Men at Work 2x10 (Season Finale): Weekend at PJ's

terça-feira, junho 11, 2013


Quem foi que disse que reciclar é preciso?

Dizem que reciclagem é uma boa porque é sustentável, eu particularmente sou a favor quando o assunto é lixo. Sim, aquele lixo que você descarta na sua casa. O problema ocorre quando os roteiristas de uma série começam a achar que não há problema algum em reciclar roteiros de filmes e comédias manjadas. Este episódio de Men at Work consegue ser o pior da temporada por este motivo.

Pegaram a ideia de The Hangover e fizeram uma versão pobre e boba, que peca desde a execução até a conclusão. Não sou exigente com Men at Work, entendo todas as limitações da série (no que diz respeito a investimento e senso criativo), mas uma coisa é não arriscar e outra é copiar.

Men at Work sempre foi eficaz em fazer rir. Mas se semana passada a série falhou em se repetir, aqui o que ocorre é pior, pois transferem uma ideia copiada para um episódio de 20 minutos, que pouco tem a oferecer. Se a ideia xerocada fosse o único problema, seria possível focar a review nos grandes feitos da temporada, mas neste episódio nem rir é possível.

As cenas no casamento foram forçadas. Diálogos bobos, brigas entre os amigos (daquelas que surgem por assuntos envolvendo dardos), discussões desnecessárias. Quando algo bem mais simples surtiria um efeito mais original a esta altura do campeonato. Apesar disso, afirmo que a 2ª temporada de Men at Work mostrou que a série merece continuar trazendo as aventuras dos 4 amigos pra tela da TBS.

O problema está aí. Episódios bons vs. Episódios fracos. A série conta com uma temporada de 10 episódios por ano. O mínimo que os roteiristas podem fazer é proporcionar boas risadas através de situações simples. Isso foi feito até o episódio 2x8. Os dois últimos acabam encerrando o segundo ano num clima morno e sem graça.

Cá estou eu novamente batendo numa tecla chamada “divisão de plots”. É notável o problema: Gibbs e Tyler juntos proporcionam um nível de humor elevado. Já Milo e Neal acabam quase sempre se perdendo em tramas medíocres. Amy, que antes conseguia dar uma força pro namorado já começou a soar forçada e óbvia. Milo mostrou certo crescimento neste segundo ano, proporcionando, uma vez ou outra, algumas boas risadas. É preciso tomar cuidado com essas decisões, afinal, entregar uma trama nas costas do Neal já se mostrou um erro.

Com plots manjados e poucas risadas, Men at Work se despede de 2013. É torcer pela renovação e pelo trabalho duro dos roteiristas no caso de uma terceira temporada (a TBS ainda não se pronunciou sobre o assunto). Afinal, os personagens da série já possuem fama de vagabundos, só falta agora a tal vagabundice passar para os roteiristas também.

A jornada sempre vale mais que o final. E a jornada pelo segundo ano da série proporcionou bons momentos. Que sirva de consolo.

• Observações:

• Audiência do episódio: 1.73M Rating: 0.8M (Vai que dá!).

• A todos que acompanharam as reviews da série aqui no SA, meu muito obrigado. Estou confiante num terceiro ano, então... até lá!

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe