S.A.Leatório 65 - Pantera Negra

terça-feira, fevereiro 20, 2018


Assim como Wakanda fornece, o S.A. não podia deixar de reverenciar e enaltecer esse filmão, e também fornece um podcast com duração maior do que o próprio longa e muita contra-problematização, além daquela explanada cena a cena que você já conhece. Como diria Shuri, não é magia, é tecnologia, e assim como M'Baku e Erik desafiaram T'Challa pelo trono, desafiamos você a ouvir sem nutrir muito amor por esse país que nos deixou vibrânio de emoção.

Seja nosso Padrim e dê aquele força nos nossos avanços tecnológicos e sociais, para construirmos uma nação S.A. ainda mais forte e espalhada pelo mundo!

Assine o S.A. na iTunes Store e receba os novos programas diretamente no seu iThing.


Nosso e-mail: seriadores@gmail.com
Grupos no Telegram: Seriadores Anônimos | SAD
Nas redes sociais: Twitter / Página no Facebook / Grupo no Facebook
Assine o podcast: iTunes | Feed RSS 
Participantes
Darlan Generoso
Erika Ribeiro

Links
LoGGado

Trilha Sonora
Vince Staple - Bagbak
Bobby Womack - Across 110th Street
Gil Scott Heron   Revolution Will Not Be Televised
Martha Reeves   Keep On Movin'
Curtis Mayfield   Give Me Your Love
Public Enemy - Fight the Power
Kris Kross - Jump
Ice Cube - True To The Game
African Burundi - Drum Music
Zacari & Babes Wodumo - Redemption
Kendrick Lamar & Travis Scott - Big Shot
Run The Jewels - Legend Has It
Jay Rock, Kendrick Lamar, Future & James Blake - King's Dead
ScHoolboy Q, 2 Chainz & Saudi - X
Ab Soul, Anderson Paak& James Blake - Bloody Waters
The Weeknd, Kendrick Lamar   Pray For Me
Jorja Smith - I Am
Mozzy, Sjava & Reason - Seasons
Joey Bada$$ - For My People
Too $hort - In the Trunk
Kanye West - Stronger
Soul II Soul - Back To Life
Lauryn Hill - Doo Wop (That Thing)
Emicida - Pantera Negra
Snoop Dogg - Drop It Like It's Hot
Kendrick Lamar, SZA - All The Stars
Ludwig Goransson - Black Panther (Original Score)

Talvez Você Curta

33 comentários

  1. Wakandaaaaa!!! Um dos melhores filmes da Marvel! Herói principal com uma boa construção de história e interessante, personagens secundários carismáticos e excelentes atuações!!! Que venham mais assim e que venha logo Guerra Infinita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino em baixo, em cima, na dança do tchaco

      Excluir
    2. Pego as duas pessoas que comentaram aí em cima.

      Excluir
  2. Gente.

    Sobre as pessoas lembrando que Pantera Negra não é o primeiro filme de herói com protagonista negro e blah blah blah é verdade que tem uma parte vindo da vontade de invalidar a opinião alheia, mas existe um outro lado a ser olhado.

    Essa onda de "primeiro filme com [comunidade marginalizada]" que vemos hoje é boa pelos motivos óbvios, comunidades tendo representatividade, mas não dá pra negar que também existe uma tentativa de apagamento aí, uma vez que essa machete quase nunca é verdade.

    Dizer que Mulher Maravilha é o primeiro filme de herói com Protagonista Feminina ou que Pantera Negra é o primeiro com protagonista negro e ignorar que já ouve cultura produzida antes que preenche esses mesmo requisitos (Mulher Gato, Elektra, Blade, como vocês falaram, mas também Hancock e Spawn e outros) é uma forma de apagar essas obras, de manter um ambiente em que parece que essas comunidades nunca fazem progresso, já que todo novo filme é o "primeiro". É como se a luta tivesse começando agora, e não como se fosse uma nova batalha.

    A qualidade desses filmes é irrelevante nesse argumento já que gostar de um filme é algo relativo e muda de pessoa pra pessoa, então a gente só pode olhar pras partes objetivas: Blade foi um filme de herói adaptação de quadrinhos com um protagonista negro. Aliás, mais de um. E isso a mais de 10 anos atrás. Ignorar ou apagar a existência ou o lugar desse filme na luta por representatividade é um desservico. O mesmo pra Mulher Gato. Eu sei que vocês não concordam mas não tem como negar que em questão de representatividade Mulher Gato fez ou tentou fazer mais pela causa, pois a protagonista além de mulher é negra. Isso significa alguma coisa, e é complicado apagar esse feito.

    Invalidar e apagar esses filmes só porque você, pessoalmente, gosta mais de outros mais recentes é perigoso pois só ajuda a manter a ideia de que essas comunidades representadas nunca saem do lugar, nunca fazem progresso, tão sempre começando.

    Ignorar ou invalidar o pioneirismo desses filmes que vieram antes não só no gênero mas no cinema em geral é ajudar a manter o status quo, e eu acho que isso é algo importante de se ter em mente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falamos isso no podcast. Mas vamos la, filme ruim, com baixa audiencia, não tem alcance pra representar ninguém.

      Elektra e Mulher Gato são horríveis caricatas. Elektra assassina foi reduzida a mulher apaixonada que salva a a filha do crush. Mulher Gato conta com uma negra sexualidade que luta contra a Mulher Botox, SERIO!


      Spawl é um cara queimado que só sabemos que era negro por causa do inicio do filme...serio???

      Dai vc quer comprara filmes ruins de 15 anos atrás, todos de anti heróis;Com um filme de diretor negro, elenco majoritário negro, figurinista negra baseando tudo na cultura Africana com um herói honrado, leal, envolto a mulheres fortes, inteligentes (muito melhores que Elektra e Mulher Gato com menos tempo de tela) chega a ser risível.

      Bota o Aço, do Shaquile O'Neal logo. Excelente exemplo de representatividade: tosco, chacota, cheio de clichês.

      So Blade foi um bom filme e ele só tinha de negro ele e a mãe e a mulher mortas.

      Prova maior é, vc tem ai depoimentos emocionados sobre esses filmes? Matérias sobre a relevância deles na indústria?

      So Blade teve relevância e o lugar dele é de 1o filme de herói depois de terem abandonado a ideia e ele ser negro fica de lado nessas matérias.

      Elektra, Mulher-Gato, Hancock se fossem apagados talvez Mulher Maravilha e Pantera Negra tivessem saído antes. Pq não teriam essas obras falidas servindo de apoio pra discurso de executivos, homens brancos, de que mulher e negro protagonista sozinho não vende.

      Pense nisso!

      Excluir
    2. Cara, eu não entendo esse argumento de "apagar" as obras que foram feitas porque quem gosta / se vê representado por Blade, Elektra, Mulher Gato, Spawn, o que quer que seja, vai continuar feliz da vida. Não é o seu caso, mas o que eu vejo nessa onda de resgatar obras super pontuais é querer impedir as pessoas de celebrar Pantera Negra e ponto.

      É claro que se a gente for levar as coisas a ferro e o fogo, raramente um filme de agora vai ser o "primeiro" em qualquer coisa, mas se utiliza essa linguagem como forma de comemorar por N fatores: é o primeiro pra geração de crianças negras que hoje tem um filme pra inseri-las no referencial de heróis, é o primeiro em que foi investido muito dinheiro, que teve um público gigante, que faz parte de um conjunto de filmes até então quase todo dominado por brancos, enfim... A Erika listou outros pioneirismos aí, como a questão do elenco todo e da produção, não só o protagonista, que eu acho que deixamos claro no podcast também.

      Na maioria das vezes, e eu repito que não parece ser o seu caso, as pessoas que estão citando esses filmes não estão preocupadas na validação da importância deles e o medo de manter o status quo, mas sim mandar a direta: "vocês estão aí fazendo alarde com um filme que EU não gosto tanto e estou incomodado com o excesso de aclamação e vou listar um monte de pontos soltos na história aqui pra provar que a comemoração de vocês não tem propósito".

      E no mais, todos esses que a gente está falando não tem muito tempo e são em quantidade minúscula, comparado com os vários filmes quase 100% brancos que saem todos dias? Então acho que a gente tem que, sim, fazer alarde com qualquer coisa mais recente que saia do molde. Quando a gente tiver pelo menos 50% das produções seguindo o rumo de Pantera Negra, ou até Mulher Gato, Blade e 50 Tons de Preto (acredite, tem gente dizendo que é um grande exemplo de filme com negros que não são escravos), podemos dizer que o status quo foi mexido.

      Como sempre, agradeço a sua presença continuando o debate aqui!

      Excluir
  3. WAKANDA FOREVAH!

    que. filme. incrível.
    estava comentando esses dias com a minha irmã, que me indicou horrores a série one day at a time, que é muito foda estarmos vivendo uma época onde temos acesso a produtos culturais como esses dois. um que aborda tantos temas considerados "espinhosos" envolvendo imigrantes latinos lá nos eua e outro que navega sem medo algum por problemáticas e assuntos pertinentes à comunidade negra a nível global. e ambos fazem isso com muita maestria. de forma leve muitas vezes, mas sempre muito respeitosos com todas as pessoas que estão ali sendo representadas. enfim...

    não tenho crítica nenhuma a fazer sobre o filme. pra mim é uma obra redondinha, com personagens carismáticos, um antagonista tão forte quanto o protagonista e com elementos de humor, drama e ação dosados nas medidas certas. isso sem falar em tudo que ele representa.

    sobre os mimizentos, prefiro deixar na competência do rincon sapiência, um rapper brasileiro, em sua canção afro rep, a resposta:

    "África é longa metragem, mas eles querem que seja um curta
    fui sábio, lembrei do mc gw e falei assim: atura ou surta?
    [...]
    dramaturgo tipo suassuna
    mas eu odeio dramas, dizem que somos comunas
    pra eles é um sacrilégio perder privilégios
    por isso têm medo do gueto levantar fortunas"

    PS: já quero spin-off das moças de wakanda resolvendo alguma treta enquanto o t'challa está ocupado ajudando os vingadores em alguma missão random;
    PS2: michael b. jordan e chadwick boseman... eu literalmente viro água corredeira abaixo com esses dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa música do Rincon diz tudo! Bela lembrança de One Day at a Time também muito importante pra todas essas questões que a gente tem falado (e precisa falar mais), é realmente incrível que a gente possa ver esse tipo de coisa sendo produzida e atingindo cada vez mais pessoas.
      Quando a Michaelzinho e Chadwick, a mente fanfiqueira vai longe.

      Excluir
  4. Quando não tem Érika nos podcasts eu nem ouço.

    ResponderExcluir
  5. Vamos lá!
    Eu estava tão ansioso para assistir esse filme, como a muito tempo não estava.
    Sou branco e amei o filme, e mais que isso, entendo a importância dele. As pessoas que querem desmerecer a representatividade da obra, citando outras que trazem personagens negros não entendem que nunca será suficiente (até porque obras com qualidade são raras). Assim como falam "querem enfiar gay em tudo agora", eu como gay, cansado de explorarem nosso perfil de forma pontual ou caricata, afirmo que sim, temos que enfiar gays, negros, mulheres empoderadas, estrangeiros (soco na cara do Trump) e todas as outras minorias em tudo, pois a sociedade é composta por todas essas pessoas, todas essas diferenças e a falta de representatividade tem que ser deixada para trás.
    Fico pensando, eu que vi o filme e quis ser o Pantera Negra, como já quis também ser o Capitão América ou o Homem de Ferro, imagina uma criança negra, que finalmente verá um herói (ou heroína, vide Okoye, Nakia e Shuri) semelhante a ela, como protagonista, como alguém forte, poderoso e orgulhoso da sua cultura, família e país? Isso não deve ser desmerecido.
    Fora toda essa discussão que é abordada nesse filme, como obra cinematográfica, achei realmente muito bom, o roteiro é primoroso, os pontos abordados em relação a Wakanda se esconder ou ajudar o mundo e (graças a Deus) personagens com profundidade, motivações e personalidade que só agregam ainda mais. Confesso que a princípio estranhei o jeito do T'Challa, pois em Guerra Civil, achei ele muito blasé, parecia até com sono, mas vendo mais da atuação do Chadwick Boseman e do personagem em diversas situações o estranhamento sumiu. Outro ponto é o visual que me deixou impressionado, Wakanda é maravilhosa, as roupas são maravilhosas, tudo é lindo. O 3D que geralmente me incomoda muito, não me incomodou e deixou as coisas ainda melhores (nunca pensei que fosse possível). E que foi aquela perseguição de carros?! Sensacional.
    Quando falaram de Busan falei a mesma coisa que vocês hahaha
    Gostei muito da cena que o T’Challa volta depois de “morrer” (My Dick with glasses) e diz que vai lutar e é para as mulheres ficarem escondidas nas montanhas e elas dizem que vão junto com ele. #girlpower
    Não poderia deixar de falar dos homezinho né? Afliceta máster em Michael B. Jordan, esse menino cresceu hein, tá bem grande rs. Outro que me deixou moliado foi o M'Baku.
    Enfim fico muito satisfeito deste filme ter sido bom, afinal, as minorias desde sempre tem que provar o seu valor, e acho que apesar de algumas criticas negativas, (muitas vezes forçadas) o acerto foi grande. Adorei o podcast, os pontos e discussões que vocês abordaram como sempre com humor característico que eu tanto gosto.
    Apesar do textão, sinto que tem mais tanta coisa para falar, mas fico por aqui.
    Wakanda Fornece...quer dizer Forever, nos vemos em Guerra Infinita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wakanda Fornece ate na Guerra Infinita vide trailer.

      Obrigada pelo comentário equivalente ao tamanho do podcast Hahahahaha

      Volte sempre :)

      Excluir

  6. Esse filme é sensacional em vários níveis , pantera negra é o meu segundo filme do MCU , história super bem feita, se tira desse filme vários pensamentos que jamais pensei que teria num filme de herói, o que tô vendo de fotos e relatos de gente super feliz que finalmente se enxergar nas telonas num filme de herói me deixa emocionada. Essas pessoas com probleminhas podem tentar o que quiser mas ninguém pode tirar a importância desse filme e de como é muito bem feito.
    Falando mais do filme tenho que falar como adorei tudo Wakanda e de como funciona lá. E como fiquei orgulhosa da Okoye e as Dora Milages chutando bundas na maneira mais foda que já vi, da Shuri minha princesa da Disney favorita(que personagem querida e fofo) e Nakia que são super importantes no filme.
    E quem não gostou do Killmonge tá doido , que antagonista maravilhosamente bem feito pelo Michael B Jordan(que homem maravilhoso 😍) e o T'challa tá perfeito pra mim como rei e herói 💜.
    E a trilha sonora desse filme tá foda , adoro o Kendrick !

    Obrigado por ter feito o melhoe cast que esse filme merece pessoal !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por mostrar que valeu a pena fazer esse podcast por que temos pessoas capazes de serem empáticas e entenderem nossa alegria.
      Obrigada pelo comentário 😊

      Excluir
  7. wakanda foreveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeerrr!!
    como adoro os casts aleatórios que literalmente contam cena a cena do filme s2
    melhor cast de pantera negra serio!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Aparecida!!!
      Ta sendo legal receber feedbacks positivos e ver como gostam da nossa didática cena a cena Hahahahaha
      Volte sempre

      Excluir
  8. Só faltam falar que o filme do pantera negra é uma filme racista reverso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém deve ter dito. Hoje em dia não duvido de mais nada.
      So ver os """fãs""" de Star Wars se sentido tolidos Pq a Rey é mulher. Difícil.
      Homem branco hetero deve ter 70% do protagonismo em todos nos filmes blockbusters, quando perde 1,3,5 já acham que tão tirando o espaço dele, que logo será esquecido.
      Muita insegurança affff.
      Abraço

      Excluir
  9. Depois de ter ouvido vários podcasts sobre o filme, é oficial: o de vocês foi o melhor.
    Não sei que bicho mordeu na podosfera, mas tá rolando uma insistência em se apegar às falhas do filme que eu não entendo. Os defeitos são mínimos e não rendem tanta discussão quanto alguns fazem parecer.

    Outra coisa que eu não entendo é quem reclama que em muitos momentos Pantera Negra "vira um filme de herói" ou "parece um filme da Marvel". Tipo???

    Mas pelo menos tem salzinho pra falar do que realmente importa <3 ótimo episódio, como sempre ;) abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O engraçado ou ouvir pessoas que gostam de reclamar da formula Marvel, que falam mal.dos vilões, dos roteiros vazios e sem densidade...se contradizendo e só comentando piada, efeito ruim (Cgi do final É ruim mesmo), falando que Martin Freeman e Andy foram mal aproveitados.
      Eu fiquei bem feliz com Garra Sinuca, não tinha como.manter ele Pq ele é o Coringa cheirado, iam falar que tava copiando e melhor resolver usando isso na trama.
      Já Martin é só um agente avulso aquelas questões, deram ate um final legal pra ele.
      A historia não era deles.

      Nesse filme incomodou ver os brancos como coadjuvantes de um casting todo negro. Ai tão chorando personagens que num filme outro ninguém ligaria só pra reclamar.

      Achei bem meritório por parte dos dois atores entenderem seus papéis e ate empatizarem com o monte de atores negros maravilhosos que fazem só pontas, menores que essas na maioria dos filmes.
      Obrigada pelo elogio.
      Estamos muito felizes em ter feito esse podcast.
      Abraço 🤗

      Excluir
  10. Estou digitando com a voz, por que as mãos estão aplaudindo...
    Muito bom, panfletei Geral o podcast.
    Erika empolgada é a melhor Erika.
    Wakanda Foreva <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 🤓 Obrigada por retransmitir a palavra do povo de Wakanda.

      E sim, a manhã é meu super poder. Hahahaahaha

      Excluir
  11. Eu acho que as pessoas têm dificuldade de gostar ou elogiar obras que são imperfeitas, o que dificulta muito pra elas, já que isto non ecziste. Pra mim, Pantera Negra tem alguns problemas em relação às lutas pauleras de blockbuster, eu me perdia às vezes no que tava acontecendo naqueles cortes rápidos e câmera tremida estilo Bourne, acho que por isso eu gostei mais das lutas na cachoeira. Eu estranhei isso, já que em Creed as lutas de box foram bem feitas, tinham um estilo próprio em relação a outros filmes. Eu achei o Andy Serkins muito loko do crack, vocês falaram que o vilão é assim mesmo, mas pra mim não funcionou, que agonia quando ele aparecia, prefiro ele atuando só com aquilo de computação gráfica. O Hobbit também ficou muito deslocado, pra mim nem precisava estar ali. Eu queria ver mais de Wakanda, então apesar de entender que precisavam ir pro país oriental lá, achei que tirou espaço daquele universo que eles criaram. Sobre o Killmonger, eu tava super "nossa, que motivações boas, as ações dele super fazem sentido" até que ele estrangula a mulher lá. Na boa, pareceu que isso foi feito só pra mostrar "olha que malzão, esse é vilão mesmo, viu?". Até porque ele não tinha só ódio no coração, na cena com o pai dele (que cena bonita), quando o Randall pergunta "Nenhuma lágrima pra mim?", o Killmonger tenta até esconder que agora o que resta nele é ódio, mas depois ele chora, a criança vira o adulto e ele chora. O diferente dele esganar a mulher lá e matar a namorada foi que no caso da namorada o ator mostra um pesar, foi a única vez no filme que ele fala de jeito suave, ele não tá atirando nela porque ele não se importa com ela estilo coringa e arlequina, ele atira nela porque ele não pode deixar que nada impeça ele de atingir os objetivos dele. Já no caso da mulher lá, foi avulso, ela não era uma ameaça pra ele se tornar agressivo, um cara tão inteligente, que derruba governos, que provavelmente entende um pouco de psicologia, deveria saber melhor quando se aplica violência e quando não. Isso pra mim foi o que de fato atrapalhou o andamento pra mim, e mesmo sabendo na minha cabeça a dificuldade que o Killmonger passou e tals, a partir daquela cena em que ele levanta a mulher, toda a minha empatia por ele tinha ido embora. Sobre o CGI, foda-se, eu assistia Once Upon a Time, e se eu não me importava com isso na série, não vou me importar agora.
    Agora, cor, o filme tem cor! E eu não tô falando da cor vermelha no uniforme do capitão, que na verdade é vinho por medo de deixar tudo brega, nem da cor falsa de raiozinho de Guardiões, cor de verdade. E que belo uso das cores, pra mostrar Wakanda, pra mostrar aquele outro lugar espiritual, o roxo tava lindo, lembrei de Moonlight, um filme que arrasa nisso e na fotografia, e mostra como o azul e o roxo fazem uma puta diferença. O filme acertou muito no protagonista, eu tava achando que ele ia ser um chatão, como em Guerra Civil, e os coadjuvantes seriam os mais legais. Ainda acho os coadjuvantes melhores e mais interessantes do que o protagonista, mas eles deram uma personalidade ao personagem, o cara tem um ar muito de líder, de realeza mesmo, apesar de achar a monarquia uó, entendi muito a escolha do ator pra esse papel. Amei que os personagens não só concordam uns com os outros, eles se ajudam e possuem cada um traços diferentes de personalidade, o que torna aquele mundo lá muito real, queria muito ver mais do combate de ideias da Nakya e da Okoye. Eu só não curti a virada de lado temporária do W'kabi, pra mim o personagem serviu muito mais pro roteiro, pra terem aquela luta final, e não pra enriquecer mais aquele universo, eu até entenderia se o T'Challa falassem pra não perseguir o Andy Serkins, pra deixar pra lá, mas ele foi capturar o vilão, só que não deu muito certo, aí o W'kabi fica putinho com o cara que conhece desde criança e não pensa duas vezes antes de atacar o Pantera negra no final. Adorei as piadas, bem colocadas, 100% de aproveitamento pra mim. Chupa Guardiões 2 (e chupa um pouco Guardiões 1).

    ResponderExcluir
  12. Pra finalizar, as imperfeições do filme não me fazem gostar menos dele, e eu ainda penso nele, o que é muito bom, essa é uma das funções de obras em geral, te fazer pensar, te fazer sentir. Ele e Mulher-Maravilha fizeram o que os filmes da Marvel tinham medo: não tiveram receio de serem bregas ou clichês ao abordarem temas sentimentais, eles não apaziguaram uma situação tensa com várias piadas logo em seguida de uma situação dramática porque senão tudo ia se tornar "too real". Pra mim, esse sempre foi o pior defeito da Marvel no cinema. E, sinceramente, Pantera Negra junto com Vingadores são os melhores filmes da Marvel. Eu não gosto de Soldado Invernal, é um filme decente, bem feitinho, que manera nas piadas e até tenta abordar mais um lado sentimental, mas eu não gosto dele, prefiro assistir Mulher-Maravilha ou Pantera Negra a Soldado Invernal porque esses 2 filmes me impactaram mais, foram mais singelos, apesar de seus defeitos. Espero que a Warner não demore pra lançar um filme do Super Choque, a utilização dos poderes dele são legais, a história é legal, daria pra abordar a violência policial e tals, a família dele é legal. Aliás, foi no desenho que eu comecei a ter noção da vivência negra, quando ele fala assim pro amigo dele, quando estão em um país africano: "Lá eu sou um garoto negro, aqui eu sou só um garoto". Quero Amanda Wallace cagando na cabeça do Bátman, quero Tempestade tendo o destaque que merece e quero mais boas heroínas negras no cinema, e se não tiver no quadrinho, que criem pro cinema. No mais, concordo muito com as colocações do Bate-papo MDM, até com umas mudanças no roteiro, tirando o fato da cena da Lupita no banco do carro deslizando na rua, aquilo foi hilário. Parabéns pelo podcast, vocês lançaram bem rápido.
    PS.: Imagina que foda seria um filme com as amazonas e as Dora Milaje, dando surra em vilões, sinceramente, até um filme em que elas competissem, tipo Olimpíadas, eu ia gostar. E foda-se o Thanos, quero mais Wakanda, cagay pra vilão careca com regata. Foda-se também Buck com seu cabelinho seboso.

    Desculpa o Textão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu o textao, Anônimo.
      Sim, ta liberado não achar perfeito, mas vamos levar os debates além disso.
      Mulher Maravilha também não foi perfeito, no final o cgi sempre vem pra dar uma derrubada.
      Mas temos de falar dos defeitos técnicos e dizer que nem eles foram capazes de nos tirar da obra, do que ela levantou, das reflexões e espaço que ela conquistou.

      Como Vc disse não existe filme perfeito, ainda mais de super herói. Mas existe a nossa capacidade de extrair, ate de um filme de herói mensagens que vamos carregar sempre quando lembrarmos dessa obra.
      Esse é o diferencial do Pantera Negra e é nisso que as pessoas precisam focar mais.

      Valeu por ter contribuído com o comentário. Ficamos felizes de estar havendo debate aqui. As vezes concordamos, em outras não, mas é assim que tem de ser.

      #WakandaForever 🙅

      Excluir
  13. Que ícone de podcast! Quem sabe um dia os outros amiguinhos da podosfera aprendam a não ficar só se prendendendo em bobeiras. Enfim, cês arrasaram e PantÉrika tarra demais! Amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim.
      Pq quero ouvir podcasts sobre os temas que gosto.

      Excluir
  14. Vim aqui rapidão pra dizer que estou lendo tudo mas não estou conseguindo responder todos os comentários por falta de tempo mesmo. Irei fazer isso em breve, o debate aqui está muito bom então pfvr continuem #WakandaFornecer

    ResponderExcluir
  15. comentando atrasado só pra dizer que ouvi vários podcasts sobre pantera, mas o de vocês com certeza foi melhor, abordaram temas e analisaram o filme de uma maneira muito legal, que outros nem chegaram perto. parabéns, arrasaram <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, nem!
      Obrigada mesmo pelo reconhecimento.
      A gente ficou bem triste com alguns podcasts e nos motivou mais ainda a fazer esse.
      Abs

      Excluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe