The Voice AU Análise de Times Parte 1: Battles

domingo, abril 28, 2013


E aí? Em uma temporada com tantos favoritos, quem você acha que consegue chegar lá?

Da mesma forma que fiz com o The Voice US, chamei um grande amigo para batermos aquele papo e discutirmos um pouco mais sobre o reality musical que mais amamos The Voice AU. O convidado dessa vez foi um velho conhecido dessas linhas seriadoras, que da forma mais sarcástica e debochada possível abordava diversos assuntos por aqui. Conversei com o grande Léo Gravena e a certeza foi apenas uma: nunca existiu nada tão bom, relacionado à música, na televisão quanto essa segunda temporada da franquia australiana. O show já era bom, mas progrediu à saltos largos para esse ano e separou realmente a nata da nata musical do pais, pela primeira vez na história fazendo jus ao nome do programa.

Alguns consensos foram chegados, entre eles que #TEAMRICK é sem dúvidas o mais potente da competição. O cantor detém as melhores vozes femininas da competição, e algumas das coisas mais hypadas no iTunes. Ele é seguido de Delta, e seu time tecnicamente treinado. #TEAMJOEL corre por fora com os nomes mais alternativos da competição, e completando temos o #TEAMSEAL. Aqui precisamos fazer um comentário... Como o mundo dá voltas! Seal que ano passado detinha o time mais forte da competição, esse ano se limitou a apenas um grande nome em sua equipe e vários candidatos avulsos. Também não podemos deixar de falar das "battles", que já começaram à todo vapor, e arrancaram gritos e arrepios de todo mundo. A competição está muito emocionante, e cada time tem o seu X-Factor.


#TEAMRICK é uma super potência, mas dentro das ótimas vozes que integram o time, tivemos nomes que se destacaram. Não restam dúvidas de que o maior deles é Imogen Brough, do top 3 entre os nomes mais fortes da competição, a cantora é a única que detém talento e experiência. Na cola dela temos duas cantoras em situações diferentes: Caterina Torres que vem sendo pimpada á torto e direito pela edição, mas que não faz tanto sucesso assim no iTunes; e Kaity Dunstan, que apesar de não estar sendo muito lembrada nas edições, não sai do top 100 no aplicativo desde à sua "blind" à quatro semanas atrás. Fiquem de olho nessa menina. Outros dois grandes nomes lembrados pelo Léo foram Miss MurphyJuliane Di Sisto que nos entregou a ótima performance de "Good Luck".

No lado B do time ainda temos o forte nome de Luke Kennedy que deve ir longe na competição, e a grande incógnita do time... A dupla Bec & Sebastian. Os gêmeos são bem aquém do nível do resto da competição, porém, além de terem uma ótima imagem, também detém uma grande base de fãs, e pode ser que eles cheguem sim nos "Live Shows". O time do cantor latino ainda conta com Simon Meli, que virou quatro cadeiras na sua "Blind", e Belinda Adams e sua potente voz. Completando o time ainda temos Nick, James, Sione e as duas Katies. Nomes que não devem passar das "Battles". Rick Martin tem um time "Power Vocal House" muito forte e pelo que já deu para perceber em sua primeira "Battle", podemos esperar coisas épicas e ótimos momentos desse time. É só aguardar.  


#TEAMDELTA ganhou experiência com a primeira temporada, e ao que tudo indica veio mais forte do que nunca esse ano. Além de repetir a mesma fórmula que deu certo o ano passado com Rachael (pimpar um candidato desde o início da competição), a cantora ainda conta com outros fortíssimos nomes. Logo não depende apenas de Celia Pavey. Se eventualmente a cantora for perdendo sua força do decorrer da competição, Delta Goodrem ainda terá outros cantores para investir. Um ótimo exemplo é Jackie Sannia, que teve uma linda "Blind", e continua muito bem colocada no iTunes. Outro grande nome do time era Anna Weatherup. Foi injusto a saída precoce dela? Foi! Em compensação deu mais força ainda para Celia crescer na competição. Logo, foi muito estratégico da parte da treinadora.

O time ainda conta com os ótimo nomes do rock Tim MorrisonRob Edwards, o segundo particularmente não me agrada muito, mas diz o Léo ter se encantado com a "Battle" dele. Quem agradou todo mundo foi Luke Mansini, que além de ter um ótimo perfil comercial, ainda detém uma linda voz. Quem também cantou Adele e agradou foi Mitchell Steele, o qual ainda esperamos a montagem de cenário com ele cavalgando nos "Live Shows". Duas discordâncias foram Josh Kyle e Sophie Phillis, o primeiro do meu agrado, a segunda do Léo, mas tenho as minhas dúvidas se ambos avançam na competição. Os candidatos que em comum acordo achamos superestimados foram Jenna Dearness-DarkBen Goldstein, mas esses sim, podem ir longe na competição. Completando o time temos Nathan e Oscar que também não devem ir muito à frente. Delta detém um time técnico muito bom, que com um bom investimento e treinamento ela tem grandes chances de abocanhar o caneco essa temporada.


#TEAMJOEL particularmente é o que mais me agrada, e também simpatiza muito o Léo. Todo o ambiente alternativo, com cantores indies que ele criou no time, deixou tudo muito bacana de se ver, e espero "Battles" realmente emocionantes. Nomes como Michael Paynter e Jessika Samarges logo vieram à nossa mente e sem dúvidas são os front-runners do time. O problema da segunda é que pode ser pareada com Kathy Hinch nas "Battles", já que são os dois nomes pop da equipe. Se isso realmente acontecer, épico vai ser pouco para descrever. Também não vemos a hora de assistir mais de Lyric McFarlandEmma Pask. Espero também ter a oportunidade de assistir as mais lindas do time, Kiyomi VellaHannah Darling.

Se por um lado temos nomes fortes no time do vocalista, de outro temos as grandes bombas da competição. Nomes que vão causar muita polêmica e muita discórdia ainda no decorrer da mesma. No topo da lista temos Chris Sheehy e sua premeditada briga com Joel Madden. Quer dizer... Além de cantar mal, ainda consegue arrumar confusão?! Outro ponto de discórdia foram os nomes de Danni Hodson Maya Weiss, a primeira querida do Léo e a segunda detém muito o meu favoritismo, além de provavelmente ser dona de um dos grandes "twists" da competição... Implorar por um "Steal"! Não podemos esquecer de Danny Ross que fez uma ótima "Blind" e deve ir longe na competição. Completam a equipe Nick, Adam e o "Steal" do Joel, Michael Stangel. Tínhamos também a menina do braço manco que justamente deixou a competição. O vocalista é o único dos três treinadores que não detém uma nome forte em sua equipe, e acho que está mais do que na hora de começar a trabalhar isso, antes que aconteça a mesma coisa que o ano passado e ele chegue com uma Sarah De Bono na final.


#TEAMSEAL montou o que designamos de time mais fraco da competição. O que é muito divertido, porque o cantor fez a limpa o ano passado, ofuscou muita gente boa, por estarem no mesmo time que Karise, e veio para esse ano cantando de galo. Porém foi sumariamente derrotado pelo "Bull Fight", conseguindo em poucas vezes garimpar bons nomes, montando um time de avulsos. Acontece que dentro desse time de avulsos temos um grande destaque, que pode ser o grande campeão da temporada. Harrison Craig é a Rachael Leahcar da vez, acontece que agora sob o comando de Seal, que acredito que saberá trabalhar muito melhor do que Delta este tipo de candidato. Compartilham ainda de um certo renome no time cantores como Sarah MartinShawne KirkeNicholas RoyJac Stone.

Cartas de favoritismos na mesa, temos o lindo tom de Alex Gibson e a incrível voz de Ryan Sanders. Teremos ainda as incríveis "Battles" de Soul e Blues, que serão protagonizadas muito provavelmente por Simone Stacey e Michelle Martinez, e Mitchell Anderson e Steve Clisby. Completando a equipe temos Lauren Dawes e os eliminados Tim MoxeySkye Elizabeth. O time do Seal tem ótimos nomes voltados para o Soul e acredito que pode render ótimos momentos durante a competição. Mas não existem duvidas de que se o cantor quiser o seu bicampeonato esse ano, existe apenas um nome à se investir. E esse nome é o de Harrison Craig

No mais é isso, vem torcer pelo seu candidato que as "Battles" continuam! 

Talvez Você Curta

5 comentários

  1. Vc poderia me informar onde tem um site pra fazer download dessa temporada do The Voice AUS?? Eu só vejo o The Voice USA mas tão falando bastante dessa temporada, que está boa, então me interessei né hahaha (y)

    ResponderExcluir
  2. Yan, você pode baixar facilzinho no PirateBay atraves de torrents, ou no site thevoicebr.com em avi pelo navegador.

    ResponderExcluir
  3. Jairo, the Vaka. Foi ótimo ajudar você nesse texto e sim, o the Voice AU é o melhor de todos! Os candidatos são fantásticos e você sempre se surpreende! Uma pena que não tenha o mesmo hype que o péssimo US e o Legalzinho UK...

    ResponderExcluir
  4. Ahh sim, vlw Leo =D

    ResponderExcluir
  5. leo reviravoltas no episodio de hj! chocado eternamente!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe