S.A. Top: 5 motivos que impedem The Walking Dead de ser muito boa

sexta-feira, junho 07, 2013

The Walking Dead, famosa série do canal americano AMC é amada e adorada por milhões de telespectadores ao redor do mundo, mas após a exibição de seus episódios costuma deixar em muitos, a sensação de que poderia ser bem melhor e é por isso que essa semana apresentamos um top 5 de motivos que a impendem de atingir seu potencial máximo e ser realmente uma série muito boa.

1 - Mal aproveitamento do material original


Esse talvez seja o maior problema com The Walking Dead. É de conhecimento geral que a série é baseada nas HQ´s de mesmo título escrito por Robert Kirkman que já possui mais de cento e dez edições. Ou seja, material a série tem para se basear e apresentar histórias cheias de reviravoltas, muita ação e suspense. O problema é que a série não sabe se aproveitar desse excelente material em mãos pra desenvolver uma boa história e em vez de uma trama ágil, tivemos uma segunda temporada quase que inteira em que personagens ficavam ouvindo o som do vento, olhando sem propósito algum para um celeiro. É importante deixar claro que aqui não se cobra uma fidelidade ao roteiro dos quadrinhos, já que é perfeitamente compreensível que se trata de diferentes mídias, mas é revoltante saber que eles têm em mãos um ótimo material, cheio de acontecimentos ao inteiro dispor da produção para ser usado e ao invés disso temos que suportar uma grande leva de episódios arrastados, onde praticamente nada acontece. 

2 - Falta de carisma do elenco
 

Seja sincero, algum dos leitores se importam ou já se importaram com personagens como Lori, Carol, Hershel, Axel e Beth? Você lembrou de cara quem são os últimos dois citados? É bem provável que você como eu diga que não. Se Rick morresse no season premiere da quarta temporada da série você provavelmente ficaria impactado com a morte do protagonista, mas não soltaria uma lágrima e isso se deve a total falta de carisma do elenco de The Walking Dead. Já terminamos a terceira temporada da série e até agora não conseguimos nos importar de verdade com quase nenhum dos personagens, não temos por quase nenhum deles o apego que em meia temporada de Doctor Who nos foi despertado por Clara e isso é um grande problema. Como acompanhar por 7 temporadas a fio (só um exemplo) a vida de pessoas com as quais não nos importamos? Fica complicado. Por mais que a qualidade de séries como Grey´s Anatomy e Dexter tenham caído consideravelmente, somos capazes de assistir pela ligação que temos com os personagens, conexão essa que não temos com ninguém da série de zumbi do AMC. O sentimento que temos pela maioria deles seria algo como whatever, que seja, e olha que oportunidade e episódios focados em dramas individuais de cada um deles em uma tentativa de aproximá-los do publico não faltou, mas ao contrário do efeito esperado causou antipatia e raiva, quem não lembra das discussões intermináveis sobre a gravidez de Lori ou a traição da mesma para com Rick? Uma boa escolha de elenco é sempre importante, principalmente em universos onde personagens estão sempre em risco e supostamente nós deveríamos nos importar com eles. Só pra ficar no mesmo gênero, Zombieland (o filme, lógico) fez muito bem isso.

3 - As decisões criativas da série em relação às HQ´s
 

Um outro sério problema de The Walking Dead é que até agora ela ainda não se decidiu se vai ser uma série que vai ter como base as HQ´s da qual é originada e seguir um rumo próprio, ou se vai ser uma adaptação dos quadrinhos com algumas mudanças ao decorrer dos episódios. Porque a verdade é que até agora a série tenta se mostrar como algo independente, que toma as próprias decisões criativas quanto aos rumos do roteiro, mas simplesmente não consegue manter o distanciamento necessário pra que possamos dar valor ao produto televisivo por si só. Observemos dois programas semelhantes, ambos muito bem sucedidos em suas determinadas decisões. Temos a série The Vampire Diaries que tem a obra literária apenas como base mas que se afastou quase que totalmente do material  escrito, mudando as características de diversos personagens e os rumos da trama, conseguindo o status quase que de uma obra independente já que mantém apenas o nome dos protagonistas e o universo em que acontece, e também Games of Thrones que se assume claramente como uma adaptação da obra de  George R. R. Martin, isso pode ser observado na forma que a narrativa é conduzida já que os personagens e as direções de roteiro seguem de forma bem semelhante porém com mudanças necessárias, devido ao formato televisivo e às limitações de orçamento da emissora. Já The Walking Dead, segue de forma bipolar, tentando mostrar que é uma obra independente, tomando decisões como a morte de Sophia e de Andrea que não aconteceram nas HQ´s, mas ao mesmo tempo fica o tempo todo presa em estruturas e eventos dos quadrinhos de forma totalmente desnecessária, deixando claro que não tem colhões suficiente pra tomar o distanciamento da obra original a ponto de ser respeitada como um produto diferente.

4 - Hype da série
 

Antes mesmo de estrear, a série do canal pago americano AMC já era muito esperada pelos telespectadores do mundo inteiro, até aí nada demais já que isso foi resultado de uma boa divulgação por parte da emissora que envolveu até passeatas de zumbis por grandes centros urbanos em todo o mundo. O problema em cima do hype é que ele afeta diretamente diversas decisões no rumo que a série vai levar. The Walking Dead é uma série tão popular que além de ser uma das mais baixadas ilegalmente é também record de audiência na emissora em que é exibida, chegando inclusive a bater canais abertos e isso faz com que a série tenha que agradar a diversos públicos, prejudicando o bom desenvolvimento do roteiro. Por exemplo, pra conectar-se ao público adulto feminino investiu-se na trama da busca da menina Sofia por sua mãe causando um arrastamento da trama. Pra agradar ao público masculino foi feita uma cena de sexo entre os personagens Glenn e Maggie mas que não serviu pra nada soando totalmente deslocada. Muitos exemplos ainda poderiam ser citados como o cuidado pra que nada muito violento seja exibido já que um público mais novo também assiste a série, mesmo ela sendo de canal fechado, ou o fantasma da Lori aparecendo pra explicar de forma bem didática que o Rick está enlouquecendo. Mas o pior problema que o hype causa especificamente nesse caso é que pela quantidade de gente que vê a série e pelos números da audiência, a impressão que fica é que tudo está as mil maravilhas e que nada precisa ser mudado.

5 - A instabilidade do nível de qualidade dos episódios da série
 

Apesar de longo, lembro-me de ter terminado de assistir o piloto de The Walking Dead bastante empolgado. Com a sensação de que tinha encontrado uma boa série que sabia dosar a ação necessária (come on, é uma série de zumbis) com o drama dos personagens que viviam em meio àquela situação apocalíptica. Seguiu assim até o antepenúltimo, já que o penúltimo e o último de uma temporada de seis me fizeram literalmente dormir fazendo com que tivesse que voltar o episódio pra retomar o que eu havia perdido. Apesar do gosto amargo de um fim de temporada bem morno voltei pra segunda temporada, afinal o início tinha sido muito bom. Na season 2, todos tivemos que aguentar 7 episódios arrastados pra sermos recompensados com o choque de ver a menina Sophia saindo como zumbi de um celeiro e todos gritaram que The Walking Dead era muito foda. Tivemos mais um punhado de episódios chatos, porém um final cheio de ação e drama fez todo mundo esquecer os 10 anteriores cheios de enrolação e cheios de Lori (sendo redundante). A terceira temporada após mudanças na produção da série começou bastante promissora com muita ação e atitudes que realmente se espera de quem está vivendo em um ambiente apocalíptico pra logo depois de um hiatus voltar bem morna e lenta chegando ao cúmulo de fazer um episódio onde tudo o que aconteceu foi duas pessoas conversarem ao redor de uma mesa pra não chegarem a nenhum acordo. E teve o season finale anticlímax, com tudo aquilo que a gente já tanto comentou. E nessa variação a série vai. Enganando uns aqui (que dizem ser foda), arrastando junto com a trama outros alí (eu, que volto pra quarta) e assim continua os rumores em tudo que é lugar de que The Walking Dead é uma série muito boa.

Talvez Você Curta

30 comentários

  1. gosteeeeeeeeeei desse Top até pq tá uma critica construtiva do jeito q eu penso, menos a parte dos HQs q to por fora. Eu abandonei TWD na 1° temporada e nao sinto falta ou vontade de voltar de maneira alguma. O nivel de episodios foram assim:
    1x01 - Excelente
    1x02 - Ótimo
    1x03 - Bom
    1x04- Razoavel
    ta vendo? so foi caindo a qualidadeee, perdeu o carisma, historia, etc. E depois q so teve gente falando da season 2 ser um poço de lerdeza e a season 3 muito boa, nem vale a pena mesmo. Mas é gosto né? Eu n consigo ficar vendo 40 a 50min+- de tédio. My opinion.

    Mas respeito o gosto de cada um =]

    ResponderExcluir
  2. Já chegou ao Seriadores com um texto mto bom, Samuel.


    Concordo basicamente com td que vc listou, mas vou complementar com a minha opinião.


    Mal aproveitamento do material: por ser do AMC, se esperava que Walking Dead mantivesse a qualidade das produções do canal (Mad Men e Breaking Bad) e que fosse uma série capaz de apresentar excelente roteiro e ótima construção de personagens. Entretanto, a série vem fazendo um péssimo trabalho neste sentido e ao tentar aliar a ação ao estilo de Mad Men e Breaking Bad, ela acaba ficando no meio do caminho, sem construir uma grande narrativa e sem entreter o público como séries mais populares, chegando a ter episódios bem monótonos e que ainda não possuem apelo PNC nenhum. O primeiro episódio da série foi o único que conseguiu fazer isto com competência e por isto empolgou tanto.


    Falta de carisma do elenco: para mim, além de não ter carisma, o elenco é ruim mesmo, porém o pior é que os personagens também são muito ruins. Acho que nem mesmo grandes atores conseguiriam imprimir um pouco de carisma a personagens tão fracos. Suas motivações beram o ridículo.


    Concordo muito com os outros pontos que vc listou, mas eu acrescentaria a falta de qualidade do roteiro. Os roteiristas de Walking Dead não conseguem nos apresentar grandes diálogos ou criar situações memoráveis pelo roteiro, sem dizer que a má construção dos personagens também é consequência disto.


    Parabéns pelo texto Samuel.

    ResponderExcluir
  3. É bem por ai mesmo Itamy, eu continou vendo acho q levado pelo hype mesmo, mas o nivel dos episodios varia muito mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Se fosse em Breaking Bad, pode ter certeza que a cena dos dois na mesa teria sido épica e genial.

    ResponderExcluir
  5. Concordo muito com vc Diogo, vejo Breaking Bad tambem e por mais q alguns episodios não tenham ação e tal ela sabe criar bons dialogos e trabalhar os personagens como vc falou. Usei falta de carisma pra não ser muito duro, mas realmente tem atores sofridos nessa serie.

    ResponderExcluir
  6. Eu concordo com basicamente tudo, mas em relação ao carisma dos personagens tem o Daryl.Eu acho q o personagem ja cativa pelo resto do elenco!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito dele Ivani, mas acho q não compensa pelos demais não, todo mundo na serie é meio inexpressivo, não tem muitas variações na atuação.

    ResponderExcluir
  8. Olha Samuel, em linhas gerais, seu texto tá irretocável. Acho até que você foi muito bom em apontar apenas 5 erros em The Walking Dead (e sim, eu assisto, não largo e até me deixo enganar chamando a série de foda algumas vezes)...

    Mas, pegando um pouco a idéia da sua terceira razão, eu quero apontar aquilo que EU ACHO ser o maior erro da série: Robert Kirkman.

    A razão da série não saber se se mantem fiel aos quadrinhos ou segue sua vida própria é porque Kirkman é produtor executivo e METE O BEDELHO EM TUDO, além de não aceitar muito algumas mudanças bruscas no roteiro, ou seja, ele não gosta muito que mexam em sua história (o que é ironico já que permitiu uma adaptação, mas que seja)..

    Não é de hoje que rolam boatos (e muitos de fontes confiáveis) de que Kirkman sempre entra em discussões com a equipe criativa da série e a AMC não sabe controlar a situação dando muito crédito para uma pessoa que não entende absolutamente nada de televisão apenas para deixar Kirkman feliz... Não é atoa que muitos creditam as quedas de Frank Darabont e Glen Mazara ao Robert Kirkman (os boatos que rolam é que Darabont caiu após brigar com a cúpula da AMC pelo enorme poder que dava ao Kirkman e a AMC não aceitou muito bem isso, e Mazara claramente saiu por não concordar com os caminhos criativos que se desenhavam para a 4ª Temporada)...
    Ou seja, sei que Kirkman é um gênio e o seu material por si só já é excelente, mas ele é o cancer de The Walking Dead (série) pois, uma vez que permitiu a adaptação, ele deveria deixar ela nas mãos de pessoas que entendem de TV e o fato de ser um bom quadrinista (existe isso?) não o faz um expert em TV... São mídias diferentes... E, por mais que sejam boatos, tendo em conta a grande quantidade deles e as decisões completamente esquizofrênicas da série, eu acredito que seja esse o grande problema de TWD.

    ResponderExcluir
  9. Oi Thiago até concordo com vc em alguns aspectos, mas nem acho q o Kirkman seja o maior causador dessa baixa qualidade da série, pq digamos q ele não permita certas mudanças na história, mas se os roteiristas não mudassem nada e fossem fiéis as HQs a serie já serie muito melhor. Ao meu ver o problema nem é o conteúdo da série em si, mas o modo como ele é posto em ação. Como vc falou a série é realmente esquizofrênica.

    ResponderExcluir
  10. Texto muito bom! Concordo com tudo, especialmente com a falta de carisma do elenco. A segunda temporada foi povoada por um grupo de loiros avulso da fazenda que eu nem sabia explicar quem era! Assim fica muito difícil temer pelo destino dos personagens!

    ResponderExcluir
  11. Com relação ao carisma dos personagens, acredito que é essa mesmo a intenção, uma vez que eles gostam de deixar claro que só existe a sobrevivência; não há amanhã para os personagens; não há mocinho/vilão (um exemplo disso ocorreu naquele episódio em que o Rick vê uma cara com mochila de acampar nas costas - não lembro bem as circunstâncias, acho que ele tinha ido buscar suprimentos com Michone - não socorre o cara, e, na volta, apenas pega a mochila do cara, que fora morto por walkers).
    Concordo que a série peca com relação à fidelidade aos HQs e à instabilidade dos episódios, porém, não deixa de ser uma boa sério.
    De qualquer forma, ótimo post!

    ResponderExcluir
  12. Valeu Hallison! TWdead precisa melhorar logo! Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Q bom q gostou Analice. Game of Thrones q tem muito mais personagens q aparecem 2 segundos em tela eu me importo mais.

    ResponderExcluir
  14. "Se"... não existe.
    Só num mundo alternativo da Realidade alternativa da Terra-2.

    ResponderExcluir
  15. Concordo com tudo do texto, exceto o fato do elenco não ter carisma. Tudo bem, tem muita gente avulsa lá, mas essa 3º temporada deu uma boa humanizada em todos os personagens. Se a AMC seguisse ao menos 70% do material da HQ, TWD séria épica, mas não entendo como o Sr. Kirkman aprova a cagada que estão fazendo com TWD( acredito que a culpa de TWD ser asim é dele)

    ResponderExcluir
  16. Pior q aparentemente não tem mesmo motivo pra mudar. A série só bate records um após o outro. Aí complica!

    ResponderExcluir
  17. Acho TWD ótima, mas não tenho afeição por nenhum personagem mesmo

    ResponderExcluir
  18. The Walking Dead é a série mais SUPERESTIMADA !! Não tem personagens cativantes, uma história criativa, reviravoltas cretinas no roteiro, teve muita é linguiça pra uma série tão curta, de apenas 35 episódios. The Vampire Diaries por exemplo começou a cair no marasmo mesmo só lá no episódio 70 e mesmo assim conseguiu se reerguer, coisa que essa outra aí não fez até hoje. Continuo assistindo pq apesar de todos os defeitos, não gosto de deixar nada em aberto, mas volto pra próxima temporada com a expectativa que me surpreenda, no mínimo !

    /podem me julgar u_u

    ResponderExcluir
  19. "Olha Samuel, em linhas gerais, seu texto tá irretocável. " Você falou tudo e eu concordo aqui com o Thitão!

    ResponderExcluir
  20. Guilherme Vellozo Vianaterça-feira, 11 junho, 2013

    Meu texto esclarecendo porque eu vou parar de assistir TWD. http://vianaseries.wordpress.com/2013/06/04/por-que-eu-vou-parar-de-ver-the-walking-dead/

    ResponderExcluir
  21. Legal o texto, eu ainda vou continuar vendo.

    ResponderExcluir
  22. Te julgar não Carlos, TWDead é superestimada MESMO!

    ResponderExcluir
  23. Ahhh...vão dar meia hora de cú!

    ResponderExcluir
  24. se não gostam de twd façam um seriado de zumis melhor seu palhaço.. são bosta nenhuma e ficam falando besteiras'

    ResponderExcluir
  25. Primeiro de tudo A SERIE THE WALKING DEAD EH OTIMA E NAO TEM COMO TODOS OS EPISODIOS SEREM PERFEITOS , SIM CONCORDO QUE TEM ALGUNS QUE SAO TEDIOSOS MAS FAZ PARTE ISSO NAO QUER DIZER QUE A SERIE SEJA RUIM.


    E outra a serie the walking dead é uma serie de DRAMA . porem é um drama com acao e suspense!

    OU seja se todo episódio fosse de acao não ia ter GRACA TBM! POIS TBM IA FICAR TEDIOSO!!

    E PARA AQUELES QUE DIZEM QUE NINGUEM SE IMPORTA COM OS PERSONAGENS ESTAO ENGANADOS POIS ISSO AI EH QUE NEM O CU CADA UM TEM O SEU!!

    EU ME IMPORTEI COM VARIOS PERSONAGENS Q MORRERAM!!
    ISSO EH RELATIVO!!! CADA PESSOA SENTE ALGO!!!


    ResponderExcluir
  26. Vc so falou bosta a beth eo resto nao tem uma boa cara pq eles nao estao vivendo normal e contra zumbi entao vc que qui chega um zumbi eles ficam sorrindo como se nada tivesse acontecendo menina ou menino vai se fude pq vcs nao entendi de the walking dead seu ou sua idiota

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe