S.A. Especial: Seleção Seriadores – Faça uma maratona Castle!

quinta-feira, julho 24, 2014

Existem dois tipos de pessoas que pensam em como matar alguém.
Psicopatas e escritores de mistérios.
Eu sou o cara que pagam melhor.
Quem sou eu?

O pior momento na vida de qualquer seriador é o intervalo que divide as temporadas anuais das séries. Conhecido como hiato, este período do ano é desesperador, angustiante e de enlouquecer até os mais equilibrados.

Muitas vezes buscamos compensar esta ausência acompanhando as temporadas de séries da Summer Season, os famosos romances de verão. Mas a grande verdade é que NADA será capaz de suprir o vazio no peito deixado pela série que amamos, pois como já dizia Carlos Drummond de Andrade: “...a ausência assimilada, ninguém a rouba mais de mim.”.

Então, o que se vale é viver a experiência da saudade. Alimentando o sentimento por cada personagem, elementos, casos e histórias, através da recordação. E apaixonando-se mais uma vez, por cada detalhe que você nunca se esqueceu, mas sempre terá satisfação em rever.

Por esta razão, o Seriadores Anônimos elaborou uma lista especial, com uma seleção mais do que caprichada para você (leitor apaixonado por Castle) maratonar até o dia 29 de setembro. E assim, acalentar a ansiedade, preparando o coração para o sétimo ano de uma divertida, complicada, contagiante e emocionante história de amor.

Seleção 1: Para morrer de rir.

1. Wrapped Up in Death (2x19) – (Aquele com a maldição da múmia)

Se algo acontecer comigo... pode ir ao meu guarda-roupas e se livrar dos meus pornôs?


Até hoje, considero este o episódio mais engraçado da história de Castle. Me lembro que a primeira vez em que assisti a Wrapped up in death, simplesmente, não conseguia me conter em tantas gargalhadas.

A partir do momento em que a investigação leva Castle a seção reservada do museu e o escritor reconhece estar vivendo o seu momento Indiana Jones, abrindo o sarcófago de uma múmia e sendo amaldiçoado por tamanha ousadia. Não há uma cena que se salve em seriedade, começando com o corte em uma folha de papel, seguindo por uma absurda queda de sua cadeira, uma perseguição canina que lhe rendeu as calças rasgadas, tendo o ápice da palhaçada com a memorável abraço desesperado ao piso do elevador.


O que eu faço se o elevador cair? Devo pular no ar?
Não! Deitar no chão.


Foi tanta desgraça que não poderia ser apenas coincidência, e quando descobrimos que Beckett se une aos parceiros para aprontar com a maldição de Castle, tudo fica mais divertido. A curiosidade fica por conta de como Rick fora capaz de romper o ciclo das maldições antes de deixar Alexis órfã.

Mais do que uma boa pedida para grandes gargalhadas, Wrapped up in death é um excelente episódio para indicar aos amigos que querem conhecer Castle. Fica até difícil acreditar que estamos falando de um drama em investigação criminal.


2. Nikki Heat (3x11) – (Quando conhecemos Nikki Heat)

Ele está a fim de você. Mas você está determinada a não ceder aos sentimentos que, claramente, tem por ele. Então ele fantasia com você pela escrita. Isto é masturbação verbal, literalmente.


Com uma terceira temporada mais do que perfeita, o episódio em que conhecemos Natalie Rhodes (Laura Prepon) é um contraste a parte. Com a composição da comédia, não apenas por diálogos engraçados, mas também pela estrutura criada e as circunstâncias impostas à detetive Beckett, que se vê perseguida por uma insana obcecada pelo trabalho. Este episódio transforma a NYPD em um verdadeiro "rendez vous" que só com a personalidade heat teria tamanho potencial para provocar. 

O que mais chama a atenção em Nikki Heat é que a comédia não fica em responsabilidade de Nathan Fillion, pois a atriz Laura Prepon é quem rouba a cena em todas sequências as quais aparece. Para os amantes de Orange is the New Black vale a pena conferir o talento absurdo da atriz, demonstrando toda sua desenvoltura e veia cômica.


3. Undead Again (4x22) – (Aquele sobre a zombie walk)

O assassino é um zumbi.


Mais do que um episódio genial, Undead Again é um grande “salvador” da reta final da quarta temporada de Castle. O episódio precedeu Always, e pouco se esperava do mesmo, principalmente por conta da sequência de roteiros sérios e pouco satisfatórios do período. Mas quando nos deparamos com uma testemunha, totalmente enlouquecida, dizendo que se tornaria um zumbi por ter sido mordido pelo assassino da vítima. Nós sabíamos, aquele episódio prometia.

E não só prometeu como entregou o melhor roteiro, ao estilo Castle, de sua quarta temporada. Com direito a Rick e Kate sendo encurralados por uma multidão de zumbis e a sequência de interrogatórios mais excêntricos da história.

Fica a menção honrosa pela cena aonde o rapaz (supostamente morto) levanta da mesa do necrotério deixando todos atônitos e Beckett em dúvida do quê fazer com uma arma.

"Há algum código policial para 'Zumbi a solta?' " [Castle]


4. Scared to Death (5x17) – (Aquele com o DVD amaldiçoado)

[Kate] -Pense o seguinte. Em todos estes filmes de terror alguém sobrevive.
[Castle] -Sim alguém, um de nós. E o outro é amaldiçoado por ser charmoso e engraçado. Acho que eu não preciso te dizer qual o tipo de chance que o comediante tem.


É mais do que válido de que toda temporada tenha um episódio com um crime excêntrico ao estilo surreal, e de que esta “mitologia” venha a render hilários debates entre Castle e Beckett. Mas Scared to Death consegue ir além do que qualquer expectativa.

Ao se deparar com um vídeo, no mínimo estranho, Castle se convence de que morrerá em três dias. Com um conceito tão simples, o episódio mergulha em diálogos absurdamente divertidos, associados aos momentos mais inapropriados possíveis, e as inúmeras expressões de desespero que afligem Rick por descobrir que irá morrer antes de completar a sua lista de desejos, “fazer antes de morrer”.


[Esposito] -Como um DVD irá te matar? Virá até você como uma estrela ninja e cortará a sua cabeça?
[Castle] -Não é o DVD que vai me matar, Esposito. É o espírito que está dentro do DVD.


6. The way of the ninja (6x18) – (Aquele em que um ninja é o assassino).

Beckett… Um ninja roubou a arma do crime.


Sabe aqueles roteiros que te enganam completamente? Você pensa que vai ser algo sério ou dramático e de repente... Tudo se transforma em uma grande comédia? Castle tem o dom em produzir episódios neste estilo, e The way of the ninja é um exemplo clássico.

Apesar de investigarem um crime que leva a um assassino perigoso, o roteiro se desenvolve de forma descontraída e com inúmeras cenas de fazer você perder, totalmente, o foco sobre o que realmente se tratava o caso.

A grande diversão fica por conta de Rick, Ryan e Esposito se enfiando em uma boate privada para encontrarem mais pistas. Mas ao invés disso, Castle vai parar em uma sala privada com uma gueixa, Esposito esbanja o cartão de crédito do escritor, e Ryan descobre que adora cantar.


[Castle] – O assassino não pode ser um bailarino. Pois seria muito decepcionante.
[Kate] – É claro, não podemos deixar que fatos atrapalhem uma boa história.


Seleção 2: Como não se apaixonar por este casal?

1. Flowers for Your Grave (Piloto) – (O prólogo de um best seller)

[Castle] -É uma pena. Seria ótimo.
[Beckett] -Você não faz ideia.


Eu adoro o piloto de Castle. E simplesmente engraçado, envolvente e romântico. A química entre os protagonistas é responsável por embalar todo o episódio de forma divertida e sensual.

Mas, realmente, o que me fez perder as contas de quantas vezes eu já assisti à Flowers for Your Grave, é o quanto me impressiona a sutileza do roteiro para o surgimento de Kate na vida de Rick. Por mais que seja um incidente cruel e, de certa forma, macabro. É a morte quem traz uma nova vida para ambos, literal e subjetivamente.

Então, não vemos apenas o nascimento de uma história de amor, vemos o nascimento da esperança. Sabe aquela subjetividade da mitologia de Pandora? É exatamente este sentimento que vejo expressado no sorriso descontraído de Kate e, no olhar maravilhado de Castle.


Time to make one last appeal for the life I lead. [Stop and Stare – One Republic]


2. Knockdown (3x13) – (O primeiro beijo e o primeiro “Always”)

Isso foi incrível!


Knockdown é um daqueles episódios em que temos a imensa vontade de abraçar a Kate para acalentar sua dor. E foi exatamente o Castle fez para nós.

Nem vou perder meu tempo dizendo o quanto este episódio é sensacional. Mas, realmente, é o primeiro episódio da série que incendiou o coração shipper.

Além de se transformar em um verdadeira parceiro para a detetive, ao decorrer da investigação. Castle se faz provar que não perde a oportunidade e “aproveita” o momento, em seu máximo. Seja este o momento de beijar, (muito bem, obrigada!), a mulher que ama pela primeira vez. Mas também, pela oportunidade de salvar a vida de Kate e prender Lockwood, (com direito a muitos socos de desabafo).


3. Always (4x23) – (Inesquecível)

I just want you.


Você já se apaixonou por alguém a ponto de fazer tudo por esta pessoa, na esperança de ser notado? Mas então percebe que tudo tem o seu limite. E quando desiste e perde a esperança de um final feliz para aquilo que só trouxe dor, é quando finalmente este alguém sente a sua ausência.

Isto é Always.

Se cada um for dizer o que pensa ou o que sente deste episódio, teremos uma metamorfose de emoções que se concluem em uma única palavra: Perfeição.
Não é pelo caso, não é pela iminente morte de Beckett ou pela descoberta de mais uma pista no caso Jhoanna Beckett.

Tudo é pelo sentimento. Um amor que nasceu, cresceu e se alimentou de esperanças, mas que estava prestes a ceder ao desespero de um coração angustiado e, acaba encontrando em um último instante de aceitação, a retribuição de uma cumplicidade fiel.


Por quatro anos eu estive bem aqui, por quatro anos.
Esperando que você abrisse seus olhos e visse que eu estou bem aqui e que sou mais do que um parceiro.
Todas as manhãs eu lhe trazia um copo de café só para poder ver um sorriso em seu rosto. Porque eu acho que você é a mais extraordinária, irritante, desafiadora e frustrante pessoa que eu já conheci. [Castle]


4. Still (5x22) – (Quando, finalmente, Kate diz: “I love you”)

Mesmo nos piores dias há uma possibilidade de alegria. [Kate]


Still é um episódio que poderia se encaixar em todas as categorias de seleção criada neste post. É um roteiro divertido, tenso, com um caso que direciona Kate como possível vítima. Enfim... não há como fazer uma lista com os melhores episódios de Castle e não citar este episódio.

Mas o que rouba o coração de todos nós é recordar os momentos mais absurdamente divertidos e românticos que concretizaram esta história de amor.


Seleção 3: Que episódio #@$%&!

1. Knockout (3x24) – (Quando Castle se declara)

Somos moldados por nossas escolhas e somos maiores que nossos erros.
Não existem vitórias, apenas batalhas. E no final, devemos ter esperança de encontrarmos um lugar para deixarmos a nossa marca. [Kate]


Sem dúvidas, no conjunto da obra, esta é a melhor Season Finale de Castle.

Eu sei que vou causar polêmicas, mas a verdade é que Always nos ganha por duas cenas, mas Knockout é o exemplo de um excelente roteiro que valoriza toda a contextualização de uma storyline.

Desde suas cenas de ação, o desenvolvimento do caso e a inserção do Capitão Montgomery como o grande responsável pela sequência de eventos que provocou a morte da mãe de Kate. Este episódio é genial do começo ao fim, e sendo responsável também, pelo melhor cliffhanger da história de Castle.

Se Rise possui a segunda maior audiência da série, as honras se devem a knockout.


2. Kill Shot (4x09) – (Quando Kate sofre de TEPT)

Você acha que é uma fraqueza? Então transforme em força. Faz parte de você. [Esposito]


Kill Shot é o típico episódio de série que se você é fã ou não, ou se acompanha a mesma, não importa! Você deve assistir esta obra-prima da dramaturgia.

Apoiado no trauma vivido por Kate em knockout, o episódio aborda a investigação em uma perspectiva capaz de reavivar os “fantasmas” da detetive, expondo as consequências de quem sofre de síndrome pós-traumática.

Com um excelente plot e uma interpretação fenomenal de Stana Katic, o episódio foi fonte de inúmeros elogios na época em que foi exibido. Sendo responsável, também, pela maior audiência de Castle em reprises, pelo canal ABC.


3. Target (5x15) – (Aquele do sequestro da Alexis)

“Sabe, ainda me lembro... Quando Alexis nasceu, entregaram-me aquela... pessoinha, toda enrolada em uma coberta. Ela apenas... olhou para mim. E quando olhei para ela, um sentimento me atingiu... como se tivesse sido acertado por um raio. Era amor. Aquele amor instantâneo e inexplicável que só sentimos por um filho. Naquele momento, eu soube. Soube que minha vida havia mudado para sempre.”


Confesso que já falei tanto deste episódio, quando ele foi ao ar, que nem sei mais o que dizer sobre o ápice de Nathan Fillion, em Castle.

Em meio a uma temporada que começava e sentir o impacto das críticas por apresentar casos medianos e irrelevantes. Target surge como a primeira parte do tradicional episódio duplo, e como quem não quer nada, somos surpreendidos com o que, até então, fora o melhor episódio da história da série.

É absurdamente complexo e voltado, exclusivamente, a expor a psicologia de um pai que acaba de “perder” a filha.

E quando um roteiro com tamanha qualidade é entrego em mãos de alguém como Fillion, não poderíamos ter assistido, nada menos, do que um espetáculo liderado por sua atuação.

Ainda que sua segunda parte não consiga alcançar tamanho primor, Target ficará na história de Castle, provando que quando quer, a série tem mais do que potencial para a composição de dramas excepcionais. Provando apresentar um elenco rico em talento e flexibilidade.


4. In the Belly of the Beast (6x17) – (Aquele que Beckett escreve a carta para Castle)

Preciso que você saiba que a nossa parceria, o nosso relacionamento, é a melhor coisa que já aconteceu para mim. Você é um homem incrível e eu te amo, com todo o meu coração. Sempre. [Kate]


Interessante pensar que apenas um ano separa o episódio Target de In the Belly of the Beast. Este foi o período em que o primeiro mereceu ser caracterizado como o melhor episódio da série, porque quando Kate Beckett decide trabalhar disfarçada para derrubar o crime organizado, eu perdi as estruturas do quanto Castle poderia ir tão longe.

Para honrar uma trama que começava a galgar os primeiros degraus, no quarto episódio da primeira temporada. Seis anos depois, há um passo do encerramento, Andrew Marlowe entregou a perfeição que entrelaçava a história de Jhoanna Beckett e William Bracken.

Mais do que expor a complexidade da storyline da série da maneira como ela merecia, após seis anos. Temos a oportunidade de presenciar uma outra perspectiva do seriado, aonde não há qualquer investigação criminal de assassinato e Beckett se transforma em uma assassina russa, infiltrada em um cartel de drogas.

Surpreendente, emocionante e muito além do qualquer um poderia esperar. In the Belly of the Beast é a máxima que qualquer seriado teria orgulho em alcançar, garantindo o panorama perfeito para as cortinas do encerramento, que viria em Veritas.


Eu o salvei e ele disse que me devia. E agora estamos quites. Então da próxima vez que nos encontrarmos... [Kate]
...

E você leitor, qual episódio deveria ser acrescentado a esta maratona? Compartilhe conosco, nos comentários, os seus episódios favoritos de Castle.






Talvez Você Curta

24 comentários

  1. Nem acreditei quando abri o site e vi a foto e o título do primeiro post!!! =) abri logo um sorriso enorme! Realmente que saudades de Castle!!

    Na falta da série tenho estado a por Unforgettable em dia que tinha ficado no final da primeira temporada quando foi supostamente cancelada. O cancelamento e subsequente descancelamento fez-lhe muito bem porque se livraram de todos os coadjuvantes insignificantes e voltaram com um novo cenário, contexto e novas personagens secundárias bem melhores que os anteriores. Agora no departamento de major crimes de Nova Iorque foi possível criar histórias bem mais interessantes e impactantes para a Carrie e o Al, sem esquecer de trazer a fantástica médica legista Joanne com eles :) já terminei a segunda e estou a começar a terceira temporada que está a sair agora e estou a adorar.

    Mas porque é que eu estou a falar tanto de Unforgettable num post sobre Castle? Simples, apesar de não chegar aos pés da última, Unforgettable tem-se provado uma excelente série de verão para acompanhar na ausência de Castle no mesmo estilo. Também alterna entre episódios e momentos mais engraçados com outros mais sérios e impactantes, casos de mistério interessantes (embora nem de longe tão criativos como os de Castle), bons personagens e um romance para shippar os protagonistas. A Carrie é super carismática e a sua memória infalível dá o toque de diferença que um procedural precisa para se distinguir dos demais. Recomendo aos fãs de Castle que procuram algo novo para acompanhar até que chegue finalmente 29 de Setembro ;)

    Entretanto comento as selecções de Castle assim que tenha tempo de ler o texto na íntegra :) mas adorei a ideia e o formato! Excelente post! Realmente Castle consegue fazer episódios fantásticos em estilos totalmente diferentes sem deixar de ser Castle!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Su, tudo bem?
      Poxa bacana sua dica. Na vdd eu sempre tento tbm indicar outras séries que vejo durante o hiato.
      Confesso que comecei a ver esta última temp de Unforgettable ano passado, mas não gostei não. Porém, concordo contigo, a série estava bem melhor do que o primeiro ano.
      Só aproveitando o seu gancho, no momento estou acompanhando Covert Affairs, não segue a mesma linha de Castle, mas é bem envolvente no quesito, apaixonar-se pelo protagonista, além de ter muito romance.
      É uma boa pedida pra esta época.
      Bjks.

      Excluir
  2. Além desses eu tenho mais um que acho que DEVE ser visto:
    1- 05x05 - Probable Cause: Esse episódio é excelente e temos a chance de ver um Castle mais "badass".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis um epi que estava na lista, mas quando vi que estava ficando grande demais, acabei removendo.
      Ótima escolha.

      Excluir
    2. Oi Sol, queria dizer que suas reviews são ótimas. Eu tbm acompanho Covert Affairs e queria saber se não rola de fazeres as reviews tbm ^^ Mesmo não sendo uma Walkerson, aposto que vc faria justiça a essa série tão subestimada.

      Excluir
  3. Eu fiz maratona de Castle e recomendo.
    Recomendo o episódio 6x05: Time Will Tell. Um dos melhores na minha opinião, link aqui-> http://www.seriadores.com.br/2013/10/castle-6x05-time-will-tell.html
    Ótimas indicações (a quem que quero enganar? adoro quase tudo em CastleXD).
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Deby tudo bem?
      Então, é que quando comecei a escrever ficou enorme, mas eu tinha criado uma seleção chamada: "Isto é surreal? Não, isto é Castle.
      E Time you tell estava nesta seleção.
      Porém o texto começou a ficar enorme e daí eu cortei.
      É uma ótima pedida, e uma das melhores participações especiais de Castle.
      bjão.

      Excluir
  4. Oi Solange. Comecei uma maratona de Castle por sua causa na semana passada, quando ouvi o cast em que você falava muito bem da série. Resumindo já estou na 4° temporada e apaixonada pela série e seus personagens, e muito chateada com a morte do capitão. Muito obrigada por me apresentar essa série incrível. Abraços!!! Um beijinho no ombro no próximo cast, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heyyyyyyyyyyyyy Ana Paula.
      Kramba que felicidade! Consegui recrutar mais uma para o grupo das Casketts?
      kkkkk
      Poxa fico muito feliz mesmo.
      Espero que possa acompanhar, conosco, o começo da sétima temporada dia 29/09.
      Aqui nas reviews do S.A.
      Bjão.

      Excluir
  5. Já perdi as contas de quantas vezes fiz Maratona Castle...simplesmente não me canso de assistir!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vdd. Eu adoro as primeiras temporada, mas tem dia que seleciono só os engraçados que é pra esquecer de tudo e morrer de rir.
      bjks.

      Excluir
  6. Pela primeira vez uma pessoa concorda comigo que Knockout é a melhor season finale de Castle até hoje, Always tem seus méritos, mas nada superou aquela finale para mim, aliás a 3ª temporada ainda é minha favorita.
    Ótimo post, espero que ganhemos muitos amiguinhos fãs de castle. <3

    ResponderExcluir
  7. Ameiii caskett always boa escolha dos episódios gostii!!!

    ResponderExcluir
  8. Sol,

    Ficou ótima essa sua seleção, gostei demais de tudo que você escreveu e, daquela relação que passei, oito episódios estão aqui.

    Senti falta de alguns, pra mim importantes como: Veritas, Diciple, Probable Cause, After the Storm, That ’70s Show, To love and Die in LA, The Lives of Others e Rise.

    Mas fica muito longo e trabalhoso, embora prazeroso escrever sobre todos os episódios que gostamos, não é mesmo? Por exemplo: em Nikki Heat, chorei de rir quando Nathalie pergunta para Beckett se Castle era gay... ou em That ’70s Show as cenas de Castle criticando o script e Beckett lendo o script tb e depois batendo na mesa com um pouco de delay rsrsrs e Lanie, Ryan e Esposito naquelas roupas? e o tombo do Esposito... rsrsrs

    Agora, o época pra ficar maluco é essa do hiatus e ainda mais quando tem uma cliffhanger dessas que sei que não foi legal, mas me deixou muito curioso a ponto de desenvolver teorias malucas sobre como seria o retorno da série na 7ª temporada. Nós mesmos já conversamos muito sobre isso, rsrs

    Mas tb por outro lado, para diminuir essa dependência de Castle, eu procurei rever toda a série, estou na 4ª temporada e assistir outras séries como Convert Affairs, Person of Interest e minha preferida comédia The Big Bang Theory.

    Estou aguardando muito pela 7ª temporada, pois estou torcendo que a história fique parecida com uma de minhas malucas teorias... rsrs

    um bjão
    Ricardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Ricardo, belezinha?
      A gente já conversou pks.
      Mas vc acertou na mosca, foi bem trabalhoso e estava ficando muiiiito longo, daí tive que rapa fora um monte de epi. Até as menções honrosas eu tirei pra dar o gostinho do pessoal comentar mesmo.
      Vc tá certo, tem que ver outras séries mesmo e esquece um pouco. Castle é nosso grande romance, o relacionamento vital para cada ano, então sentir saudade faz bem.
      hehehe
      bjão.

      Excluir
  9. Aqui estou eu de volta, desta vez com os meus palpites depois de ter lido tudinho ;)

    Como é possível escrever uma selecção dos episódios mais divertidos de Castle e não incluir o do tigre?? :D haha, agora a sério, selecção excelente :) embora nem todos sejam os meus episódios de eleição pessoais, são todos fantásticos! Alguns é até difícil escolher em qual lista por, porque são tão bons em diferentes aspectos. Não sei se foi propositado ou não, mas reparei que em cada lista não tem mais que um episódio da mesma temporada, então aí também já limita algumas adições pessoais que eu faria. De qualquer forma, foram poucos os episódios que vi mais que uma vez e os que vi foi na mesma perto da altura em que saíram então só tenho mesmo a impressão que me deixaram na altura para a avaliar, mas vou mencionar os meus palpites do que me lembro.

    Relativamente aos de morrer de rir, achei todos boas escolhas, mas assim de repente, da 3ª lembro-me que achei piada ao de steampunk (3x04) e ao da suposta abdução alienigena (3x09). Quão engraçado era o Castle a assobiar a abertura de X-files enquanto exibia triunfantemente o livro que a vítima esta a ler? :D aliás esse seria um bom tópico para uma selecção 4, de episódios de homenagem a filmes ou séries, há um montão deles em Castle, outra das coisas que a distingue de outros procedurais. Mas bem voltando ao tópico, da 4ª como já referi para mim nenhum bate o Cuffed em que eles acordam algemados sem saber como lá foram parar! Mas o escolhido também é muito bom "The killer is a zoombie!" *high-5* :D Da 5ª tem o dos Hamptons em que o Ryan descobre sobre o relacionamento deles (5x04 Murder He Wrote, também de homenagem! Eu não digo que é difícil escolher a lista?), o 5x14 em que o Castle dá por engano o presente de dia dos namorados para a Gates, eu juro que soltei várias gargalhadas sozinha nesse ao ponto de pausar o episódio e voltar atrás para ver de novo, e finalmente o episódio 100 (5x19) que também talvez ficasse melhor na selecção de homenagem que acabei de inventar, neste caso ao famoso filme Janela Indiscreta. Da 6ª a minha escolha recairia sem dúvida no do viajante no tempo (6x05) :D só de lembrar já abro um sorriso!

    Doyle: Real charmer, that one. Can't believe you marry her.
    Castle: How did you know I marry her?
    Doyle: One of your book jackets. You know, Richard Castle lives in New York with his wife, Senator Beckett, and their three children.
    Castle: Senator?
    Beckett: Three kids?

    Quanto à selecção 2, está perfeita... ia dizer que faltava o Knockout mas encontrei-lo logo na selecção seguinte. Acrescentaria talvez o Rise (4x01, a primeira cena no baloiço, lindo!) e o After the Storm (5x01, e eles a cair da cama quando a Martha chega a casa? Haha :D muito bom!)...

    Selecção 3 concordo plenamente com o Knockout (3x24): primeiro lugar inquestionável! O Target (5x15) com a segunda parte Hunt (5x16, que eu gostei igualmente) ocupariam o meu segundo lugar como um. Os episódios 4x09 e 6x17 foram ambos excelentes mas não sei se entrariam aqui na minha lista, talvez por serem muito focados exclusivamente só na Beckett. Poria talvez o 47 seconds (4x19) e o Probable Cause (5x05).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Su, vc não faz ideia de quanto texto e epsódios deletei.
      Muitos do que vc citou eu tinha feito, mas o problema é que não dava pra ser tão grande, daí eliminei duas listas.
      O mais legal e que nos comentários o pessoal vai citando e a gente vai aumentando a maratona.
      heheheh
      bjks.

      Excluir
  10. Quando essa SÉRIE acabar vai deixar um VAZIO enorme (eu acho , em mim vai) em todos que assistem e amam . Porque se a espera por quatro meses nos enlouquece , imaginem quando tivermos a certeza que mesmo o tempo passando não os veremos mais !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não quero pensar Rita.
      Mas de certa forma, estou preparando meu coração, pois pode ser que isto ocorra nesta próxima temporada.
      bjks.

      Excluir
  11. Heyyyyyyy! :D

    AMEI a seleção! Porque eu teria escolhido acho que todos os que você escolheu.

    Para ri, são exatamente os meus eps favoritos de comédia! Nossa, Castle no chão daquele elevador me dói a barriga! HAHA E ele obsecado com o DVD também. Não nego que AMO os eps cômicos e puxados para o sobrenatural.

    Acho que em suas indicações, eu só descordo de uma coisa. E acho que é só eu eu todo o fandom. Eu simplesmente AMO os 4 eps finais da quarta temporada. HAHA Sério. Acho que sou a única. Mas aquela tensão, bringuinha, angustia combina tanto com o momento "máximo" do relacionamento deles. Eu torcia para que aquilo se dissolvesse logo numa cena como Always. A quarta temporada é minha favorita sem dúvdas e amo pratcamente quase todos eps e todos os momentos dela. Acho ela bem original.

    E falando em preferências, costumo dizer que Always é meu episódio favorito da série pelo final, mas que Knockout é a melhor SF. HAHA Faz sentido? Eu concordo com você em Knockout! Acho o roteiro, o ep, o cliffhanger, as reviravoltas, o próprio embate Caskett no epsódios perfeitos. É a melhor Season Finale.

    Ame sua analogia quando ao primeiro encontro Caskett, "lteral e subjetivamente". <3

    Existe outros episódio que tem várias estrelinhas, que sou apegada, que indicaria para amigos, mas na série em geral, você captou a essência! Só senti falta de Veritas - que considero o melhor da série hoje. Mas digamos, que este seria o " ep com final da série" e não estraguemos a surpresa de quem for maratonar. HAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Tiuni, muito obrigada por participar e compartilhar suas ideias.
      Sobre a quarta temporada, realmente, vc deve ser a única, kkkkk. (brincadeira).
      Sobre Veritas na verdade eu fiz uma lista bem maior, tinha outras seleções como
      Isso é surreal, não isto é Caste, e tbm, assisto todinho só por uma cena.
      Veritas estava nesta última selação. MAsssss o post estava enorme e o coração partido teve que ir deletando trechos
      hehehe
      bjão

      Excluir
  12. Oi, Sol, que saudades dos seus posts!. Concordo com a sua seleção. É claro que tenho meus episódios favoritos, como Knockdown e Target, e outos mais. Aliás, adoro a série inteira e estou revendo aos poucos todas as temporadas. Concordo também com Tuni, os últimos episódios da 4ª Temporada nos preparam para o season finale. Aquela declaração de amor simplesmente me fez amar mais ainda Castle. A maneira com o a voz dele falha no momento em que pede a ela para não ir adiante na perseguição pois poderia perder a vida... Meu Deus, amei aquele homem! Contando os dias para setembro chegar. E, concordo com você, mais uma vez, acho que a série está próxima do fim. Mas quero que termine no auge e com qualidade.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe