Parenthood 4x10: Trouble in Candyland

segunda-feira, dezembro 10, 2012

Fim de jogo.


Depois do balde de água fria semana passada, Parenthood continuou com a degradação do relacionamento de Sarah e Mark e depois desse delicioso episódio, há uma palavra que sintetiza tudo o que senti: coitadinho.

Mark sempre foi um ótimo namorado. Ele é bastante novo, mas é ótimo. Não há duvidas de que os dois juntos era um par perfeito, mas Sarah já havia mostrado fragilidade amorosa antes. Com Hank, é a mesma coisa. Ela simplesmente gosta dele, faria qualquer coisa para vê-lo feliz e feito, mas não quer confirmar isso de forma alguma.

Mark é muito bem resolvido, enquanto Hank não é. O pai dos filhos de Sarah também não é. Ou seja, há um padrão? Com certeza. Talvez por isso que eventualmente o relacionamento dos dois, de qualquer forma, não daria certo. Mas Mark é tão gente boa que fico sem palavras do tanto que senti pena dele quando finalmente percebeu que não conseguiria mais ficar com Sarah. 

Ficar bêbada era uma péssima ideia, ela simplesmente estava com os braços envolta de Hank e Mark apareceu do nada. Realmente não aconteceu nada, mas é CLARO que se Mark não tivesse presente, Sarah será a companheira de quarto de Hank por uma noite. 

Mas a partir do momento em que Mark percebe que Sarah, além de omitir informação (que a viagem era na verdade só para o chefe ver a filha) e que ela obviamente está o colando acima do próprio noivo, é tão quebra de código que a minha vontade de socar Sarah era imensa.

O casal sonífero ataca novamente e dessa vez só não foi irritante porque ver Ryan em uma roupa de pedreiro sempre foi um fetiche. Mas tadinho dele também, não consegue nem se locomover direito dentro de uma construção. Por isso, é compreensível que ele tenha voltado todo amargurado do Afeganistão: ele provavelmente não fez um bom trabalho.

A parte cômica ficou, mais uma vez, para Crosby e Adam, que ainda precisam lidar com a vizinha louca, que não tem simpatia até para pessoas que estão quase morrendo (Kristina). Adorei Adam achando que iria ajudar, mas acabou complicando as coisas, colocando a esposa no meio, e todo mundo logo pensou a mesma coisa: ele está tentando fazer a vizinha louca chorar de simpatia. Não rolou.

O mais irritante, porém, é Crosby sendo uma criança como sempre, que faz xixi fora do estúdio e quando descobre sobre isso nem se importa. Ele nem se preocupou com a existência da foto. Caso me lembre bem, a foto foi até encaminhada para diversos moradores da área, mas na hora do conselho, Crosby apareceu com um monte de morador. Será que todas aquelas pessoas não possuem e-mail?

Por outro lado, Julia continua brilhando em seu papel de nova mãe. Uma das piores coisas, como pai, é conseguir fazer o filho estudar, o motivando e tentando passar a imagem de que ele pode e consegue fazer tudo. Chantagem, às vezes, realmente é o melhor caminho. E por mais que as promessas que Julia tenha feito (que ele ia passar na prova e coisas do tipo) não foram as mais inteligentes do mundo, é sempre bonito quando eles começam o episódio brigando e terminam com um sorriso no rosto.  

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe