American Horror Story: Freak Show 4x12: Show Stoppers

sábado, janeiro 17, 2015


Que comece o verdadeiro Freak Show!

Há dois anos, eu estava surtando com o final de Asylum. Foi, de longe, uma das melhores coisas que eu já tinha visto, uma das melhores temporadas de série. Forte, impactante e grandiosa, Asylum se encerra de forma magnífica, com sua trama completamente amarrada, sem nenhuma ponta solta. E olha que ela teve vários plots secundários, mas a forma como Titia Ryan Murphy encontrou para resolvê-los foi satisfatória e a trama principal é tão boa e fechada que nós não conseguimos nos importar com o resto e aplaudimos o brilhante trabalho.

É tradição de American Horror Story resolver grande parte de seus plots no penúltimo episódio da temporada e dedicar sua Season Finale à trama principal, que nunca sabemos exatamente qual é; é bem possível que Titia a escolha aleatoriamente, no decorrer na temporada mesmo. Isso obteve sucesso em Asylum, mas com Coven foi diferente. O desfecho não compensou o excesso de subtramas e o resultado final foi insosso. Só poderemos saber a respeito de Freak Show na semana que vem, mas já posso dizer que, mantendo a tradição, parte das subtramas já foi resolvida em Show Stoppers.

Não teremos nada de Stanley e sua caça aos freaks para a Finale. Pode ser que tenhamos nos enganado por um tempo, achando que Stanley era a cereja do bolo. Numa belíssima referência ao filme Freaks, a grande inspiração para essa temporada e de onde saiu a Pepper, os freaks se reúnem para se vingar de Stanley, deformando-o cruelmente, assim como fizeram com Cleopatra no filme. Tudo começa em ritmo de festa, onde todos fazem Stanley acreditar que está num jantar de despedida de Elsa, para enfim revelarem que descobriram o que ele fez e então formarem um motim contra ele. Stanley acaba se tornando o novo Meep.

Certamente não caberia a Neil Patrick Harris, que chegou do nada, o grand finale. Apesar disso, Chester foi um grande acréscimo, ótimo e assustador, suas cenas de sexo com Bette e Dot são demais e Marjorie ainda me dá calafrios, mesmo sendo apenas obra da mente psicopata de Chester. Quero ressaltar o prazer sádico que Ryan tem de matar Jamie Brewer toda temporada, mesmo quando ela é uma simples boneca.

Vi gente reclamando de como Chester matou Maggie e sinceramente não entendi. Começando pelo fato de a vadia TER SIDO SERRADA AO MEIO. Foi uma das coisas mais horrendas que Freak Show fez, uma das cenas que não deixou que AHS desmerecesse o “Horror” em seu nome nessa temporada. E ainda, ela era o interesse amoroso de Jimmy. Vamos lembrar que Tate e Violet terminaram juntos, assim como Zoe e Kyle. Até mesmo Kit se casou com duas no final (ignoremos a parte em que uma mata a outra). Dessa vez, Ryan resolveu decepcionar os shippers (existe algum?), deixando de dar um final feliz para o casal.

Não esqueceram também que foi Elsa quem matou Ethel. E os vingativos freaks não poderiam deixar nem mesmo ela escapar impune. Mas não, também não é essa a trama principal. Graças a Bette e Dot, Elsa consegue escapar e vende o circo para Dandy. Esse sim é o material para a Season Finale. Dentro de uma gama de plots, tudo indica que o final será mesmo de Dandy no controle do circo à beira de sua decadência. Felizmente. Eu já havia dito antes que Dandy era o melhor personagem para carregar a Finale.

Danny Huston, que interpretou o Axe Man em Coven e agora o carpinteiro que esculpiu as pernas postiças de Elsa, veio para trazer muito mais que sua simples participação e as novas mãos de Jimmy (a propósito, muito bonito da parte dele pedir por lobster hands postiças em vez de mão normais). Ele veio trazer uma informação que me fez surtar um pouquinho, uma informação que liga ainda mais  Freak Show a Asylum. Isso porque o médico que arrancou as pernas de Elsa, Hans Gruber, é Arthur Aiden, o nazista nojento que fazia (ou fará) experiências bizarras com os pacientes em Asylum e tinha (ou terá) uma crush por Mary Capeta. Muito bom!!!

Semana que vem é a Finale e o clima é de incerteza. Eu resolvi não deixar o monstro da expectativa me pegar, porque deixei ano passado e acabei me decepcionando. Aceitar o fato de que dificilmente Titia e sua trupe (tudum-pá) farão algo tão grandioso quanto Asylum é a chave para não se revoltar com AHS, então minha dica é essa: guardem com muito carinho Asylum em seus corações, assim como eu faço, e assistam à Finale de Freak Show como algo completamente diferente, apesar de se passar no mesmo universo.


P.S.: Achei que teve um link com Coven também quando Desiree tem aquele momento Marie Laveau antes de ir tentar matar Elsa, vocês não?

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. um dos melhores comentários e criticas que li, continue assim por favor e obrigado (:

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe