Beauty and the Beast 1x12/13: Cold Turkey/Trust No One

quarta-feira, fevereiro 20, 2013



Quando eu comecei a gritar ‘Gol’.


E então meus caros, como estão vossos corações após episódios tão valorosos ao nosso casal principal, e a uma vadia de quinta que merecerá a morte mais dolorosa que poderá receber? Sim, Alex irá morrer, ao que tudo nos indica, fazendo fogos de artifício ser soltos ao redor do mundo. Mas, ela não pode reclamar, afinal foi ela quem deu com a língua nos dentes e saiu falando da Muirfield na frente de Deus e todo mundo.



Digo, Bridgit Regan fez um papel maravilhoso na série, conseguiu ser odiada e foi além de apenas ter cara de sonsa, atuou como uma sonsa. No saldo final, a atriz saiu em lucro em sua atuação e no modo como desenvolveu a personagem, e mesmo sendo odiada aos sete ventos pelos shippers Catcent, riu e aproveitou.



No saldo total, o décimo terceiro episódio deu uma melhorada, do que havia sofrido uma leve decaída no anterior. Digo, Cold Turkey foi um preparatório para tudo que ainda estava por vir, seja Alex vendo Vince como a Besta ou a Muirfield mostrando que tem olhos e ouvidos em todos os lugares.

Foi em ‘Trust no One’ que Beauty and the Beast trouxe o carnaval de volta para a tela, em um episódio onde realmente, não deu para confiar em ninguém. O samba inicia com Evan e a sua namorada, Claire, que praticamente o alicia a entrar na Muirfield. Gostei do diálogo de ambos, foi centrado em um ‘ou faça ou morra’. Evan vai deixar se levar pela mulher, e se entrar na Operação, um tiro na cabeça de Vince é o que vai acontecer.


Quem também sambou na felicidade foi Heather, planejando destruir tudo que foi construído até agora. Ela flagrou o nosso belíssimo casal principal em um quase beijo, o que fez muitas pessoas (eu) ficar gritando para a tela e xinga-la absurdamente no twitter. Quase tão odiada quanto Alex, Heather está com seus dias contados.


Quem quebrou a cara lindamente, foi nosso Belo favorito, acreditando em Alex que o dopou sem dó nem piedade. Essa é a única história onde a mocinha salva o mocinho, e Vince tem muito ao que agradecer a Cat por causa disso. Ela esta sempre lá para ele, não importa o horário ou a situação.


Cat também consegue interferir com o que Alex estava fazendo, que era segurar Vince para Claire mata-lo. A tapada da Alex caiu facilmente na conversa da moça, que também estava divina no episódio. Tornou-se, de algum modo, minha ‘Vilã’ favorita na série, coisa que não tinham nos apresentado ainda.


O vilão esta sempre Onipresente e Onisciente, e não há um modo de nos livrarmos dele.  Eles percebem cada passo que você dá, cada movimento que faz, e sem nenhum ressentimento, matam qualquer um que pode atrapalhar seu caminho. Seria exagerado pensar dessa forma? Sim! E porque não seria lógico?


O caminho que Beauty and the Beast trilha do inicio, está chegando ao seu ponto crucial: O caminho até Vince está se afunilando, e vai chegar o momento em que não haverá mais escapatória, e vai nesse momento em que vai feder a tripa de ganso e a porca vai torcer o rabo. (Adorando regionalismos).



Não posso finalizar essa review sem mencionar os presentes de Vince para Cat, no dia dos namorados, que, gente, o flashmob, as flores, o coração com um 'V', foi tudo de derreter o coração e ficar grudado no 'Awwwn' o episódio todo.




PS: Falem mal o quanto quiserem da Heather, porque eu deixo!
PS2: E Catess? Acabou mesmo?



Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Eita, vou tentar posta-las em dia então HAHA.
    Tess é "A Outra", enquanto Cat apenas tem um relacionamento complicado, mas acho que por ambas serem lindas <3 e amicíssimas <3 queria que elas não rompessem a relação.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe