S.A.D. #28 | A Mulher do Sexo XXI

domingo, março 13, 2016


Olá, como via? Em mais uma sessãozinha de duas horas no consultório mais insanamente gabaritado da psicoanálise moderna, a especialista Lexie Barbieri retorna com sua visão de mulher do sexo XXI para um experimento sociológico envolvendo Badoo e bate-papo do UOL, bem como o engajamento dos doutores numa discussão do conceito de amor em suas várias camadas. Esse programa é para você, que comprou diploma e nunca encarou um seminário de 10 minutos, descobrir que filmes passar e que músicas cantar na hora do aperto.

Machuque seus ouvidos e seu "ultero" agora mesmo, dando o play por sua conta e risco. Para alimentar nosso trabalho e a alegria dos ouvintes com edificantes histórias de vida, é só deixar a preguiça de lado e se jogar anonimamente no formulário do SAD. Participe também da campanha #TelegramFicaAcessível compartilhando a hashtag/tralha nas redes sociais.



Nessa sessão:

Furando o olho da lua”
Calouro no curso que mais valoriza os irmãos Sommelier (!), o seminarista é um rapaz tímido que não sabe mais como lidar com essa característica e procura uma solução definitiva para se livrar dela antes de se apresentar por dez minutos na frente de toda a classe.

“Chega de fingir”
Numa república dominada por gays, esse rapaz tirou a sorte grande de ficar num quarto com dois héteros machistas e homofóbicos – mas pelo menos não são sertanejos. Por ser "discreto", ele se passa por hétero para os dois, e agora não sabe como revelar a verdade, pois eles ficam de cueca em sua frente.

“Incepção”
O casamento falido de uma mulher que, apesar de ter engordado 30kg, é bonita e chama a atenção dos tarados, com um homem rústico que não sabe ler legendas. Um chefe com curiosas estratégias para fazer as funcionárias obedecerem por acharem que ele se importa com a vida delas, mesmo que deixe claro que não está interessado. Sonhos com flores roxas e azuis, fantasmas e o capeta. Uma novinha ruiva magricela seminua que sofre com o parceiro brochando. Tudo isso e muito mais fazem parte dessa barra multifuncional.

“A culpa é das estrelas”
Escorpiano que nunca amou, mas na verdade ama o tempo todo, faz um (não tão) breve histórico de seus relacionamentos e a barra que está passando com o boyzinho que vai visitá-lo durante o Lollapalooza, mas cuja despedida já está fazendo-o sofrer desesperadamente. A culpa disso tudo, obviamente, é de seu signo.

SADúvidas Express
"Machukar é bom?" e "como continuar me humilhando?"

Bate-Volta
Deridévio, do caso "Nudes 3D" (SAD #27)

Assine o SAD: iTunes / Feed RSS 
Outros produtos SA: iTunes / Feed RSS
SA nas redes sociaisTwitter / Página no Facebook / Grupo no Facebook

Participantes
Erika 'Troll' Ribeiro
Leo 'InstaBeard' Oliveira
Luciano 'Nadark Room' Maia
Taylor 'Battlefield' A. Rocha
Lexie Barbieri

Links
Canal Margente: Youtube | Twitter | Facebook
NossoCast 103 - E se nós fossemos Cegos?
Nerdcast 506 – Cegos, nerds e loucos 2
Dragões de Garagem #64 Ciência e deficiência
Rock Com Ciência - Acessibilidade – Visão (S06E29)
Mamilos 58 - Acessibilidade

Trilha sonora
MC Biel - Química
Shabba Ranks - Mr. Loverman
Wanessa - Amor, Amor
Backyardigans - Tão Tímido
Biquini Cavadão - Timidez
Luan Santana ft Double You - Chuva de arroz (New Life)
Kelly Key - Indecisão
Lil Jon (Feat. Mr Catra and Mulher File) - Machuka
Titãs - República dos Bananas
OneRepublic - Its a Shame
Djavan e Jorge Vercilo - Final Feliz
Leila Pinheiro - Serra do Luar
João Carreiro e Capataz - Bruto, Rústico, e Sistemático
Luxúria - Lama
Banda Líbanos - Siga Seu Rumo
Leandro e Leonardo - Eu Juro
Calcinha Preta - Você Não Vale Nada
Tim Maia - Não quero Dinheiro, Só Quero Amar
Roupa Nova - Amar é
Penélope - A Fórmula do Amor
Jota Quest - O Que Eu Também Não Entendo
Jota Quest feat. Anitta - Blecaute
Gera Samba - Paquerei
Sandy e Junior - Olha O Que O Amor Me Faz
Os Paralamas Do Sucesso - Seguindo Estrelas
Ritchie - A Vida Tem Dessas Coisas
Los Hermanos - Veja Bem, Meu Bem
MC Delano - Na Ponta Ela Fica
Andrea Corr - Champagne From A Straw
Transmatic - Blind Spot
Cássia Eller - Palavras ao Vento
Mário Velloso - Tudo Por Você

Talvez Você Curta

26 comentários

  1. Ainda não escutei, mas detestei e achei ótimo...

    ResponderExcluir
  2. Hello povo... Hello, Léo ;)

    Preciso sair do armário de vez, para comentar o bate-volta não divulgado. Eu sou o Deridévio/Tirésias... Não enxergo há mais de 4 anos, fui baixa-visão durante outros 4 antes de perder completamente. Enfim, não é pra contar minha história que vim pagar o salário de vocês hoje.

    Quando eu disse que vocês lidaram com o assunto de forma madura, é claro que descontei a zoeira, pois entendo que é preciso levar na esportiva o tratamento dado ao meu caso, assim como todo mundo precisa levar na esportiva os casos que trazem pro SAD.

    Mas é claro que não existe isso de super sentidos para pessoas cegas. Preciso desmistificar, pois ficou parecendo que eu concordo. Por exemplo, quando a Amanda se impressiona e parte desse pressuposto para achar que eu provavelmente tenho um tato maravilhoso, está implícito um estereótipo muito disseminado de que toda pessoa com deficiência precisa superar barreiras intransponíveis durante sua vida e, por isso, acaba adquirindo habilidades que pessoas sem deficiência não desenvolvem direito.

    Essa é uma ideia mal fundamentada e superficial, obviamente, pois nem toda pessoa com deficiência reage do mesmo modo às dificuldades que tem que enfrentar por conta de sua condição, assim como reproduz um discurso muito negativo: se a pessoa com deficiência é esse super herói, então a sociedade como um todo não precisaria se adaptar e ser mais acessível, já que eles conseguem superar essas dificuldades. Daí que eu compreendo a reclamação do colega que lhes enviou o email, e até quero me retratar, pois não quero reproduzir, com minha fala, esse discurso negativo de deficiente-super-herói.

    A sociedade ainda precisa melhorar muito na sua relação com a deficiência, inclusive nesse ponto de que alguém com deficiência precisa ter o mesmo direito de ser simplesmente comum e ter que se esforçar apenas o bastante para conseguir as mesmas coisas que as pessoas sem deficiência conseguem.

    Dito isto, também preciso enfatizar, embora já tenha ficado claro com o comentário do Luciano no podcast. Eu, Sidney, sou apenas UM sujeito cego, e não posso, obviamente, ser tomado como padrão para todos os outros. Assim como apenas um sujeito homossexual não representa a totalidade das opiniões dos homossexuais enquanto um grupo, por exemplo. Sendo assim, brinco com minha deficiência inclusive porque me sinto bem o bastante, adaptado o bastante, para brincar com ela. Coisa que sei que não é fato para todas as pessoas com deficiência. Cada um lida com sua barra do jeito que pode. Meu jeito é esse. Peço que não generalizem, portanto, pois outras pessoas cegas terão seu próprio jeito de lidar inclusive com esse mito do herói cheio de super sentidos e até mesmo com as piadas e trocadilhos com palavras no domínio da visão, coisa que adoro fazer.

    Infelizmente eu não estava presente no Telegram na hora da gravação. Esse passou batido, mas sempre que consigo, acompanho. Quem me dera a tag #telegramficaascessivel funcionasse, pois outros apps de conversa mais antigos são melhores de usar com o leitor de telas do aparelho, como whats app e até o hangouts do Google; por isso, não tem outra explicação senão falta de competência mesmo do pessoal do Telegram para seu aplicativo não ser acessível.

    PS: Me desculpem pelo textão. Amo todos desse podcast que não ri de nós, mas ri conosco, e é por entender essa sutil diferença que elogiei a abordagem de vocês e não me senti ofendido em momento algum. Ninguém pode saber de tudo, não saber não é o problema, o problema é não querer saber ou achar que já sabe sem antes ter o primeiro contato com o desconhecido.

    Beijos, seus lindos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sidney, a gente entendeu perfeitamente tudo o que você explicou aqui, mas textão sempre é bem-vindo, especialmente porque às vezes o que parece muito claro pra mim não tá pra todo mundo. Como a gente disse no podcast, o "super-heroísmo" na questão dos sentidos é mais brincadeira do que qualquer outra coisa. Acredito sim que a falta de um sentido possa refletir na melhora de outros, por compensação do organismo, mas não obrigatoriamente e nem nessa proporção toda que torne a pessoa o demolidor.

      E claro, a gente não julga as reclamações que vieram por e-mail e nem acha que, por você levar as coisas dessa forma, está representando o jeito certo de tratar a questão com todo deficiente visual. A comparação foi justamente pra mostrar como as pessoas lidam com as questões de formas diversas.

      Bjux!

      Excluir
    2. Sidney, primeiramente, queria dizer que depois da gravação fiquei um pouco bolado por ter meio que exposto a outra pessoa que escreveu, Léo bem sabe, ainda mais por que não lemos o seu e-mail, apenas menciono, e num tom, preciso ser honesto, meio enfadado.

      Quanto a questão dos tais super-poderes, o meu comentário foi justamente para dizer que sim, nós sabemos que isso não é regra, aliás, muito pelo contrário. Nossas falas, longe de querer passar a ideia de que o mundo não precisa de acessibilidade, tentavam, de forma bem humorada, apenas construir um cenário imaginário e super exagerado de oportunidades que o seu personagem Tirésias estaria abrindo mão de descobrir por preconceito, você me entende?

      Minha família tem histórico de glaucoma, meu avô já enxergava muito pouco durante a minha infância, e quando faleceu, já fazia muitos anos que a sua visão tinha se perdido por completo. Minha tia herdou a doença e hoje já está na mesma fase em que meu avô estava quando morreu.

      Digo isso para dizer, não tenho nada contra cego, tenho até parentes que são! -q

      Brincadeira. Digo isso pra que saiba que conheço bem as limitações das pessoas cegas e sei da importância da acessibilidade.

      A diferença que quis destacar entre o seu posicionamento e o outro não foi querendo dizer que você concorda com os tais super-poderes, mas na forma de se expressar, mais humilde e menos professoral, não "na obrigação de se manifestar pelas bobagens que falamos", mas, exatamente, colocando-se como um indivíduo que fala por si!

      Abraços, e escreva sempre que desejar!!

      Excluir
  3. Oi, Lu. Compreendi perfeitamente. Esse meu disclaimer foi pra me fazer entender, pois com as brincadeiras que eu mesmo fiz, poderia parecer que eu estava sendo irresponsável com a minha própria deficiência. Respeito muito quem tem deficiência e tem um posicionamento mais "carrancudo" do que o meu, pois sei na pele como é ter que se adaptar num mundo que tem tudo contra sua condição. Mas, por lidar com leveza, eu me senti culpado por poder estar passando uma falsa ideia de que é tudo flores e piadas. O posicionamento de vocês foi fabuloso, repito. Eu me surpreendi positivamente, inclusive porque não trataram com condescendência o meu caso, coisa que acontece com mais frequência do que eu gostaria, sempre que eu conto minha história de vida. Mais uma vez, parabéns a todos os doutores pela maneira madura e zoeira (que é o melhor jeito de ser maduro... srsr) com que vocês abordam os problemas e com que abordaram a minha proposta de discussão.
    Continuem lindos sempre, fazendo o bem sem OLHAR a quem... =X

    ResponderExcluir
  4. Toda vez que vejo um ep. novo baixando eu automaticamente grito: "SAAAAAD NOIR". Minha família nem me acha louco.

    Comentando a única barra que é barra, acho que o primeiro passo pra Elisa é notar que o "valor" que ela tem ou não vem de dentro dela mesma, não do que a balança ou o marido das cavernas diz.
    E à espera de uma análise mais a fundo das flores roxas e azuis de Bárbara.

    ResponderExcluir
  5. Sou gay arromântico e acho que o "moço que não ama" tá é confuso, se não amasse não tava por aí fazendo drama. Tem que aproveitar esse tempo é pra conhecer gente nova. Bj na buchacha

    ResponderExcluir
  6. SAD delicia que animou a minha noite.
    Passando para dizer que fizeram um ótimo episódio :)
    Baby Vi aprovou.
    Besote e prometo que comentarei com mais frequência

    ResponderExcluir
  7. Oi eu sou a Melody

    Vou comentar os casos em nome de Jesus pra pagar o salario dazamiga

    Furando o olho da lua - Miga, eu pago muito de rainha do mundo destruidora extrovertida e talz, mas sou timidazinha e fofa, passei varios nervoso na faculdade em apresentações em publico mas com o tempo melhorou, ai chegou no TCC foi uma bosta e minha professora mandava eu respirar qqqq relaxa no final da tudo errado mesmo <3
    E não ache que receber ervas alheia não vem alterada, porque vem sim ~~momentos~~

    “Chega de fingir” - VIAAAAAAAAAAADO, você conhece os boys duas semanas e já quer ficar no armário? Meu cu. Se até sua familia sabe vai ficar no armario pra que se vamo tudo morre minha irmã?

    Incepção - Esse caso me lembrou uma vez a minha tia falando pra minha mãe: "Não sei porque você é gorda, você é tão boazinha"
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ADORO QUE SER GORDO É COISA DE GENTE MÁ
    E queria falar pro cara que escuta os funcionarios pra fingir que se importa e afins, caguei grandão pra você escroto :*

    A culpa é das estrelas - como diria ines brasil: bata na sua cara antes que eu bata

    SADúvidas Express - TÁ

    Sou a rainha do samba mas nem fui convidada mais suas ridicula tudo, só porque meu audio é cagado, estamos de olho. q

    Ale minha deusa sdds, manda nudes <3 pode me convidar pro aniversario esse ano que eu vou -talvez q

    No aguardo do Karaocast que 300 pessoas diz que vão e no final, só tem umas 15, melhor, mais chance sde eu ganhar dvd de PLL mesmo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei "relaxa que no final dá tudo errado mesmo" e "tá"! hahahaha

      Excluir
    2. Não te convido porque não confio mais em vc
      mtos fora seguidos etc
      gostoso

      Excluir
  8. Voto pra Alê pra membro fixo no podcast...
    Crush eterno em Leo e Érika...
    Amooooooooooooooo os gritos de Luciano...
    Chorei litros com Alê dizendo que tem um crush no padre Fábio de Melo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lili vc tem tbm?
      bora ser migaaaaaaaa

      Excluir
    2. E crush no padre Fábio de Melo interpretando o pequeno príncipe, alguém tem? #traumatizadoforlife

      Excluir
  9. Alêeeee,rainha desconstruída revolucionária <3 ADORON

    “Furando o olho da lua”
    Ai migo,me identifique muito,sofri um monte em apresentação de trabalho na escola,nem quero pensar nas da faculdade. Não sei muito o que você pode fazer,mas vai lá e encara! Pensa que o alívio que vai sentir depois vai ser ótimo.A gente sobrevivi!

    “Incepção”
    Leite,acho que você poderia é trabalhar como correspondente pro SAD. Daí,depois,você dava o podcast de presente com o problema resolvido!

    “Chega de fingir” “A culpa é das estrelas” "Machukar é bom?"
    Bichas e bichos,melhorem!

    Beijos,ótimo cast.

    PS Leo,o Nero deu uma melhorada no visual pra essa novela,ele tava ~bem,via muito
    o apelo,kkk Mas é melhor eu ficar calado,nem vou falar que acho o Cumberbatch charmoso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme, meu amor, tenho várias afliceta com Cumberbatch também ME ABRAÇA VAMO CHORA JUNTO

      Excluir
    2. Mar quem não tem afliceta nesse homi, né gente? Tudo cumberbitch, especialmente depois da cena de chuveiro dele em Star Trek!

      Excluir
  10. Pohãn, eu tinha esquecido como vocês me alegram nesse tempo ausente. Mas já estou em dia com os SADS, amay a volta de youlu e ale linda <3.
    Tento ler tudo no telegram, mas sempre quando chego já tem 1000 msg e perdi a oportunidade de deixar umas piadas sem graça :\

    Quero deixar só um recado pro Seminarista: eu entendo sua barra, odeio seminário. Minha tática é fazer grupo com pessoas que falam bem, só passo os slides e dou uma ~incrementada~ no assunto enquanto morro por dentro. Já quando for fazer apresentação sozinho, bem, só chora mesmo and hope for the best.

    Um beijo e um queijo ❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tá sendo fácil acompanhar o Telegram nem na hora que você tá lá!
      Adoro "enquanto morro por dentro", barra de todo tímido, hahaha. Bjux Ju!

      Excluir
  11. Oi, gente linda!
    Passando pra comentar rapidinho o quanto essa edição foi maravilhosa e cheia de twists!
    Amo cêis e já quero Alê fixa nesse consutrólio!
    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  12. Luciannoooooo, não fica bravo não. Vc e Taylor são meu OTP. Bucetinha com a mão pra vcs.

    E Alê, sou de Goiânia e meu nome é Tatiane, mas juro que nunca falei com vc. Mas já achei alguns Barbiere na empresa onde trabalho, que tem sede em SP, fiquei louca pra perguntar se era familiar de web-celebrity, mas me contive.

    Já que perdi a última gravação do SAD vou apenas ficar aqui torcendo para ouvir a próxima logo. Obrigada Leozio, pelo site lindo, pelas playlists maravilhosas e por animar todas as minhas semanas. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tatiaaaane de Goiânia, obrigado você pelas palavras :D

      Excluir
  13. Quero participar do grupo telegram! Como faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só entrar pelo link: https://telegram.me/joinchat/CoeIcgTLlQRyUggbpcBASQ

      Excluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe