Private Practice 5x01: God Laughs

segunda-feira, outubro 03, 2011


Finalmente Addison, está na hora de se tornar uma mãe.

Private Practice volta depois de uma quarta temporada turbulenta, na qual mais ninguém teve um momento feliz por muito tempo. Será que isso mudará com a chegada da quinta? De qualquer forma, o episódio foi até divertido por toda a cena Addison falando com um terapeuta, mas tirando isso, as coisas estavam bem tensas.

Pra começar, Violet abordando uma mulher aleatória e a mesma descobre que o marido bate na advogada. Legal que a mulher acha que é normal ficar contando essas coisas para estranhos. Talvez era somente o ar de superioridade que ela tem por estar voando na primeira classe. De qualquer forma, só serviu para que Violet desse mais alguns conselhos como terapeuta já que ela não vai poder mais fazer issso. Pela minha perspectiva, a mulher estava com mais medo de perder sua reputação como uma ótima advogada do que de fato perder seu marido. Isso explica muita coisa, na verdade. Porém, quando ela descobrir que Violet não é mais licenciada, o que será que vai acontecer?

Addison provou mais uma vez que é uma ótima mãe, cuidando de Lucas enquanto todos estavam ocupados em salvar Pete. O pior mesmo é que na é a primeira vez que coisas horríveis acontecem na casa de Violet e eu recomendo bastante que eles mudem... A casa está cheia de energia negativa. Aquela cena com Sam lidando com um paciente com uma parada cardíaca foi totalmente desnecessária. Se os roteiristas achavam que isso nos deixaria confusos em relação se era ou não Pete, não conseguiram. Com certeza eles não iriam gastar só cinco minutos lidando com o cliffhanger da temporada passada.

Também não entendi porque Charlotte não foi rápida o bastante em não deixar Amelia fazer a cirurgia. Pelo que vimos no começo do episódio, ela estava muito bêbada. Claramente, ou pelo menos para os roteiristas, quando a pessoa sutura a própria mão, ela volta a ficar sóbria. Não, não, não. Claro que não ia acontecer nada com Pete se Amelia estivesse muito bêbada, mas eu tenho certeza que foi super incoerente toda aquela situação.

Sem contar que Addison acabou não indo pra Fiji, mas Fiji veio até ela, trazendo o médico da fertilidade, o delicinha Benjamin Bratt, que vai continuar por mais um tempo na série. Imagina que estranho será ele apalpar a pikachu dela quando na verdade os dois querem outra coisa?

A forma com que fecharam toda a discussão de Violet com Pete foi meio falha. Ele estava com drogas no organismo, mas mesmo assim ele que não aguentava mais a mulher daquele jeito. Se tudo se resolvesse com um 'você é bonita' por aí, o mundo seria um lugar mais tranquilo. Cheio de falsidade, mas tranquilo.

@marcoacpontes 

Talvez Você Curta

2 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe