Modern Family 4x20: Flip Flop

quinta-feira, abril 11, 2013


Quando você sabe que podia ser muito melhor.

“Flip Flop” não foi ruim. Essas cinco palavras ficaram na minha mente após o término desse episódio de Modern Family. No geral, quando eu escrevo, eu costumo já ir criando linhas de pensamento enquanto eu vejo o episódio, para ter uma certa base antes de começar a escrever. Hoje isso não aconteceu. Minha mente se fechou e eu não conseguia escrever mais nada, mas por quê? A resposta é muito simples, não tem o que escrever. Porém acalme-se leitor, você irá perceber que ainda existem mais parágrafos nesse texto, a última frase foi só uma afirmação realista e sincera da minha parte.

O episódio foi pontuado com cenas bem divertidas, mas no geral foi mais do mesmo, nada muito digno de destaque como foram todos os últimos episódios dessa temporada. Como eu não vou escrever mal (ou bem) só porque não tem muita coisa pra falar, vou tentar evidenciar o meu ponto de vista. Começando pela certeza que esse episódio bem aquém do resto da temporada, está foi perfeita e irretocável, enquanto o episódio foi bem mal escrito e com situações chatas e sonolentas. Por outro lado, tivemos o tão conhecido desenvolvimento linear de Modern Family, coisa que quase nenhuma série de comédia tem, afinal, a maioria é um procedural que volta e meia se propõe a criar um arco central. E quando eu falo de desenvolvimento linear, acho que maioria sabe que me refiro ao programa Minha Casa, Minha Vida que o Cameron e a Claire, ou seria Claimeron? Propuseram-se a fazer.

Com a casa já pronta, estava na hora de achar um comprador. Eu não lembro se na época eu falei sobre o assunto na review, mas até onde eu sei (palavras de um garoto de 14 anos que mal conhece o mercado financeiro brasileiro, que dirá o americano), reformar e vender imóveis já não é mais um mercado tão seguro quanto foi 10 anos atrás, principalmente se levarmos em conta a sombra da Crise de 2008 e a insegurança econômica na Europa. Enfim, passado o momento financeiro, achei as primeiras cenas do brinde bem satisfatórias, graças ao Cameron bulinando os travesseiros e seu discurso não preparado e espontâneo, só que o contrário. Realmente, o Cameron dominou todo o episódio, inclusive a parte mais engraçada dele, que foi quando o homem que foi comprar a casa percebe que foi stakeado.

A outra parte do episódio foi focada na introdução da possível nova membra da família, uma PHD inteligentíssima que estava namorando o pai do Manny, que, aliás, adorou a nova “madrasta”. Quem não gostou nada dessa história foi a Gloria, não acostumada a perder a atenção do filho, ela solta a franga na hora de qualquer conversa com a doutora. O plot twist se deu quando na verdade quem estava com inveja de quem era ela em relação a Gloria, porém vamos combinar, quem não tem inveja do corpo da Sofia? Realmente muito engraçado ela dando um escândalo pra cima da gloria no quarto do Manny, parabéns para a coadjuvante, mas um puxão de orelha nos roteiristas pelo fato de que eles poderiam ter trabalhado o episódio de forma muito mais uniforme.

Observações:

- Menção honrosa a Haley e a profissão número 1 da internet. Afinal, It’s Just business.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Realmente este episódio foi inferior ao anterior, mas mesmo assim achei excelente, não decaiu muito. Achei esta divisão dos núcleos em dois muito boa. O da Gloria foi bom, mas o do Clameron foi MUITO bom. Destaque para cena da Haley pesquisando sobre o cara, e todos apresentando a casa para ele. Mas mesmo assim, gostei muito da sua review, parabéns, tanto pela qualidade quanto rapidez.

    ResponderExcluir
  2. Brigadíssisisimo, amei o elogio!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe