Hart of Dixie 2x11/12: Old Alabama/Islands in the Stream

terça-feira, janeiro 29, 2013



Aulas básicas de relacionamento, com Zoe Hart e uma mulher de 300 anos atrás.

Hart of Dixie finalmente voltando com tudo, abrindo 2013 com um episódio todo delicioso, se é que vocês me entendem. Wadelicious sensualizando de cueca e de toalha é algo que precisava acontecer logo e ainda bem que minhas preces foram atendidas.

Uma das coisas mais legais da série é Bluebell, com suas milhares datas comemorativas, virando feriado quase todo dia, o que me leva a crer que há um motivo para a cidade continuar pequena. Por outro lado, sempre é um sopro de ar fresco, já que cada uma é mais estranha do que a outra.

Depois de decidirem entrar em um relacionamento de verdade, algumas perguntas teriam que ser feitas e uma das principais seria se Wadelicious conseguiria ou não manter Zoe feliz ou pelo menos menos irritada. Por mais que ela goste do que vê na cama, não há dúvidas de que os dois ainda precisam de mais tempo para amadurecer a ideia de ficarem juntos, melhorar o que precisa ser melhorado e aceitar o que precisa ser aceitado.

Durante todo o episódio estava esperando Zoe explodir, mas é claro que isso iria acontecer só na festa. O mais surreal foi ver Zoe Hart virando uma versão morena de Lemon, e ainda bem que Wade percebeu, depois daquele desfile de flores na sua frente, que ela estava irritada. Foi um quebra de código imenso PERDER UM CARRO, como se ele fosse um carrinho de miniatura que facilmente é perdido pelos olhos de seu dono.

Por outro lado, alguém que obviamente deveria continuar a viver é Brick, que ainda continuou com a ex de George. Mas é claro que com Brick as coisas não podem ser aceitas facilmente e mesmo que ele tenha gostado de seu tempo com a louca, toda loucura tem limites.

Lemon e Annabeth Buffet, Inc não estava rendendo tanto quanto elas queriam, e a sutileza de juntarem Lemon e Lavon sempre é inesperada, só que não mesmo. Também não consigo entender porque Lemon ainda não foi honesta consigo mesmo e com Lavon. Ruby já está fora da jogada e mesmo assim ela continua esperando. Claro que ela primeiro quer voltar à uma amizade mais aceitável com Lavon antes de dar mais um bote, mas mesmo assim. 
Hart of Dixie 2x12: Islands in the Stream

Encontrar com o seu ex nunca foi tão divertido.

Em mais um ótimo episódio, Hart of Dixie finalmente coloca à prova o relacionamento de Wade e Zoe e de George e Tanzie, com uma ótima dose de humor, uma fuga de barco e um filme sonífero. Desde o começo, queria muito descobrir como seria se George finalmente começasse a falar novamente com Zoe e como o seu relacionamento com Tanzie seria prejudicado. Pelo visto, acabou não sendo, mesmo que esteja palpável a sintonia entre os dois.

Se bem que essa sintonia, essa grande variedade de assunto em comum já é algo que vimos anteriormente. Isso, porém, nunca foi sinônimo de amor e até mesmo quando finalmente tiveram a oportunidade de ficarem juntos, não aconteceu. Isso só deixa claro que George e Zoe vão ficar juntos só na mente dos fãs mais safados mesmo.

O fato é que os dois se dão super certo juntos, da mesma forma que Wade e Tanzie também pensam de maneira similar, mas acho que o fato de Wade e Tanzie terem se casado e divorciado mostra que nem sempre um casal consegue sobreviver à base da sintonia.

Muito divertido ver a mamãe de George se sentindo na OBRIGAÇÃO de pilotar o barco do filho para que os dois ficassem juntos, como se eles fossem se agarrar na frente dela mesmo. Desnecessário dizer que amei a conclusão que todos chegaram: era para estarmos juntos, mas não estamos e isso não machuca.

 Por outro lado, Brick e Holly estão querendo namorar firme, mesmo sendo óbvio que a atração entre os dois deve ser só momentânea. Simplesmente inapagável Lemon tentando descobrir quem o pai estava saindo sendo que a resposta estava bem reluzente, na sua frente.

Annabeth é uma personagem que começou a ter bastante destaque nessa temporada e com completa razão: ela é muito simpática e divertida. Cheia das frescuras, mas ainda forte, Annabeth veio para ficar e os roteiristas perceberam isso, dando de presente um britânico falso que na verdade veio do Alabama, para abalar as estruturas da série. Pena que ele foi embora logo na primeira oportunidade. Seria muito divertido ver Annabeth começando a querer imitar sotaque britânico para ficar mais mais conectada com seu macho.

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Muito boa a review, o que não acho boa mais é a série... parei de assistir nesse episódio de loucura da mãe do George!
    Eles ficam insistindo naquele climinha Zoe e George e acaba não dando a devida atenção de desenvolver a relação da Zoe com o Wade... boring! =/

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe