Pan Am 1x04: Eastern Exposure

quarta-feira, outubro 19, 2011


E Pan Am faz mais um ótimo episódio.

Esta semana, Pan Am deu um foco maior para Ted, e através dos flashbacks descobrimos mais sobre o passado dele e sua entrada para a Pan Am. Gostei de saber que Ted sonhava em ir para o espaço, mas esse sonho acabou destruído depois do acidente com sua aeronave, e que ele tinha problemas com o pai, que preferiu ficar do lado da marinha que do filho. Depois desse episódio eu passei a gostar mais do personagem, que deixou de ser apenas o co-piloto mulherengo e piadista. Estou até começando a torcer pelo romance entre ele e Laura, principalmente depois da cena super bonitinha dela segurando a antena pra ele (oi?).

Por falar em Laura, ela continua com problemas com sua irmã Kate. Adorei a discussão entre as duas, ótimas atuações de Margot Robbie e Kelly Garner, pena que resultou no fim da relação das irmãs. Fiquei triste na cena final, eu realmente achei que Kate ia chegar em casa com a câmera e reconquistar a irmã, mas surpreendentemente Laura decidiu ir morar com Maggie depois desta lhe mostrar as maravilhas de Jacarta (foram divertidíssimas as cenas das duas fugindo de cobras, jogando dominó, vendo rinhas de galo e dançando em cima das mesas). Pelo menos a mudança pode fazer Laura crescer um pouco. Não era isso que Kate tanto queria?

Enquanto isso, a parte da espionagem foi bem fraca. Para uma série que tem um pano de fundo tão promissor (a Guerra Fria), Pan Am está dando para Kate umas missões banais demais. A trama da espiã alemã no episódio passado foi muito interessante e parecia que a espionagem finalmente seria relevante na série, mas a história da câmera nesse episódio não fez sentido nenhum! Aliás, serviu apenas para mostrar a influência da CIA, que é capaz até de mudar os destinos dos voos da Pan Am.

Outra coisa que eu gostei nesse episódio foi que ele mostrou um lado mais narcisista de Dean, que se tornou piloto da Pan Am por pura sorte, depois de ficar preso num elevador com Juan Trippe, o fundador da empresa. A tensão entre Dean e Ted foi ótima, principalmente na cena do pouso em Hong Kong, em que o piloto poderia ter usado os conhecimentos do companheiro, mas preferiu dar uma de macho alfa e mostrar que ele é quem manda. Apesar de simpatizar com ele, vibrei com o soco que Ted deu nele, uma lição de humildade mais do que válida.

Acho que o grande problema com Pan Am é a falta de uma trama central pra manter o interesse do público toda semana – o que pode ser o principal motivo da grande queda na audiência da série. Ao que parece, o próximo episódio vai adicionar alguns elementos para mudar essa situação, mas eu espero que não seja tarde demais. Gosto demais de Pan Am para vê-la cancelada precocemente como The Playboy Club, por exemplo.

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. Espero que não seja cancelada, merece pelo menos uma temporada completa...
    E a <3Christina Ricci continua sendo figurante de luxo safadenha<3.
    Gosto demais das irmãs, incrível como as duas tem uma química nas cenas. Sou <3TeamKate<3 e aposto no plot da CIA colocar uma irmã contra a outra, fazerem de Laura uma espiã de Kate.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da estória do Ted, antes eu o achava invejoso, tosco e simplesmente não ia com a cara dele mesmo, mas esse episódio mudou toda a minha idéia sobre o personagem e me fez gostar bem mais dele agora, e até torcer por um romance com Laura. (E ganhar mais um pouco de antipatia por Dean)
    Não acho que a série seja sobre espionagem, em cada episódio o foco vai ser em cada personagem e seus próprios dilemas, logo imagino que nem sempre haverá uma missão incrível alá Alias pra Kate fazer. Acho as missões até agora muito coerentes já que ela é apenas uma mensageira. Nível 0 na escala de espionagem.
    Concordo que falta um arco central, e torço pra que desenvolvam um logo.
    E não fale mais que Pan Am pode levar o mesmo fim de The Playboy Club, por favor! Só de imaginar já dá uma tristeza, minhas estreias da fall season não vão valer quase nada sem as duas...

    ResponderExcluir
  3. Gostei do episódio. Pena que Colette praticamente não participou.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe