The Mindy Project 2x23: Frat Party

sábado, maio 11, 2013


The Mindy Project e a promessa de que coisas mais duradouras estão por vir.

A essa altura do campeonato, eu já perdi a conta de quantos personagens já passaram por The Mindy Project, é irmão, é amiga daqui, amiga dali, primo distante, afilhada, ex-mulher, família que mora no interior, uma longa lista de ótimos atores convidados de dar inveja à muita série por aí, como New Girl, que só começou à fazer isso agora no fim de sua segunda temporada. E com essa alta rotatividade na série, nunca aprendemos à dar valor aos seus personagens fixos, era sempre o dia que fulano ou ciclano ia aparecer no show. Porém, parece que se aproximando do seu final de temporada, a série resolveu dar uma pausa na muvuca, e mostrar que é importante sim, dar valor à quem já está aqui, e investir em longos relacionamentos.

Todos sabemos que Mindy já teve um relacionamento duradouro durante essa temporada, que terminou de forma trágica. Porém, com Casey vejo que funciona de forma diferente. Acho que é o primeiro cara que corre atrás de Mindy quando, inevitavelmente, pelos menores motivos, ela termina revoltada e sai loca atrás de outro homem para preencher o seu vazio. Foi a primeira vez na série que vimos um cara brigar por Mindy, o primeiro banho íntimo... Tudo claro, acompanhado por doses épicas de vergonha alheia, como o romantismo de enfiar sabão no olho do parceiro, ou usar um pole dance de trampolim para chutar a cara do adversário... Não vou nem começar à falar dessa briga, porque foram camadas de coisas que não consigo nem explicar. Mas que foi divertido ver que a vida do ex de Mindy está fudida, ah isso foi.


Continuando na mesma temática, outro relacionamento que a série brigou para resgatar foi o de Morgan com a clínica. No fim do episódio passado ficaram todos se perguntando, qual seria o destino do personagem, e quem era aquela no enfermeira na fila do mercado? Uma Azealia Banks mais do gueto (como se fosse possível). O que aconteceu foi que de tanto não suportarem mais a menina, os doutores foram atrás do enfermeiro, mas Morgan não queria que as coisas fossem feitas de qualquer jeito, tinha que ser igual nos filmes, com a proposta no papel sendo arrastada de cabeça para baixo... E já que nem isso deu certo, Danny e Jeremy resolveram apelar para o golpe do cachorrinho. No fim das contas não era nada disso que ia fazer Morgan mudar de opinião, mas simplesmente o fato de Danny chamar ele de Brother. Como não amar?

Teve ainda o plot da protegida de Mindy, que já é a segunda da temporada, e da festa da fraternidade. Sério, quando a menina apareceu, nunca que eu poderia imaginar que era Francia Raisa, de SLOAT, só fui me ligar depois que ela apareceu toda produzida para a festa. O lance do pole dance também foi bem engraçado, Mindy tentando tirá-lo e todas as piadinhas de "You can boo me all you want" ou de como o corpo dela não estava na melhor forma... Muito divertido. No mais é isso, acho que para a média que a série vinha imprimindo em seus últimos episódios, esse foi bem aquém, mas não chegou a ser ruim porque acrescentou muito para a história no geral. E que venha a "season finale" semana que vem. Até!

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Quando a menina Francia Raisa apareceu eu demorei a entender que era a mesma pessoa que a Mindy estava tutoriando! KKKKKKK
    Gente ela é muito diferente sem a fantasia de kenga!


    Eu estou adorando TMP! Está engraçada demais!!
    Agora eu achei que eles fossem desenroscar o relacionamento de Mindy e Danny, tipo New Girl, mas pelo visto esperaremos mais...
    Tudo bem, já gosto muito de Casey e a cena do chuveiro foi sensacional!


    E no final em que ela diz pra ele: "Just pass out, just pass out" kkkk

    ResponderExcluir
  2. sem a fantasia de kenga foi ótimo! bem isso!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe