Sons Of Anarchy 7x05/06/07 - Some strange eruption/ Smoke 'em if You Got 'em/ Greensleeves

sexta-feira, outubro 31, 2014



Os sons vivem e os sons morrem.
Eram 13 episódios que Kurt Sutter tinha para terminar de contar a saga dos motoqueiros. Está acabando, para o desespero de todos.

Imagine um homem e uma vingança pessoal. Agora imagine que esse homem prejudique todos à sua volta por conta dessa vingança, envolvendo pessoas próximas em crimes, ocasionando a morte de alguns, matando mais um tanto de inimigos - já não sei mais a definição de inimigo para Jax Teller - e achando que está fazendo sempre o bem. Ele até agradece e diz que ama os seus, mas não cola. O que foi feito a Bobby no fim do sétimo episódio só nos mostra o quanto esse monstro indivíduo que eu acabei de falar é inconsequente. Será que é tão amado e tão reverenciado assim pelos seus amigos de colete?

Que Jax é um vilão todos já sabemos e Kurt Sutter não é um cara que salvaria o personagem, como o próprio Jax já disse em tela, não há redenção. Partindo dessa hipótese de ser Jax o vilão então está na hora de vermos o mundo se voltando contra ele. SOA está brilhantemente sutil. Os plot twists não acontecem pela mera - e boba - necessidade da televisão e,sim com lógica, com construção em termos de personagens e, principalmente, levando em consideração que existe passado e que o tempo não perdoa tudo. Considero Jax já um personagem morto, só não sei se será por sons, arianos, mayans, chineses, negros... 

O restante do clube vai bem, Tig está sem sua melhor temporada, embora eu considere um pouco de desperdício esse Tig simpático. Falta um gatilho para o cara estourar e esse gatilho pode ser o Bobby. Chibbs vem em romance que não sabe que fim vai ter, pois já não sei mais - alguém sabe? - quem usa quem naquela relação. Juice vem em um momento meio Jesse Pinkman, só que ao contrário do jovem de Breaking Bad, Juice já merecia estar morto. Parece que ao menos por enquanto, a história vai fazer valer à pena a vida de Juice, com seu ingresso na cadeia.

Gemma vivem na corda bamba a muito tempo, talvez desde que nasceu. Usa Jax, Nero, Juice, Unser. Todos à sua volta servem apenas para servi-la e quando finalmente pareceu amedrontada com o temor de Jax ter descoberto algumas verdades acabou criando uns momentos cômicos. É outra morta, na minha opinião. Nero, por sua vez, está nas mãos de Sutter, que pode deixar o "bonzinho" vivo no fim da história, para mostrar que os bonzinhos sobrevivem ou matá-lo de uma maneira dolorosa, para nos provar que em SOA não existe bem ou mal. Eu prefiro essa segunda opção.

Unser é um personagem que pode viver e que sempre foi interessante. Até aposto que é ele que vai cuidar dos meninos depois que todos se forem dessa para uma melhor. Desde o início da série Unser serve para dar aos espectador uma vida própria em Charming, pois é o cara que sabe de (quase) tudo, presencia os fatos mas, ainda assim, gosta da galera. Não vejo sentido em matar o velho.

Apesar de ser muito fã da série acho que o roteiro vem pecado em exagerar nas tramas de Jax e creio que com o sequestro de Bobby as coisas finalmente começaram a dar errado. O problema é que agora vejo pouco tempo para mostrar o desespero do presidente de SAMCRO. A temporada seria, teoricamente, dividida entre a vingança e o desespero de Jax, que culminaria em sua morte, só que esta primeira parte, a vingança, acabou se estendendo por demais - mais da metade da temporada - dando pouco tempo para os desfechos. Devemos pensar que ao menos Jax e Gemma merecem bons desfechos, que não deveriam ser executados em apenas um episódio por razões de clímax. 

A partir do oitavo episódio da série veremos o Jax revoltado com o mundo e o mundo, inclusive os sons, revoltados com Jax. 

Atualizando os palpites... mortos: Jax, Gemma, Juice, Tig. Vivos: Unser, Nero, Layla, Chibbs... É mais ou menos por aí.




Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe