S.A.Maratonas #20 - Gilmore Girls, 6ª Temporada

sábado, outubro 29, 2016


Acorda, grupo, que é temporada de maldade! É temporada de dar vexame bêbado no casamento dos outros, é temporada de brigar com a mãe, de descobrir filha, temporada de chamar Shira de rameira, de adotar cachorro louco! É temporada de correr com a edição do jornal, de expulsar a amiga de casa, de esconder maconha, é temporada de maldade, grupo!

Embarque nessa discussão sobre o polêmico sexto ano de Gilmore Girls, seus conflitos incessantes, correria para pegar um bom lugar antes dos coreanos e um inacreditável momento de "parece que o jogo virou, queridinha" com todo mundo virando team Jess. Se não gostar, a culpa é toda da April!



Nosso e-mail: seriadores@gmail.com
Grupos no Telegram: Seriadores Anônimos | SAD
Nas redes sociais: Twitter / Página no Facebook / Grupo no Facebook
Assine o podcast: iTunes | Feed RSS 
Links
Gilmore Girls Brasil: Site Fanpage no Facebook
S.A.Maratonas #13 - Gilmore Girls, 1ª Temporada
S.A.Maratonas #14 - Gilmore Girls, 2ª Temporada
S.A.Maratonas #15 - Gilmore Girls, 3ª Temporada
S.A.Maratonas #18 - Gilmore Girls, 4ª Temporada
S.A.Maratonas #19 - Gilmore Girls, 5ª Temporada

Trilha Sonora
Pippin (New Broadway Cast Recording) - Magic To Do
The Go-Go's - Our Lips Are Sealed
Sparks - Angst in My Pants
Yo La Tengo - Beanbag Chair
Saint Etienne - Side Streets
Nada Surf - Blankest Year
Pernice Brothers - Amazing Glow
Blondie - Heart Of Glass
Louis Prima - Pennies from the Heaven
Berlin - Take My Breathe Away
Sonic Youth - Kool Thing
The Fiery Furnaces - Tropical Iceland
Kim Carnes - Bette Davis Eyes
John Mellencamp - Hurt So Good
Daft Punk - Around The World
Foreigner - Hot Blooded
Graham Coxon - Freakin Out
The Psychedelic Furs - Pretty In Pink
The New Pornographers - Twin Cinema
Sam Phillips - Taking Pictures
Petula Clark - Don't Sleep In The Subway
Pernice Brothers- Saddest Quo
Blondie - Hanging On The Telephone
Adam and the Ants - Ant Music

Talvez Você Curta

13 comentários

  1. Ahhhh... eu postei o mesmo textão numa página sobre o revival, inclusive o Guto participa dela. Então, ele deve ter lido. Mas como vcs pediram um ponto de vista sobre o Logan, aí vai. Eu teria dito isso muito mais rápido, mas como não estou num podcast, fica mais loooongo.
    Sentem que lá vem o textão.
    Então.... senta que lá vem textão. Hahahaha
    Não li TODOS, mas li a MAIORIA dos comentários e, no geral, o que vou dizer aqui é mais ou menos a mesma coisa que já disse em outros grupos com o mesmo tema.
    Quando era mais nova achava Dean um fofo, odiava o Jess (SEMPRE) e não entendia a relação estranha com Logan. Mas, hoje, vendo o seriado sob uma perspectiva mais adulta, penso algumas situações de modo diferente.
    Sobre todos os relacionamentos terem situações abusivas, sim, e não podemos esquecer que tudo na nossa sociedade, inclusive as relações, ainda é construído sobre uma base machista e há 10 anos essas questões eram menos discutidas e menos óbvias que hoje (e ainda tem muito o que ser dito, porque é cada coisa que vemos por aí...).
    Pausa pra alertar a coleguinha aí de cima que feminismo e machismo não podem ser colocados como opostos porque não o são. Sendo mais clara: feminismo não é oposto de machismo. Procure saber.
    Dito isto, é impossível falar qualquer coisa sem considerar o comportamento da mocinha, pois uma relação depende de duas pessoas pra acontecer e vâmo combinar que Rory , como garota Gilmore, educada por Lorelai, que é, jamais aceitou passivamente qualquer que fosse, desaforo de macho.
    Como já sabemos que um final com Dean foi descartado, por motivos já apresentados antes, vou falar somente das outras duas possibilidades.
    Hoje, de todos eles, o que continuo preterindo (ainda mais) é Jess. A postura dele me incomoda. A mesma cara de "sou inteligente demais para que os simples mortais me entendam" só faz com que eu queira que ele sequer apareça no revival. O lance do garoto incompreendido e sabotado pelo mundo não me convence, pois em toda cena ele era um babaca arrogante, inclusive com quem queria ajudá-lo e se é pra justificar os comportamentos idiotas como consequência da criação e das injustiças da vida, temos que dar o mesmo benefício a todos, pois não estamos aqui pra facilitar... rs
    De qualquer maneira, penso que o que mais se parecia com a Rory era o Logan. Todas as características de Logan tbm existem na Rory (que tbm é muuuito mimada e ryca – pai e avós) e se fizeram notar em algum momento. Acho, inclusive, que ambos cresceram e amadureceram juntos. Juntos eles brigaram pelos motivos errados quando estavam certos e pelos motivos certos quando estavam errados, frequentavam os mesmos ambientes, e no aspecto social, tinham estilos de vida parecidos. A diferença maior entre eles é que a Rory tinha Lorelay (e todo um histórico de uma relação familiar maravilhosa entre elas), que funcionava, na maior parte das vezes, como seu ponto de equilíbrio, já Logan tinha somente Rory como referência (e convenhamos, ela é um péssimo exemplo de maturidade), de resto lhe sobrava apenas uma família rica, mas absurdamente infeliz e distante, por isso todos os comportamentos inaceitáveis que foram mudando e melhorando com o tempo.
    Podemos criticá-lo pela única vida que ele conheceu? Huuum... talvez não. (Mas a gente é pobre e tá aqui pra falar mal de gente rica mesmo – até na ficção. Por quê? Porque sim! Não somos obrigados. Hahahaha).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logan não foi responsável pela desistência de Rory em Yale, o pai dele, sim. E, como adulta, a escolha foi dela, e não podemos dizer que ela é "frágil", pois a mãe dela e outras pessoas tentaram, sem sucesso, dissuadi-la da ideia, e ela, ryca, procurou o conforto irresponsável que só o dinheiro pode proporcionar, tal qual Logan com a sua Life and Death Brigade. Inclusive, quando Jess retorna na 5ª temporada, ambos adotam uma postura de macho alfa totalmente desnecessária, mas tenho que dar o braço a torcer e assumir que ele deu um “prestenção” que Rory precisava. Logan foi um trouxa, mas Jess quando viu ele chegando de Porshe, imediatamente adotou a postura afrontosa de sempre.
      Neste ponto quero chamar a atenção pra um defeito de Rory. Ela, apesar de tudo não foi preparada pra vida real, que acontecia longe da proteção e babação da família e dos amigos moradores de Stars Hollow, que eram como um berço blindado. Ela sempre foi muito elogiada e paparicada, mesmo quando não merecia, e por isso não soube lidar com as críticas ainda que infundadas do Huntzberger pai (Mas chefe taí pra isso mesmo, né non? – Sabe aquele chefe babaca? Então... mandou lembranças! rsrsrs).
      É perfeitamente natural que uma pessoa se aborreça por algo que acontece numa relação sem que isso seja considerado abuso, isso não é exclusividade das mulheres e pensando que sim, estaríamos concordando com a teoria machista de que “homem não chora/sofre por amor”. Relacionamentos não são perfeitos, seres humanos não são perfeitos. Shit Happens. Estou dizendo isso para contrapor os que lembram que Rory chorou por Logan, mas num período em que ambos (inclusive por sugestão dela) concordaram com uma relação aberta. Ela quis experimentar, viu que pra ela não funcionava, quis acabar com tudo e Logan aceitou o desafio de tentar algo que, pra ele, era bastante incomum e até aquele momento, impensado: uma relação de exclusividade.
      Também não vou deixar passar quando eles brigaram e deram um tempo e Logan foi um puto ficando com todas as madrinhas. Mas, no mundo das séries, e na vida, mal entendidos nessas situações sempre acontecem (Ross and Rachel estão aí pra provar – WE WERE ON A BREAK! rsrsrs Alguém consegue explicar o que significa “dar um tempo” na prática? Aceito explicações, sério!) e Rory aceitou voltar, mas, muito naturalmente, no coração ainda sentia a mágoa da traição, depois perdoou.
      Daí em diante, consegui observar apenas o desenvolvimento do casal e o crescimento de ambos. Logan, após ter feito um péssimo negócio e perdido tudo, decidiu que não queria mais viver a sombra do pai e, contrariando as expectativas, tomou um rumo diferente daquele que sempre afirmou estar definido pra ele desde o início. Mesmo o pedido de casamento (embora tenha sido feito de maneira desastrosa, concordo e Lorelai tbm) foi um sinal de amadurecimento. Gente, pedir alguém em casamento não é errado, não! (Não pedir tbm não) Casamento, para alguns é algo perfeitamente natural. Por isso discordo em dizer que foi um ultimato. A “situação” dessa relação só poderia ser definida a partir da concordância dos dois. Ele queria casar, ela não. Quem está errado? Ninguém! Pode ser que nesse retorno eu concorde que Rory tomou a melhor decisão, por ambos.
      Quando Logan conseguiu um novo trabalho e gostaria que Rory o acompanhasse, ele pensou em tudo que poderia fazê-la feliz: os possíveis locais de trabalho, a casa... Isso pode ser um pouco controverso, pois nesse caso, poderíamos entender tbm que ele estava querendo decidir a vida toda por ela, como uma imposição, mas quando se está numa relação, com expectativas de se levar adiante, toda decisão importante é tomada levando o outro tbm em consideração e aí a gente acaba pensando em fazer coisas que deixam o outro feliz. Tá errado? Não tbm.

      Excluir
    2. Assim como não sabemos que tipo de homem Jess se tornou pra uma relação, pois ele sumiu depois do 18ep/6Temp, não sabemos o que Logan se tornou depois do 21ep/7Temp. Nenhum deles teve um “final”, mas falando de um relacionamento que acompanha a transição fim da adolescência/ Juventude/ início da vida adulta, Rogan foi o melhor casal. Por isso, acho que quem merece a chance de mostrar como a mudança de perspectiva afetou o seu lado afetivo, é Logan. A quem a Rory adulta afirmou amar verdadeiramente diversas vezes e era correspondida, sem drama juvenil. Ahhhh... e ele não ficou "bravinho" quando teve o pedido rejeitado, ele ficou triste e frustrado, mas quem não ficaria? Eles se amavam e não ficariam mais juntos.
      Sobre a possibilidade de ela acabar sozinha pois “mulher não precisa de macho pra ser feliz”, eu concordo. O contrário tbm acontece. No entanto, se a mulher estiver numa relação perfeitamente saudável, sim, ela pode ser feliz como e com quem ela quiser. Não tem nada de ruim as pessoas viverem histórias de amor, ou não, se casarem e serem bem sucedidos profissionalmente, ou não, com filhos ou não, e tal. Não existe certo e errado, desde estejam felizes e façam o que lhes parece melhor (e não, não estou ignorando que pras mulheres o peso é maior). Agora, criticar a Amy por optar por esse tipo final (com o macho que for) sob o argumento de que isso é muito normativo, é não levar em conta que apesar da série ser genialmente quebradora de tabus em diversos aspectos, ela ainda está inserida num contexto totalmente americano de ser, e não se enganem, eles são tradicionais.
      Definitivamente Rory e Jess merecem estar na vida um do outro, mas apenas como AMIGOS....
      Torço para que eles desfrutem de todo conforto que uma relação de amizade adulta proporciona, sem toda aquela tensão que os dramas da paixão juvenil causa. Me sentiria confortável se isso acontecesse.
      Se Logan permanecer o tipo de homem que era, tenho certeza que não aceitaria essa ligação, mas nessa nova etapa da série eu aposto em uma mudança de todos. A perspectiva das relações durante a vida adulta muda. Como eu disse lá em cima, nenhum deles teve a chance de mostrar como se comporta numa relação adulta depois dos acontecimentos de ruptura que vivenciaram. Torço pra que Logan possa mostrar num relacionamento amoroso com Rory, pois eles se amavam e eu não tenho nada contra relacionamentos duradouros. Já com o Jess, a natureza da relação deles é diferente, tem mais a ver com o deslumbramento, a atração pelo diferente, pela aventura, pelo menos pra Rory adolescente, pois não me lembro dela dizer que o amava, e se disse, foi antes de todas as experiências pelas quais ela passou na faculdade e antes de conhecer Logan.
      Enfim... Certeza de que de um jeito de outro, haverá um grupo enorme de insatisfeitos quando tudo acabar. Sempre fiz "comparação" entre as relações de Lorelay / Christofer / Luke e Rory / Jess / Logan, mas aí voltamos naquilo que disse acima: relacionamentos sob a perspectiva adulta. A relação de Lorelai com Luke só se tornou possível depois de quantos anos? E ainda assim, tivemos altos e baixos durante o curto período em que ela existiu, e nesse caso eu atribuo os baixos a total incapacidade de Luke de pensar fora da caixinha do eremita, de não compartimentalizar (acho que é aí que chegamos ao momento do desabafo de Lorelay no teaser). Ainda comparando as relações, eu acho que Jess só causa essa confusão toda em Rory por que ele reúne dois dos principais dilemas da história amorosa de Lorelay. Calma que eu vou tentar explicar.

      Excluir
    3. Lorelay e Christofer eram muito jovens e apaixonados e, ao meu ver, o principal ponto de ligação entre eles (antes de Rory) era o desejo de quebrar as regras, de ser diferente das expectativas, era a rebeldia, a inconsequência. Assim como quando Jess apareceu na vida de Rory, ele trouxe esse frescor pra uma vida toda planejada e certinha (essa sou eu fingindo que não me importo com o comportamento destruidor odioso dele), mas quando ele retorna mais adulto, ele está mais parecido com Luke, o cara que se fez sozinho, que decidiu construir a vida sozinho e depois busca o amor, mas isso não significa que ele se permite vivê-lo plenamente, nem por ele, nem pelo outro. Por isso acho que eles devem manter uma relação de amizade, o que seria muuuuito bacana, mas que Rory tenha a chance de viver com alguém que esteja disposto a se jogar e correr riscos com/por ela (quer risco - ainda que equivocado - maior do que um casamento aos 22 anos?), a mudar com/por ela, a construir alguma coisa com/por ela, e nesse caso vejo essa disposição em Logan.


      UFAAAAA.... ACABEI!!!

      Excluir
    4. Dâmaris, obrigado pela defesa embasada, foi a primeira que li com algum argumento pró Logan que faz sentido real, embora eu discorde de muita coisa, é bom ver as diferentes visões que a série proporciona e porque esses triângulos na vida da Rory foram sempre tão polarizados. Agora é esperar o revival, só consigo imaginar que ficaria feliz com ela e o Jess mesmo (e nunca pensei que diria isso), mas ainda penso que o primeiro fim da série é o mais apropriado: ela sozinha, crescendo na vida, ou com outra pessoa que não tenha essa bagagem toda entre os fãs.

      Excluir
  2. Ahhhh... acabei de ouvir o podcast da 5ª temporada (não sei por que ouvi o da 6ª primeiro, anyway) e o detalhe que notei é que vcs sempre dizem "mas essa não é a Rory, isso não tem nada a ver com a Rory, ele não parece com a Rory"... Mas considerando que ela sai de casa e começa a "viver a própria vida" na faculdade, as pessoas mudam, então será que essa não é a nova Rory? Uma Rory diferente, uma Rory adulta? Não digo melhor ou pior, apenas diferente. Talvez ela seja diferente da Lorelai e queira desfrutar o melhor dos dois mundos.

    ResponderExcluir
  3. Mais um Sam gostosíssimo, nunca vou entender quem defende Logan, desde a primeira cena dele na série eu peguei nojo dele e infelizmente a participação dele dura até o fim da série então meu ressentimento contra ele só aumentou ao longo das temporadas. Jess realmente foi o personagem que mais evoluiu e vendo pelo ponto de vista da sexta temporada eu aceitaria se ele e a Rory ficassem juntos no revival, pena que quando vcs gravaram o trailer oficial ainda não tinha saído, fiquei tão emocionada em ver novas cenas desses personagens e fiquei curiosa para saber as reações de vcs. Enfim, bjo no coração e até próxima, muita coragem para enfrentar a season 7.
    PS. O Temer foi culpa da April, só não vê quem não quer.

    ResponderExcluir
  4. Sobre Logan, que cuzão. Sobre Jesse, nunca houve escalação melhor pro papel do filho do Stallone em Rocky 5, a mesma boca torta. Sobre o cara feio de Supernatural, não me importo. Gilmore Girls foi série de infância minha, assistia na Warner Channel. Nessa época passava também The new adventures of old Christine. Por que falei isso? não sei.

    ResponderExcluir
  5. O Jesse não gritou com a Rory?
    Ele foi o que pior agiu com ela, dando piti quando ela não quis dar pra ele lá na festa.
    E depois tomou uma coça bem merecida do Dean.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na festa mencionada, Jess ficou é confuso, porque se você analisar 10 segundos antes da evasão da Rory, ela estava toda envolvida no beijo com ele e ele realmente achou que ela também estava "na mesma página" (tanto que episódios antes ela disse para Lorelai que estava planejando transar com ele). Da mesma forma que ela pode ter se arrependido no ato, ele pode ter interpretado mal os sinais dela. A amizade dos dois após a sexta temporada (e que dura até hoje, nove anos depois, como visto no trailer do revival) mostra que esse momento da festa não foi nada traumático e totalmente perdoável da parte da Rory.

      Ainda estou aguardando alguém mencionar em qual cena de qual episódio Jess grita com/maltrata a Rory. As do Dean e do Logan eu tenho uma lista, se alguém precisar. Portanto, Jess não foi o que pior agiu com ela.

      Beijos de luz.

      Excluir
  6. Oie!

    Quando forem assistir ao último episódio da série, prestem atenção no diálogo de Lorelai com Richard e no comentário feito pela Emily... = (

    Abraços de Paul Anka para todos!

    ResponderExcluir
  7. Ah, gente. Concordo com vocês que as escolhas que a Rory faz para seus relacionamentos são bem ruins, mas sinceramente, acho que é isso que faz dela alguém mais humana. Claro que eu gosto da personalidade perfeitinha da Rory, mas qualquer um que tenha se deixado guiar em algum momento pela paixão ignorando todos os sinais possíveis de estar com um completo babaca se identifica com a personagem. E não, não estou defendendo o Logan, acho ele um idiota.

    ResponderExcluir
  8. Já fez um tempinho que assisti Gilmore Girls e estava revendo alguns episódios, aquecendo para o revival. Sobre os relacionamentos de Rory, acredito que cada um dos rapazes foram importantes para seu crescimento. Todos nós queremos alguém que nos faça bem, a qual nos identificamos, que amemos e seja mútuo. Vejo tanta gente dizendo que o Logan foi um estúpido e sei lá o que mais, porém para mim foi dos meninos o mais legal de ver o amadurecimento. Ninguém viu Jess amadurecendo, ele simplesmente apareceu mais maduro. A realidade de vida que Logan vivia o levava influenciava no que era, ele se parecia com Rory em alguns aspectos e diferente em outros, para mim eles se encaixaram de uma maneira onde ambos aprenderam um com outro e evoluíram como pessoas e no relacionamento. E assim somos nós, ninguém aparece pronto, você pode até ter vivido muitas situações que o fez aprender, mas nunca será perfeito para ninguém, nem maduro o suficiente para um novo relacionamento, sempre há algo para aprender. A gente da muito mais valor ao difícil que foi dando certo, do que aquilo que já veio tudo pronto nas mãos. O amor é comprovado assim mesmo, nas dificuldades. Por isso pra mim el foi o melhor sim, se acham mesmo que vão encontrar o relacionamento dos sonhos e que não ofenderão um ao outro, fiquem sós. Não sei como estará cada um dos personagens todo esse tempo depois, mas quero que cada um tenha um final feliz e torço pelo Logan, achei triste ele e Rory não terem casado, mas é bom que agora terão outras histórias. Quando se conheceram o episódio teve o nome : escrito nas estrelas, não li a respeito do porque ter tido esse nome de fato, mas acredito que o encontro dos dois teve uma importância significativa. 😄

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe