faz isso. Mas ele conseguiu se redimir com a ligação diretamente de um strip-clube em atlanta para dizer que só pensava nela, o que claro Mindy respondeu com um "Nunca ouvi nada mais nojento em toda a minha vida", deixando a dinâmica entre os dois ainda mais divertida.


O ponto fraco do episódio, não preciso nem dizer quem foi né? Sério, quando vi Dr. Reed e Betsy juntos de novo, e agora em uma "road-boring-trip", quis me matar. Que dificuldade que os produtores da série tem de perceber que esse plot simplesmente não está fluindo em momento algum? Foi tudo muito chato, desde o "mimimi" de Jeremy que nunca teve uma família feliz até os pais super entediantes de Betsy... Insuportável. Quem apesar de ter tido umas cenas meio fofas com Mindy, também não esteve em sua melhor forma foi Ike Barinholtz. Mas isso é mais questão de gosto pessoal, desde que Morgan apareceu já tinha dito por aqui que não gostava nenhum pouco do humor pastelão e forçado do personagem.

Agora, quem fechou o ciclo do thanksgiving com chave de ouro foi o nosso grinch favorito Dr. Castellano. Sério, a cada episódio que passa me identifico cada vez mais com essa figura. Danny é sarcástico, é ranzinza, inventa compromisso nos feriados apenas porque não é obrigado, e ainda toca "Piano Man"... Como não amar?  Como não amar também aquele finalzinho ao som da canção na voz de Bob Dylan, com todos trocando fotinhas, e comovendo o coraçãozinho de Danny... "lots of rainbown!" Com direito à Morgan comendo o esqueleto do peru e pose épica de Shauna e suas amigas bêbadas. Simplesmente perfeito!


Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Não tem como não amar a Mindy, sério.
    Até nos momentos mais vergonha alheia kkkk

    Como o Dennis foi seduzido pelo desarrumar de cabelo dela?

    E nada melhor do que ela convencendo ele de que eles não se beijaram.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe