S.A.Leatório #50 - Saindo do Armário

quinta-feira, novembro 12, 2015


As primeiras descobertas, a relação com a família e os amigos, as cartas não encontradas, os acampamentos religiosos, as cabritas – tudo é pauta nesse programa que conta histórias de saída do armário que poderiam ser a sua, de tão semelhantes que são os processos de derrubadas de paredes em Nárnia.

Tem de viúva negra a transexual digital, num podcast que oscila entre a sensibilidade e o humor desmedido que você já conhece dos produtos S.A., com espaço para perguntas dos ouvintes e muitos desabafos de histórias que "hoje são engraçadas", mas que para quem passou, está passando ou ainda vai passar, trazem muita dor, mudanças e esperanças de liberdade.


Nosso e-mail: seriadores@gmail.com
Assine o podcast: Feed / iTunes

Talvez Você Curta

94 comentários

  1. Embora nao ouça em casa, to me segurando pra nao escutar agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que escutar no carro de som com a galera em volta!

      Excluir
  2. Depois de ouvir uma parte do cast, fiquei com vontade de compartilhar os momentos em que descobrir que gostava de pessoas do mesmo sexo.

    Minha primeira descoberta foi com um ator que fez Power Rangers Força do Tempo, em 2001.
    O ator é Michael Copon, ele fazia o ranger azul. Foi com esse ator que eu percebi que não gostava dele apenas por ser o ranger azul, e sim porque ele era bonito.
    http://news.asiaone.com/A1MEDIA/news/04Apr11/images/20110409.153201_power.jpg

    http://images6.fanpop.com/image/answers/3402000/3402006_1383481880693.01res_229_320.jpg

    Depois disso eu comecei a reparar mais nos atores e fiquei vidrado no Vladimir Brichta, ele vivia aparecendo sem camisa em alguma novela.
    http://quem.globo.com/edic/20020419/imagens/rwlad1.jpg

    Esses dois foram as figuras da tv que mais "homenageei".

    Agora falando de afliceta por pessoas próximas, apenas um garoto, lá na 5ª e 6ª série, foi por quem tive/tenho esse sentimento.
    Quando fui para a 5ª série do fundamental, além da minha turminha com a qual estudava desde sempre, foram adicionados na turma mais dois garotos, eles tinham mudado recentemente para o meu bairro, mas apenas um deles foi quem me chamou atenção. Meu contato com ele era algo que só acontecia na escola mesmo, quando tínhamos que fazer trabalho em grupo. Não gostava de participar dos jogos na aula de educação física, ele também não gostava muito, por isso ficávamos sentados no canto da quadra esportiva esperando a aula acabar. Esses foram os momentos em que tivemos contatos, mesmo eu sentindo atração por ele, nunca deixei isso transparecer.
    Ainda moramos no mesmo bairro, 14 anos se passaram, ainda sinto atração por ele, atração essa que foi amplificada após encontrar com ele na rua, logo após ele ter saído da academia, estava suado e sem camisa. Ele continua bonito, o rosto não mudou nada, apenas o corpo que melhorou.
    Mesmo tendo essa paixonite por ele, não teria coragem de investir, ele é hétero e tem namorada.

    Essas foram as situações que me fizeram descobrir do que gosto de verdade. Mesmo estando no armário, senti a necessidade de compartilhar com vocês. Espero que os outros ouvintes façam o mesmo.

    Ps: Amo vocês e adoro podcasts de 15 horas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. AH-doro Michael Copon e suas saídas furtivas da piscina da Brooke em One Tree Hill.

      Excluir
    3. Estou ouvindo o cast e comentando os plots.

      A mãe do Leo estilo terrorista, ameaçando a própria família. #AMO
      Me identifico com esse plot de mãe leoa, superprotetora... A minha já ameaçou uma tia minha com uma arma por minha causa. (A ameça não foi por causa da minha opção sexual, foi outra história). Juro que não é mentira, até eu fiquei surpreso ao saber dessa história há alguns meses.

      Excluir
    4. Consegui um motivo para finalmente assistir One Tree Hill. :)

      Excluir
    5. O blog me trollou tanto para postar, que acabei postando o texto que tinha copiado sem revisar e AMEAÇA virou AMEÇA. ¬¬

      Excluir
    6. Caramba, a arma minha mãe nunca recorreu (que eu saiba), mas certamente o faria se tivesse acesso a uma!
      Ele só faz a segunda temporada de One Tree Hill, mas como é a melhor, você provavelmente assistirá o restante mesmo sem ele e meu plano será bem-sucedido, muahahaha.

      Excluir
    7. Aí meu Deus, fui enganado.

      Voltando para comentar sobre outras partes do cast.

      O plot do Luciano de levar os namorados para dormir/trepar é parecido com da minha irmã, só que a diferença é que o Luciano não tinha alguém como eu, na primeira tentativa da minha irmã de dormir com o namorado aqui em casa, eu abri a porta do quarto e disse: Já está na hora de vazar.
      Nunca mais ela tentou fazer isso, quer trepar com namorado, vá procurar um motel, ou faz no carro.

      Leo, quero deixar um recado para seu irmão que joga vôlei. Diga a ele que, se o rapaz estiver com muito tesão nele, talvez fique satisfeito com o "menino" molengo mesmo. Também tem aquele velho ditado que diz: Cú de bêbado não tem dono.

      Excluir
  3. Eu imagino que o armário assim:
    É um espaço onde você vive, mas percebe que ta nu, todo exposto e não quer sair de la. Então pra poder conviver com as pessoas fora do armário você começa a descrever como você é, porque se não as pessoas não vão te identificar, só que essa descrição é fictícia. A descrição que você da é a mais genérica possível pra poder se enturmar. O tempo vai passando, as coisas vão mudando e você vai percebendo peças de roupa e vai se vestindo até chegar o momento que você já não está mais exposto. Agora você tá seguro o suficiente pra mostrar quem você é e decide sair do armário. O problema é que ninguém te reconhece, porque a descrição que você deu não bate com quem você é, daí você precisa chegar e dizer "Esse sou eu".
    Leo, Erica e Taylor tem os casos de saída do armário mais comuns. Eles se vestiram e mesmo com medo de ainda ter alguma parte exposta saíram de lá e disseram ESSE SOU EU. O Leo foi e disse "Esse sou eu, mas não conta pra ninguém". Erica disse "Essa sou eu, conta para as outras pessoas". E Taylor disse "Vamos marcar pra conversar sobre quem eu sou?".
    Amanda foi arrancada de lá sem estar totalmente coberta, sem estar preparada pra sair e eu acho que por isso que ela não aceitou bem no começo.
    Luciano saiu do armário sim! Só que ele pegou um casaco de pele que cobria ele todo, saiu, ligou o foda-se e nem se preocupou com quem ia reconhecer ele ou não.
    Dos três tipos eu acredito que o primeiro é o melhor, porque a pessoa vence o medo. A pessoa se torna um pouco mais forte depois do ocorrido, sem falar que deixar que as pessoas te vejam como você realmente é, é uma forma de demonstrar que elas são importantes pra você.

    E vamos todos continuar sendo putas do amor <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei! Nota 1000 de 10.

      Excluir
    2. Achei que faltou no final: "Amanda/Erika/Taylor/Luciano (pq não aceito ser eliminado), vem aqui pra fora da casa que o Brasil tá te esperando!" #BialFeelings
      Amei textão, Elias, continuemos putas pra sempre!

      Excluir
  4. Luciano, você não imagina mais ter algum relacionamento com uma mulher, da mesma forma que antes você não pensava em se envolver com um homem? Quando o Luciano tava contanto a história dele, combinado com as zoadas que ele dava na Amanda, falando que bissexuais são tipo unicórnios, só me veio na mente Alê falando: "parece que o jogo virou, não é mesmo queridinha" hahahaha
    Façam mais S.A. aleatórios sobre histórias de infância ou faculdade, mas tem que ser com o elenco antigo do seriadores.
    Poxa Érika, não sabia que sua mãe faleceu, sinto muito, tinha adorado ela sendo a mais divertida numa de suas festas do colégio.
    Também quero histórias de Camis descobrindo a sua heterossexualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho.
      Sim, minha mãe faleceu, mas sempre prefiro lembrar dela feliz e lacrante.
      Ela era muito divertida e curtia shade. E vestia muito animal print.

      Eu não sou metade da drag que ela foi. Hahaha

      Obrigada mesmo.
      Bjs

      Excluir
    2. Margenti que historia eh essa de cast com o povo idoso do cast? Tem que ser os novin!!

      Excluir
    3. "Mas tem que ser com o elenco antigo..." tô anotando aqui...

      Excluir
    4. Fiz a zuaçãozinha acima e acabei não respondendo a pergunta. Da mesma forma que não me via com os homens antes, hoje não penso em me envolver com mulheres novamente. Especialmente porque estou em um relacionamento estável e feliz há cinco anos, e quero que ele continue assim por muitos mais.

      Excluir
    5. Todo mundo sabe que elenco das primeiras temporadas é mais, das outras é menas #SorryNotSorry só ver casos de Glee e Skins qqq

      #Brinks, adoro vcs e tem mais é que ter sangue novo no pedaço mesmo!

      Excluir
    6. Luciano e Taylor são a Marley e a Kitty do nosso elenco, povo fala mal, mas sempre quer mais -q

      Excluir
    7. Pensei q era Marley e Unique -q

      Excluir
    8. Sangue novo...vamos sacrificar virgens?

      Excluir
    9. Mas o elenco idoso estreou faz pouco tempo nos produtos S.A.

      Excluir
    10. Acho que tem que ter um podcast reunion com o cast novo e antigo. Até Arthur podia participar.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Amei o SAL, ri e chorei várias vezes. Vcs estão de parabéns!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awnnnn, pode ter certeza que quem mais chorou foi Erika enquanto editava, ainda mais com a pressão que fizemos em cima dela, mas acho que ela já se sente recompensada, e nós, que só ficamos 4 horinhas gravando, mais ainda :D

      Excluir
    2. Eu gosto dessa pressão atrás -QQQ

      Excluir
  7. Léozio, o senhorito frequentava a sala de bate papo das Chiquititas do Zaz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menine, entrei lá um tempo, mas com os sites, muito rápido juntei uma TURMINHA DA PESADA pra falar de Chiquititas no ICQ.

      Excluir
    2. Eu entrei lá durante um tempo, em 98... Tinha 11 anos e usava o nickname de TIAZINHA hehehe. Catfishiei e fui catfishiada ao quadrado. Long story.

      Excluir
  8. Obrigado Erika por encher o saco de todo mundo e obrigar o povo a gravar o cast. Ficou supimpa! Adorei ficar sabendo um pouco mais sobre vocês.
    Como o pai de Erika, os meus pais, ao contrário da novela mexicana que eu esperava, cagaram pra mim. Resolvi contar pra eles no ano novo de 2013 (não podia ser um dia qualquer, tinha de ser uma data especial. E que jeito melhor de começar o ano já jogando a verdade na cara da sociedade?). Contei pro meu pai e ele só falou "ah... tá bom, eu não me importo" e me mostrou o dvd do Santos que ele tinha ganhado de Natal. Com a minha mãe rolou um abraço, umas lágrimas e o tradicional "eu te amo", mas só isso também, depois ela foi dormir. Depois disso eles não tocaram mais no assunto (não sei se porque não querem falar sobre ou se porque aceitaram numa boa).
    Já para as outras pessoas eu taquei o foda-se também. Não escondo de ninguém (acho que fica bem claro do que eu gosto quando posto no facebook que Mad Max teria sido melhor se tivesse uma cena de Tom Hardy sem camisa) mas também não fico contando pra moça do caixa do mercado que não curto raxa (até porque ela não tem nada a ver com a minha vida). Acho que o jeito é agir naturalmente.
    Mais uma vez, parabéns pelo cast. E que venham outros nesse estilo (não vou dar sugestões porque sou sem criatividade).
    P.S.: Aguardando semana que vem o sal de jogos da comidinha: o final.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rum porra de sal de comidinha, o final

      Excluir
    2. Erika encheu o saco, mas não queria fazer uma pauta na mão sequer, tivemos que pesquisar e escrever horrores (mentira, 5 perguntas), por isso demorou! Confesso que ri do "não me importo" seguido de DVD do Santos (imagina o quanto seria mais hilário se fosse do Sílvio Santos), esse plot da família brasileira não dar trela pras saídas do armário dos filhos deve ser uma barra!
      Agora, que agressividade é essa com a caixa do mercado? Acho que ela merece saber!
      Obrigado pelo comentário e pode deixar que COMIDINHA IS COMING!

      Excluir
    3. Garanto que se for O CAIXA do mercado, ele fará questão que saiba. Só se for bonito, é claro.

      Excluir
  9. Gente! To no chão com as confissões de Erika!
    Alguém me abana HAHAHAHAHAHAA
    beijos a todos e todas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre falei que Erika é #nominimobi mas todas caga na minha cabeça! Olha ae!

      Excluir
    2. Luiz, também fiquei assim. Segure na minha mão e vamos superar as revelações de Erikita.

      Excluir
    3. Me da a mão sim. Vamos fazer uma rodinha e ficar no minimo 1min em silencio em homenagem as revelações.

      Excluir
  10. Primeiramente queria pedir para que vocês não me odeiem, mas antes de conhecer os produtos S.A eu fazia o típico machistinha babaca que tratava como banal a questão da orientação sexual das pessoas... Com o passar do tempo fui entendendo que a homossexualidade era muito mais normal do que eu imaginava. Hoje sou uma pessoa muito mais de boa com esses assuntos, aprendi por aqui que a orientação sexual das pessoas não torna elas inferiores, e que muitas vezes os homossexuais são pessoas muito mais legais que os pais da família tradicional brasileira. Por isso tive que passar aqui nos comentários para agradecer ao Seriadores por ter aberto minha mente e me ajudado a me tornar uma pessoa muito mais tolerante.
    PS1: ao fim desse cast Shippo ainda mais os casais do seriadores <3333
    PS2: acho o Léo tão bonito que se até eu pegava, ou entraria na fila para pegar.. Brinks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Matheus! Vamos espalhar tolerância, o mundo tá precisando muito! Beijos!

      Excluir
    2. Fiquei muito feliz com esse comentário, e nem foi só por ter heterossexual entrando na fila pra me pegar :D se no meio dessa bagunça que é o S.A., conseguimos ajudar com esse tipo de mudança que você descreveu, mesmo que tenha sido só pra você (e gosto de acreditar que valha pra mais gente), já é um grande plus a mais a toda a diversão que temos fazendo os podcasts e um grande incentivo para os momentos em que todo mundo abre mão de um monte de coisa pra continuar colocando os programas no ar!
      Também shippo muito os casais do Seriadores, #Terika #Lucianda 4ever!

      Excluir
  11. Muito feliz por seu depoimento.
    Muito corajoso admitir que estava tendo uma visão errada e que agora é até capaz de brincar com isso de boa, sem medo de ser chamado de vi@do.
    Nós todos temos nossos pre-conceitos, o que importa é abrir a cabeça (como diria Luciano) para o diferente e buscar entender e respeitar.
    Muito feliz mesmo com seu depoimento e que todos continuemos evoluindo para melhor sempre.
    Abs
    E obrigada pela shippação

    ResponderExcluir
  12. Gente que delicia de foto nesse e-mail Hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  13. Oi migas, queria dizer que esse foi meu podcast favorito de todos que já ouvi. Obrigado por isso. Quero dar um abraço em todos. Já quero fazer uma world tour só por brasilia e rio pra isso -QQQQQQ (World Tour pra dois estados, amodoro)

    Primeiramente queria informa que tava no pré sal com revelações de Erika noiva e Amanda casada.

    Leo se desconstruindo cas bicha afeminada. logo logo vira problematizador, amo. <3

    Me identifiquei com o plot do Luciano. Em casa não levo boys porque sou dessas encalhadissimas, mas o povo todo sabe mas faz a Elis Grey e fica falando de quando vou casar e ter filhos. Ai ce jura. E outras vezes que nem comentam nada também. Uó. Amo/sou ligar a foda-se.

    E Parabéns pela forma como trataram o assunto, dizendo que é necessário sair do armário mas mesmo assim não é facil, porque ultimamente num podcast que amo forte e o nome remete a leite batido chamado feiticeira escarlate, um dos hosts (q) fica falando: vai trabalhar, sai da sua casa, vai procurar emprego, como se tudo hoje em dia fosse fácil. Vontade de arracar meu cu na unha.

    Enfim, marquem um karaocast pro povo se amar, seus ridículos qqqq

    PS: Na chon que Erika tem idade para ser minha tia avó <33333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "leite batido chamado feiticeira escarlate" - Nasci pra ler isso! Casei uma ver pra nunca mais, agora sou do mundo(dois estados -q)!

      Karaocast vai ter que rolar com camisinha.... #KaraocastSohComCamisinha

      Excluir
    2. Saudades Karaocast, tá na hora de outro mesmo, principalmente pra eu poder me redimir do fiasco da minha participação na edição passada. #KaraocastSohComCamisinha #CamisinhaNãoFura

      Excluir
    3. Ai, convence Amerika a pararem de putaria e virem pra BSB que a gente faz a world tour muito mais fácil, vamos ser vinhado pra sempreeeee na orla do Paranoá!
      Também fico passado com os esculachos que o host do leite batido chamado feiticeira escarlate dá no povo between jobs de vez em quando, tem uma certa razão, mas soa sempre um pouco simplista.

      Vou te dizer, baby Z, que embora já ache que desconstruí muita coisa em relação à época que tava falando, tem outras (que vão além de questão das afeminadas, inclusive) que tenho repensado e seguido no caminho da problematização por sua causa! #EducaçãoProblematizadora Obrigado por ser essa hétera engajada!

      Excluir
  14. Esqueci de comentar que meu real start de sou uma bixa destruidora, foi vendo Cavaleiros do Zodiaco sobre o plot da casa de Libra. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Margente, quando Hyoga e Shun tavam se pegando eu já tava desperto na viadage há tempos, será que sou idoso?

      Excluir
    3. Só fiquei pensando na Corrente de Andrômeda entrando no menino Hyoga. Ohh casa de Libra, sempre será lembrada com muito carinho pelos vínhádos.

      Excluir
  15. Ressurgindo das cinzas, cá estou!

    Desculpe aos meus pais pelo sumiço. Fui sequestrado por Liazinha (comigo estava também Brasil, o sobrinho sumido de Camis que estava na Austrália e que ninguém mais se importa nem lembra que existe, mas passa bem, apesar de ter desenvolvido síndrome de Estocolmo), mas fui libertado na semana passada pelo meu namorado. Não, não estou SADNaPista, mas HAPPYNaCama #BOOM #ChocandoAFTB

    Bom, ainda não terminei de ouvir o Podcast, mas já que fui devidamente invocado por mamis pra estar aqui aproveito pra contar que estava lendo um livro chamado "Como Sair da Depressão" - por nenhum motivo específico - e me deparei com a seguinte frase: "já existe nova evidência de que os EXERCICIOS COLETIVOS regulares podem ajudar a aliviar a tristeza profunda com a mesma eficácia dos medicamentos antidepressivos". Claro que a nova evidência, devidamente referenciada no capítulo, é a pesquisa extensiva e muito bem documentada dos nossos profissionais do SAD. Uma salva de #palmaslentas por favor.

    Sobre o Podcast, nunca imaginei minha querida boadrasta como religiosa #CaCaraNaChon #MeAmarrotaQueEuToPassada. E me identifiquei fortemente com Dr NadERROR, digo, Luciano. Não porque matei as pessoas que eu peguei, mas porque também não consigo sintetizar a resposta para uma pergunta simples como "quem foi sua primeira afliceta?" (mentira, consigo sim, e foi com o meu melhor amigo dos tempos do colégio). Por isso também não contarei minha experiência traumatizante de saída de armário, mas já digo que é um misto de Mandy com Érika, com Léo, com Taylor.

    Beijos e tentarei não ser sequestrado de novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morto que esportes coletivos são mesmo essa maravilha toda da psicologia, só falta acharmos evidências de que relacionamento é que nem topada!!!
      Não suma de novo, Filho de Tênis, mesmo com você HAPPYNaCama com o namô, fazemos questão da sua presença de Anita!

      Excluir
    2. As pessoa só me zoa, mas eu sei das coisas tá!

      Excluir
    3. Meu filho foi sequestrado pra ficar fazendo séquiçu no cativeiro??? Te contá viu!!! Adorei a mistura de experiencias nos 4 eu com esse eu com aquele. Não some filho!! Senao tua mãe me mata!!

      Excluir
  16. Menino, conta pra gente como aconteceu essa saída mix de nós tudo! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente ele marcou de sair do armário, mas antes disso foi arrancado de lá.

      Excluir
    2. Bom, é que foi assim... Eu saí do armário em vários níveis, né? (tipo camadas [tipo cebola])

      Primeira saída de armário foi pra mim mesmo... Claro, por causa dessa bendita internet. Quando meu pai colocou internet na empresa dele lá pelos idos de 2002, eu resolvi desbravar esse mundo curioso da Internet. Não lembro como, mas acabei chegando num site pornô argentino. Tanto que por muito tempo achei que película fosse jambrolha - quando na verdade é filme, em espanhol.

      Depois sai do armário pra uma amiga minha que era apaixonada por mim, mas nessa altura do campeonato achava que era no mínimo bi - como Mandy. Depois saí do armário pros meus melhores amigos - mas ainda achava que era bi, porque achava que estava apaixonado por uma garota da minha sala E pelo meu melhor amigo - e logo depois descobri que uma menina que tinha chegado naquele ano no colégio reparou que eu era gay e contou pra todo mundo. Até reunião em lanchonete fizeram pra discutir meu caso.

      A essa altura eu já namorava um menino, mas só pra tirar aquele "peso" da virgindade de cima de mim. Acabei me separando dele e então veio a saída do armário definitiva.

      Bom, se dependesse de mim talvez eu estivesse "no armário" até hoje, porque estava vivendo muito bem daquele jeito até então - meio como Luciano. Mas aí graças a esse namorado - como Taylor - eu saí do armário pra minha mãe. A diferença é que não saí porque quis. Eu fui arrancado - como Mandy.

      Nos belos tempos do Orkut. Ele deixou um depoimento na minha página. DOIS MESES DEPOIS DE NÃO NOS VERMOS MAIS. Nessa época eu achava que já não tinha o que esconder da minha mãe, então deixei o PC ligado e fui ao banheiro. Quando voltei ela estava lá. Lendo o depoimento. Tal qual a mãe do Léo, ela foi em meu socorro. Como? Fazendo barraco em frente à casa do meu ex, porque achava que ele tinha me levado pro mau caminho - eu costumava ser discreto e fora do meio e, como Érika, vulgo mamis, ninguém suspeitava de mim porque me julgavam quieto e focado nos estudos, e atribuíam o fato de eu não mostrar interesse em meninas à minha aparência CDF.

      Então é isso. Por isso minha saída do armário foi meio que uma amálgama das histórias que vocês contaram.

      Excluir
    3. Ah doro que filho de Tenis comeu nós todos nesse relato!!! Belo relato. Povo do colegio nunca perdoa!!!

      Excluir
  17. obrigada por todas as histórias
    fiquei muito sensibilizada com a relação do luciano com a arte e o teatro e pensei bastante em como nossas escolhas de vida vão direcionando nossos sonhos
    beijos, adoro vocês

    ResponderExcluir
  18. Pessoal parabéns pelo salzinho, fiquei chocada com a historia da Erika ter sido noiva de um cara por 3 anos, se não fosse ela contando eu nunca acreditaria, e a saída do armario assistindo casos de família com Cristina Rocha? Me senti velha pq assistia na época que era a Regina Volpato e a era pós Regina é mais recente... acompanho vcs a tanto tempo que por um segundo achei que acompanhei algum podcast com Érika no armário...


    Amanda religiosa tentando se curar da "viadagem" também surpreendeu, ainda bem que vc superou isso, o triste é ver pessoas que ficam nessa o resto da vida.

    Léo e Luciano aparentemente foram os mais tranqüilos, ainda bem que não deu treta, o engraçado foi vcs comentando da falta de entusiasmo dos outros Kkkkk

    Taylor estagiário penou pra sair mas no final acabou tudo bem, a história foi bonita que já comecei a shippar. =)

    #Taciano

    Aguardando Salzinho do filme da comidinha 8)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você até pegou uma época de Erika no armário sim, viu, Érica? O mundo dá voltas, já diria CPM 22.
      Comidinha is coming!

      Excluir
  19. Oi gente! Adorei as histórias! Vcs são incríveis! Comecei pelo SADivã, que amo, mas agora assisto tudo! E fico stalkeando vcs no twitter! kkkkkkkkkkk
    Além de ter amado o podcast, passei para pedir, implorar, o podcast jogos da comidinha o final. Por favor, #nunca te pedi nada
    Se possível, se não tô sendo chata, queria muito que Camis e Alê Barbieri participassem, pq o podcast mockingjay parte 1 foi muito hilário!
    Seria injustiça eu não falar aqui que na época de Em Chamas eu só via criticas negativas para JV e o podcast de Érika e Leo foi um oásis na net e me fez não sentir sozinha gostando da saga. Fui toda animada ver Em Chamas. Por que que meus amigos não são assim tão legais como vcs!!!!! Bjs ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yei! Continua stalkeando a gente pra sempre! <3

      Excluir
    2. Pode deixar que a comidinha tá garantida! Já que Maze Runner não sai, pelo menos essa saga permanece no timing!

      Excluir
    3. Certeza Mandy! <3 <3

      Excluir
    4. Oi Leo, vou ver Mockingjay no finds! Tô que não me aguento! Louca pra ouvir vocês! Bjus!

      Excluir
  20. Obrigada pelos compartilhamentos tão sinceros, seus lindos. Adorei. <3

    Olha, DE CARA com algumas das histórias de vocês, principalmente as de Erika e Amanda. Casos de Família, exorcismos, noivado... Não sabia se ria ou chorava.

    Quando vocês falaram de amigos gays, estava pensando aqui que curiosamente eu sempre tive muitos, desde sempre, nos mais variados círculos, e, na maioria das vezes, mesmo antes de eu ou eles termos ciência de qualquer coisa um sobre o outro. Amigos e amigas. E conhecidos, colegas, etc.

    Ai, gente, me sentindo mal com vocês se achando atrasados. Quanto a isso, aproveito o gancho para relembrar o SALzinho de número 10, chamado "Heterogêneos, fetichistas e multifacetados". Se acessarem o post (http://www.seriadores.com.br/2011/10/podcast-saleatorio-10-heterogeneos.html), podem ver um comentário meu de novembro de 2011, ou seja, com 18 anos. Pelo que eu lembro, a fala ali foi bem sincera. Rolou um impacto com o que vocês tavam jogando na minha cara. Isso porque eu já sabia, claro, mas né... hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na caaaaaaraaaaaa!!!
      Valeu o comentário, Little Isa.

      Excluir
    2. Obrigado você por passar aqui, nhoin <3

      Vou ter que reescutar o "Heterogêneos, fetichistas e multifacetados" pra saber o que a gente disse além de ficar falando com eco e se chamando de Erika Ealsh e Leo Lambert, hahaha.

      Também não sei se rio ou choro com as histórias de Amanda, mas ela garante que ela é engraçado, então... :D

      Excluir
  21. Que podcast bom! Adorei ouvir todas as histórias de vocês. Ri muito e até me emocionei com o plot da Erika com o pai.
    Eu sou encalhada e minha mãe dá a mesma desculpa de que estou concentrada nos estudos para os parentes, hahahaha... Deve ser coisa de mãe. Detalhe que nem estudiosa eu sou.
    Como não tenho nenhuma história minha de saída do armário para compartilhar - o mais perto que cheguei disso foi quando falei que não ia mais seguir a igreja da família. Pode parecer besta, mas foi um big deal para mim - fico por aqui mesmo.
    Grande abraço para vocês e continuem fazendo essas delícias de podcasts. De preferência o das histórias de faculdade :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário.
      Imagine se estudássemos tanto? Dominaríamos o mundo Hahahahah

      Excluir
  22. Estou atrasada com os cast e não sabia desses babados fortes mas pelos comentários já sei que vou adorar.Vcs são nota mil.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe