S.A. Cast 8x08: Muito Além de The OA - Original Alcione (Uma Anja de Cada Vez)

sábado, janeiro 21, 2017


Coloque o avô no fogo, invada aquele lugar que bota vinho e embarque nesse resumo de 30 segundos de The OA que leva quase 1 hora para finalizar todos os movimentos angélicos. Tem Justina Machado (também conhecida como enfermeira latina de todas as séries) fumando charutos cubanos, coruja servida no jantar de família, Alcione botando ordem no hotel, coma que melhora a forma física e permite o envio de mensagens de texto.

Séries comentadas: The Mick, One Day At A Time, The Halcyon, Beyond, The OA.


Participantes:
LG

Links:
LoGGado
Erika's Small Talk
Canal Margente

Trilha sonora:
Sia - The Greatest
Alcione - Meu Vício é Você
Kelly Key - Anjo
Shaggy - Angel
Rouge - Um Anjo Veio Me Falar
Sia - Elastic Heart / Chandelier
KLB - Um Anjo (Angels)

Nosso e-mail: seriadores@gmail.com
Grupos no Telegram: Seriadores Anônimos | SAD
Nas redes sociaisTwitter / Página no Facebook / Grupo no Facebook
Assine o podcast: iTunes | Feed RSS 

Talvez Você Curta

35 comentários

  1. O Leo tem uma ideia tão alta da própria opinião. Quando será que ele vai entender que ninguém liga pra opinião crítica dele devido a absolutamente todo mundo saber que o Leo só gosta mesmo de coisa que tem macho gostoso pelado/sem camisa (e branco, de preferência loiro)? Que todo mundo que acompanha o site sabe que 99% do que ele assiste e diz que gosta é exclusivamente devido a afliceta em algum macho? Não tem nada de errado com acompanhar entretenimento por motivos superficiais como esse, inclusive também faço, mas falar como se a opinião dele fosse embasada e realmente enteressada em analisar algo além de quem fica ou não sem camisa e da quantidade de homem gostoso presente é muito risivel. Quem ele acha que tá enganando?

    O Luciano por exemplo analisa as coisas muito mais justamente e racionalmente. Ele tá interessado mais em olhar pros méritos além do quão apertados são os jeans e as camisas dos atores, ele e a Amanda são os únicos que realmente *críticam* uma peça de entretenimento pelo que ela realmente é. Coisa que o Leo parece incapaz de fazer.

    Assuma quem você é e do que você gosta, Leo. Não tem nada de errado com isso. Errado é o fingimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem fingimento nenhum rolando não, Anônimo, é isso mesmo, tudo o que gosto é exclusivamente por macho pelado (branco, de preferência loiro, adoro), não tenho pq dizer algo diferente se tá tão evidente pra todo mundo e transparece em 99% do que digo (mas aquele 1%...)
      Agora, esse negócio de ter uma ideia alta da minha opinião, imagino que seja comum pra todo mundo, né? Afinal, pouca gente aperfeiçoou o dom de se expressar com a opinião de outros. Mas fique tranquilo (a) que não me iludo (e nem quero) que ninguém se guie por ela não, só exerço o meu direito de conversar com os meus amigos livremente e o ideal é que quem ouça tire suas próprias conclusões mesmo, discordantes ou não.
      As análises de Lu e Amanda realmente são ótimas e tenho sorte de tê-los comigo pra suprir a lacuna dessa parte mais crítica do cast!
      Obrigado pela participação e sinto muito que você tenha se sentido tão atingido pelo que falei de The OA (e olha que tem um loiro gostosíssimo sem camisa, muito estranho eu não ter gostado).

      Excluir
    2. Coragem é o que te faltadomingo, 22 janeiro, 2017

      Engraçado, Anonimo... Vir aqui e fazer esse escacéu todo, falar mal do trabalho gratuito das pessoas e por o coment´rio como anomino é ser muito cu frouxo mesmo... De as caras, mostre-se quem é... porque falar mal escondido é muito fácil. Seja homem ou mulher de verdade e critique negativamente com argumentos fortes e mostrando quem realmente vc é. Frouxo/Frouxa.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Mas gente, a Prairie disse que eles iam ter que

    fazer os movimentos juntos (e eles fizeram, todos eles),

    os movimentos iam ajudar a salvar a vida de pessoas (e ajudaram mesmo, direta ou indiretamente eles distraídam o atirador e salvaram todos da escola)

    ela fala pro conselheiro do FBI, o Riz Ahmed, que o que quer que ela estava prevendo que ia acontecer aconteceria em um lugar grande com janelas grandes e teto alto. como é a cafeteria da escola? um lugar grande com janelas grande e teto alto.

    e que no final ela ia, sozinha, pra outro plano/dimensão. (e ela foi. ela tomou um tiro no peito e morreu. você considerando o pós vida como outra dimensão/plano ou não, ele preenche o critério).

    tudo que ela disse que ia acontecer realmente aconteceu. qual exatamente é o furo, o que tá faltando?

    a série é sobre a família que você escolhe (e os 5 mais a OA realmente se tornaram uma família a ponto de estarem dispostos a morrer uns pelos outros), sobre o poder de histórias e da forma como histórias são contadas (e uma vez que todo mundo aqui é viciado em séries, acho que a gente entende o poder de histórias).

    se a história dela na russia e presa pelo cientista é verdade ou não, isso é muito secundário e a série muito deliberadamente deixou isso aberto e teve o cuidado de deixar os dois lado possíveis justamente pra cada pessoa escolher no que acreditar, assim como as 5 pessoas que ela chama pro grupo podem ou não escolher acreditar, uma vez que eles tem a mesma informação que a gente.

    os movimentos também são secundários. dança como spell casting é um conceito legal e que eu nunca tinha visto antes, mas é só uma representação de um conceito: união de pessoas por um objetivo comum. podiam ser palavras, eles podiam usar varinhas, Sabres de luz,livros encantados, a Força, qualquer coisa. não importa.

    desculpa, mas ficar pendurado nos movimentos o tanto que vocês ficaram é perder o verdadeiro ponto da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edu, eu entendi tudo isso do que era a intenção da série e acredito que o Luciano também, foi mal se não ficou claro enquanto falávamos, provavelmente por rabugice minha e vontade de reclamar mesmo. No meu caso, o maior problema é que no deccorer dos episódios, a série enveredou por vários caminhos que não me levavam a crer que era só sobre a união de pessoas por um objetivo comum. Eu estava interessado a princípio no retorno de uma mulher que não enxergava e recuperou a visão, depois na máfia russa, depois na busca pelo pai, depois na trama de cativeiro, nas possíveis "viagens" que os movimentos trariam e assim por diante. Pra mim, descartar tudo isso só pela união das pessoas e resumir à distração do tiroteio e à ideia de "cada um acredita no que quiser" tirou bastante da graça, mas é bem pessoal mesmo, sei que muitas pessoas tiveram a visão que você explicou e curtiram bastante a experiência inteira. A despeito da minha amargura no podcast, esse tipo de debate é o que move a existência deles, então já vejo aí um grande mérito da série por gerar assunto assim.
      Os furos que vi são no decorrer da narrativa mesmo, sendo ela ficção da própria OA pra juntar os personagens (o que deixaria o episódio dos cientistas sem a presença dela ainda mais deslocado) ou tendo acontecido realmente. Mas de verdade, não acho que precisemos voltar neles, coisas que podem ser furos muito absurdos pra mim você pode encarar naturalmente porque viu outros atributos que eu não vi na série e assim a gente segue tendo vínculos diferentes com as histórias e o poder delas.
      Volte sempre, seus comentários contribuem muito! Grande abraço.

      Excluir
  4. Sempre que entro no Seriadores tenho esperança de ter saído um podcast sobre Gilmore Girls, e sempre me decepciono, que trollagem cruel.
    Acho que o nome é Sacer, tenho a mesma barra de Alê (saudade dela e de sua irmã) sobre confundir vozes, esse rapaz parece ser feliz na vida, parabéns senhor. Sobre o podcast, Amanda e Luciano têm a função narrativa de serem os mais sensatos, e analisam as séries até em seus pontos positivos, sabendo regular o tom zoeiro que a situação pede. Parabéns roteirista do SA, gostei dessa adição no elenco, mas claro, ainda amando a dupla de outro Leo e Camis.
    Indo em outros programas percebi que muita gente participava do SA, o que aconteceu com essas pessoas? Seria legal um bloco de amenidades falando disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sacer é muito feliz mesmo, por isso a gente suga a energia dele em todas as chances que tem! Realmente, a nossa lista de convidados seletos das primeiras temporadas do SA seguiu rumos muito diferentes na vida, mas sabe como é, naquela época todo mundo tinha muita disponibilidade, tanto de gravar quanto de ver um milhão de séries, e com o tempo isso foi diminuindo pra todo mundo. Tentamos ter os amigos de volta sempre que possível!

      Excluir
  5. Eu ri da narração sobre The OA, e o que eu gosto muito no podcast de vcs é justamente o humor, mas dessa vez teve muita coisa errada. Quem escuta pensa 'nossa, que bosta é essa?', sendo que a série é muito boa. E a Erica... pelo amor de deus, vai maratonar The L World e volta noutro dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inclusive já estava maratonando durante a explicação sobre The OA não notou? Quase não falei nada, só shades pontuais, por isso.Uma pena devia ter trollado toda a explicação, mas prioridades #tlwforevet 😉

      Excluir
    2. The L Word melhor série de anjos que você respeita!
      Já quero cast em tempo real com Erika maratonando enquanto a gente fala coisa errada de The OA!

      Excluir
    3. Quem ouve o cast acha que a série é ruim? Então o objetivo foi alcançado!!!

      Excluir
  6. Ansioso já para o S.A. Cast que será comentado o final do The Good Place, vai ter né Leo? Diz que sim!

    Se não for pedir demais, comentem também a última temporada de Survivor, Foi linda de se ver, e pelo casts passados me pareceu que vocês curtem também Survivor.

    Ps. Num dos S.A. Cast passado eu escrevi um texto enorme falando de várias séries, tinha ficado lindo (eu achava pelo menos haha), porém pela minha tristeza eu apertei sair ao em vez de publicar, me prometi escrever outro, e ate hoje nada. mas prometo em contribuir comentando direto nos produtos S. A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza vai ter, Barros, The Good Place explodindo todas as cabeças desse Brasilzão! Eu não vi a última temporada de Survivor, acho que o único dos nossos que acompanhou foi o Taylor, então já sabe: campanha pra ele participar do próximo!
      Que pena que seu comentário anterior se perdeu :( esse sistema aqui é sempre complexo mesmo, várias vezes copio o texto antes de apertar qualquer coisa, hahaha. Mas continua comentando sim que faz o nosso dia mais feliz :D

      Excluir
    2. Estaremos aqui p glorificar essa ultima season de survivor, mesmo não gostando do vencedor! Não dá p ser feliz com tudo!

      Excluir
    3. Uhull, Já estou mais feliz sabendo que The Good Place será comentada, adorei muito o plot twist, nem Westworld conseguiu explodir nossas cabeças como essa série linda.

      Taylor, por favor participa do próximo e comenta essa temporada, e não deixa de falar da Rainha Michaela, o vencedor é até melhor do que eu imaginava, tava morrendo de medo que fosse o Ken. HAHAHAHA

      Excluir
  7. Boas pessoal.

    Já a muito tempo ando sem comentar, então espero que estejam todos bem e se encontrem de boa saúde.

    Sobre Halcyon ou Alcione ou sei lá one, a série é uma clara tentativa fracassada de cópia da grande série espanhola "Grand Hotel" deve ter no Netflix, senão procurem, a série é tão boa mas tão boa que em um único episódio acontece pelo menos 4 plot twists com os mesmos personagens que no fim só dá vontade de bater palmas e glorificar em pé.

    Na vibe de Grand Hotel temos a série Velvet que é com o Lito de Sense8 e que super recomendo.

    Falando de Original Angel, vulgo OA, as 3 ou 4 premissas da série é otima mas nenhuma te leva a lugar nenhum. Na descrição audio visual da série esqueceram da parte que o Hap mostra o aparelho wifi que mede batidas cardiacas e que é o que convece OA a seguir com ele para onde o diabo perdeu as botas.

    A série foi tão boa, que quando o pai da trans masculino que tem uma crush pelo francês fechou a porta no fim do episódio acabei por entender a mensagem e fechar a minha porta tb e desistir da série.

    Outra coisa que esqueceram de dizer foi a avulsa que estava presa e acabou por morrer no dia que a OA chega e o HAP só desova o cadaver depois de ser envenenado pela OA.

    Saiu entrevista da OA dizendo que demoraram 3 anos para escrever a 1 ª temporada porque se renovassem a gente poderia ver a 2ª ou 3ª temporada e ver que tudo o que acontece havia sido posto de forma subliminar na 1ª.

    Então é isso, tchau pessoal :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ps. Que trolagem é essa que fizeram no cometário com o Leo, tipo, cada um tem opinião e se não gosta da forma que faz fale com respeito e não atacando como o Sr. Anonimo fez ...

      Excluir
    2. Tb não entendi esse hater sobre Leozio! Ele ainda falou foi bem da série!

      Excluir
    3. Marceeeeelo, que bom tê-lo de volta nos comentários!
      Fiquei interessado por Grand Hotel, by Kid Abelha (oi?), e principalmente em Velvet por motivos de Lito e plot de loja de roupas / caso de amor fulminante com a costureira. Só sou meio avesso a histórias de época, mas tenho fé que um dia alguma me conquistará.
      Esqueci mesmo da história da avulsa na banheira, hahahaha, melhor parte! Esse planejamento de 3 anos que a gente já sabe tudo de forma subliminar promete.
      Quanto ao moço Anônimo, acontece, né, cada um critica peças de entretenimento do jeito que sabe.
      Obrigado pelo comentário e pelas dicas de séries melhores que Alcione! ;)

      Excluir
    4. Obrigado Leo. O fato dessas 2 series serem de epoca não atrapalha a trama das séries em nada. Os espanhóis são otimos na ambientação de época e tirando que ouvir espanhol sempre é um charme.

      Excluir
    5. Obrigado Leo. O fato dessas 2 series serem de epoca não atrapalha a trama das séries em nada. Os espanhóis são otimos na ambientação de época e tirando que ouvir espanhol sempre é um charme.

      Excluir
  8. Feliz em ter parado no primeiro episódio. :)

    ResponderExcluir
  9. The oa tapete de the oc

    ResponderExcluir
  10. Oie,
    Gente este ano o SA maratonas veio pra ficar né? Porque teve outro nesse episodio hahahaha o que eu amei porque me poupa muito tempo de ser a iludida com a série e ve-la inteira, o que não farei porque não mereço isso na minha vida.
    Super me fizeram querer ver The Mick e Beyond, porque gosto dessas coisas... não tem outro motivo. Alcione fiquei meio perdida então passarei longe dessa.

    ps: esse é o podcast com o maior numero de músicas relacionadas a anjo, certeza que vocês conseguem entrar pro livro dos recordes com isso!

    Beijos angelicais para vocês!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois do SA Cast disfarçado de SAM com 3%, rolou crossdresser (q) com o SAM de The OA disfarçado de SA Cast, hahaha. Obrigado, Debyh, você é um anjo!

      Excluir
  11. Olá pessoal. Antes de mais nada, quero deixar aqui minhas desculpas por sempre escutar vocês, mas nunca comentar. O problema é que sou péssima para dar conselhos, no caso do SAD, e, geralmente, minhas opiniões sobre series são parecidas com as suas e acabo achando desnecessário comentar mais do mesmo, exceto sobre The OA, que vou tentar comentar mesmo não lembrando muita coisa.
    Refletindo hoje eu cheguei à conclusão de que eu só vi a série toda porque eu me interessei por aquela parte russa do ep 1, que veio logo depois deles jogarem a abertura na minha cara com 1h de ep (e me acordar com isso, porque estava achando chatíssimo toda aquela parte do adolescente revoltado etc.). Não vou dizer que odiei a série toda porque, por mais absurda que a história seja em algumas partes, ela faz sentido dentro do universo que ela criou e me fez ver até o final.
    Acho que foi a Érika que falou que não era possível o cara manter todo mundo preso tão facilmente, que precisava ter um furo, e enquanto eu via a série eu também achava isso, mas estou aqui para dizer que era tudo redondinho a parte do cativeiro. Eles eram alimentados por uma máquina e, quando ele ia fazer os experimentos, ele apagava todo mundo antes de tirar alguém do aquário. Além disso, enquanto ela era cega, ela não podia fazer muito já que ninguém sabia onde eles estavam e a casa toda tinha senha nas portas. Se não estou enganada, a menina até tenta fugir, mas só consegue a visão de volta, depois de morrer de novo.
    O meu grande problema com a série foi o último episódio, principalmente depois que menino entra na casa dela no meio da noite, escondido, acha uma caixa da amazon cheia de livros, dá de cara com o psicólogo do FBI, que estava na casa fazendo sabe-se lá o que, e o menino acredita que ela inventou tudo. Depois disso, não esperava muito do final e eu estava certa, porque não entra na minha cabeça que toda aquela dança da Sia, que era capaz de ressuscitar e curar pessoas, foi usada para distrair um atirador numa escola. Se tivessem usado as danças para reviver OA, afinal com um tiro no peito ia ficar difícil pra Khatum reviver a menina sozinha, teria sido mais lógico, para mim.
    Mas enfim, era só isso mesmo, desculpa pelo textão mas é que me empolguei. E aproveitando que o comentário está longo mesmo, queria dizer que:
    1- SAMzinho de Supermax foi muito bom, e digo isso mesmo sem ter visto a série porque consegui entender tudo;
    2- Saudades dos SALzinhos de filmes/livros;
    3- Para o pessoal do Loggado, queria apenas agradecer por me manter informada dos barracos da família Camargo e da Mãe Loira.
    Beijos e abraços para todos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Textão maravilhoso, Camila, obrigado! No fim das contas, a gente concorda até sobre The OA também, o que me incomodou no fim das contas foi o excesso de premissas que não eram realmente o foco da série, a cartada barata dos livros da Amazon virando todo mundo contra ela (e essa estranheza do cara do FBI aí) e o final mesmo. Os furos, que continuo achando que existem (vão além dessa questão de a alimentação deles ser automatizada e a localização incerta, é mais pela intenção deles que nunca pareceu a de entregar o cientista maluco à polícia e encontrar o restante de forma investigativa e racional, só escapar de maneira mística) podiam ser bem perdoáveis se o restante se encaixasse. Mas no geral, é uma série que entrega (algumas coisas) que promete sim.
      Louco pra falar de filme e livro de novo, vamos ver se a agenda desse ano permite, ideias não faltam, mas por enquanto suprimos um pouquinho disso nas prescrições! :D
      Beijux

      Excluir
    2. Adorei o comentário Camila P.Tardis.
      É bom saber que não tinha furo pra fuga. Odeio esse tipo de coisa sendo mal feita.
      E realmente terminou Guardiões dá Galáxia, né? A dança realmente poderia ter entrado depois pra ressuscitar a OA, ou deixar um Cliff, deles fazendo a dança e ficar nela e acabar. Só saber depois se deu certo.

      Obrigada pelos elogios ao Sampermaxx é esse povo do Loggado é muito bem informado mesmo. 😊

      Valeu.
      Volte mais vezes
      É bom receber criticas/respostas construtivas
      Abraço

      Excluir
  12. Esse seu comentário me traz a sensação de dever cumprido ahahha. Nós ficamos felizes de vc curtir nossos comentários sobre esses realitys das subcelebridades brasileiras. Abs

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe