Archer Season 2 – 2º Parte (Episódios 8 a 13)

quarta-feira, dezembro 28, 2011


1ª Rule: You do not talk about FIGHT CLUB. 


Essa segunda parte da temporada inicia-se com dois episódios com um humor negro elevado ao quadrado, o que poderia ser um tiro no pé, uma vez que trouxe um assunto sensível para muitas pessoas, câncer. 

Com o plot dividido em duas partes iniciando-se em “Stage Two” (ironicamente) e finalizado já em “Placebo Effect”, mostrando uma nova face de Archer para o público, mas é claro iniciando-se com muito humor e aproveitamento de sua situação. 

Pois, Archer é Archer, tanto que engana Woodhouse em lhe dar a passagem para Las Vegas com tudo pago, se aproveitada de Lana a levando para cama além, é claro, de ter complicado a situação de Cyril com a polícia. Apesar disso, Archer parecia um homem mudado frente a doença. 

Sem missões “Stage Two” centrou-se no escritório entre o porco e os híbridos de cabra de Krieger, de Pam fofocando, uma Malory terrivelmente egocêntrica, e o retorno do agora tatuado bebê Seamus, o episódio ainda trouxe as risadas apesar de sua linha mais obscura.




Se já houve um episódio de um desenho animado - série animada, desculpe - que faria as pessoas levarem animações a sério como seus irmãos live action*, "Placebo Effect" de Archer seria esse. 
Afirmação ousada? Absolutamente. Mas eu estou aqui para apoiá-la. 

Archer é geralmente bastante alegre, apesar da sua natureza adulta e violenta. Mas neste episódio Adam Reed e companhia nos levaram em uma aventura obscura. Desnecessário dizer, apesar do final feliz, o episódio me deixou sentindo um pouco deprimido. 

Sério, quantos cartoons, ou melhor, comédias, fora da Showtime, The Big C, você consegue pensar falam de câncer? Agora, quantos têm uma mensagem poderosa ao mesmo tempo tornando-o engraçado? Novamente, esqueça The Big C, nenhum então é porque você não viu “Placebo Effect”. 

Então, é claro, um idiota narcisista como Archer acreditaria que ele era durão o suficiente para utilizar-se de quimioterapia sem nenhum sinal de náuseas, perda de cabelo ou qualquer outro efeito colateral. Tanto que foi pego de surpresa quando Krieger revelou que ele estava tomando pílulas de açúcar e de bombeando Vodca via intravenosa. 

Sério, Sterling, quimioterapia mastigável? 

Uma vez que Archer soube que ele estava tomando um placebo, logo fomos introduzidos a Ruth, uma paciente com câncer que também fora enganada, a principal fonte de inspiração por trás da fúria de Sterling e razão deste episódio foi tão poderoso. 

Sem a introdução de Ruth, a fúria de Archer teria sido outro momento egoísta em sua vida. Mas por ficar tão próximo da idosa paciente com câncer, Sterling revelou seu lado sensível que seu personagem se esconde tão bem. Lado que mostrou durante todo o episódio nos flashbacks. 

Quando de Archer rastreia o armazém onde as drogas estavam, temos a cena mais violenta da história do programa, porém a mais engraçada também. Eu estava rindo tanto que tinha que constantemente voltar para pegar as piadas. #FunniestEver. 

Lana é normalmente a única coisa mais próxima de uma agente competente na ISIS, mas este episódio revelou que esta mulher tem um coração tão grande quanto suas mãos. 

Archer aprendeu alguma coisa? Provavelmente não. 

Krieger é de longe um dos meus personagens favoritos na série, mas sinto que este foi um episódio em que nenhuma história secundária era necessária. Dito isto, eu diria que este foi o melhor episódio da história do programa. 

Após dois episódios épicos sobre câncer, as coisas voltaram ao normal, com "El Secuestro". Tão normal como um episódio de Archer pode ser.



Mantendo o tema desta temporada de explorar histórias de cada personagem, desta vez conhecemos um pouco mais sobre Carol, ou seja, lá qual for o nome, Cheryl Tunt. 

Sim, The Tunts. Descendentes do grande Cornelius Tunt. Não se preocupe, eu procurei no Google também, totalmente inventado. Por mais tola que a história de Cheryl fosse, ela definitivamente brilhou durante o primeiro episódio em que ela tem uma parte maior do que ser vítima de estrangulamento ou parte dos flashbacks de Archer. 

Vimos também outro lado de Pam. Foi incrível como ela levou socos de seus sequestradores. Mas o que realmente fez a brilhar episódio foi o fato de que era um daqueles episódios garrafa que ocorreu principalmente em escritórios e em todo a ISIS. 

O retorno de Brett Buckley e seus ferimentos de bala intermináveis. Bem que o cara poderia apenas manter o telefone no colo? Seria tão difícil? 

Saindo dessa sequencia de ótimos episódios temos “Jeu Monegasque”, levando a equipe de espiões para Mônaco, para recuperar mais um possível vídeo de Malory e suas aventuras sexuais. 

Não quer dizer que eu não gostei da viagem da turma para o pequeno país, mas Archer é sempre melhor quando ele é preso no escritório ou tem a maioria da turma junto. Claro, a série é uma paródia de espionagem em sua essência, mas quando o tema é esse costuma ter episódios mais fracos. 

Eu não tenho certeza quando Gillette foi promovido à agente de um campo, mas estou feliz que ele foi. Sim, eu percebo que provavelmente nesta temporada , mas ajudou da base durante o épico "Skytanic". 



De qualquer maneira, a Gillette faz uma adição fantástica a Lana e Archer. Neste episódio ele passou a brilhar quando ele roubou um dos vestidos marca de Malory. 

Quando havia os lançadores de foguetes na perseguição de carro? De repente, problemas do carro. Agente de campo fantástico.
Falando de perseguições de carro, eu fiquei realmente impressionado com a animação. Entre o efeito de câmera trêmula e da qualidade geral da cena, quase senti como se estivesse assistindo a uma série diferente. 

Felizmente, a turma ISIS manteve as coisas engraçadas em todas as suas breves cenas no escritório. Entre Pam e seus boqu, err impressoras e Krieger e o leilão dos equipamentos da ISIS, nos fez rir. 

Normalmente, eu sou um fã mais fervoroso de Archer quando a série se esquece de sua paródia de espionagem e se mantém no escritório da ISIS. Mas este episódio, "White Nights", foi realmente uma surpresa muito bem-vinda, com uma viagem para a terra dos “camaradas”: Rússia. 

Com a volta de Barry, que vai a Rússia para salvar Archer que acaba preso em uma tentativa malsucedida de saber mais sobre seu possível pai, o general da KGB. Foi um bom episódio, porém acredito que foi para dar uma introdução a ex-agente da KGB Katya Kazanova, que teve um papel importante na season finale. 

Na season finale, um supervilão foi literalmente construído para Archer. Em uma paródia de Six Million Dollar Man (Cyborg no Brasil), o nêmeses de Archer, Barry, foi reconstruído como uma cyborg pelos russos sem nenhuma razão aparente. 

O cara estava apenas sem uma perna. Mas por alguma razão bizarra, foi dado a ele um novo olho, braço e sistema de órgãos robóticos. 

Ridículo? Mais como ridiculamente incrível. 


Isto é Archer. E este é o tipo de bobagem que mais esperamos desta comédia. E que fez de “Double Trouble", um dos episódios mais engraçados da história do programa. 

Não, não precisa fazer sentido o porquê de eles reconstruírem o agente ODIN e enviá-lo para recuperar Katya Kazanova . Nem porque o mandaram para a América, mesmo sem instrução de sua missão. 

O final veio com um clímax explosivo que nunca imaginei que aconteceria (Alguém imaginou?). Claro, de jeito nenhum eles iam deixar Archer sossegar e se casar com Katya, mas ver Barry matar a primeira mulher que Archer amou? 

Bem, eu, por exemplo, estou muito feliz pelo acontecido. Sem todas as prostitutas de Archer, o que faríamos sem as piadas de prostituição e doenças venéreas? Além disso, não aguentava mais a voz daquela mulher, senhor, já basta Nikolai Jakov. 

Além disso, eu tenho que admitir, uma parte de mim sentiu mal por Lana. Eu sei que é difícil ter simpatia por qualquer personagem nesta série, mas se há um que você poderia sentir pena seria de Lana. Pobre menina acabou pensando que Archer ainda tinha sentimentos por ela e ainda fez sexo com ele quando ele tinha câncer. 

Em seguida, apenas alguns episódios pouco mais tarde, ele vai se casar com uma loira que ele mal conhece. Pobre Lana. 

Desculpe, eu esqueci que eu estava assistindo Archer não e Gossip Girl. 

Na semana que vem trago os capítulos do prequel de Archer que passou no início de outubro.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe