Grey's Anatomy 8x11: The Magic Moment

sábado, janeiro 14, 2012


11 episódios. 10 episódios excelentes e finalmente 1 que só foi ok.

Depois de uma história super bem planejada e executada, a temporada entrou naquele período de entre safra. Aquele meio de temporada meio avulso, que não nos empolga demais mas que também não decepciona muito. Antes de nos deixar amargurados com novas história mega dramáticas, Shonda Rhimes nos dá uma pausa para nos acalmar e nos preparar para mais.

Não, o episódio não foi ruim, mas tudo que ocorreu foi completamente esquecível. No próximo ano, lembraremos do excelente começo da oitavo temporada de Greys e dos episódios com fortes emoções, morte do Henry, Teddy sendo enganada enquanto opera, Chistina decobrindo quem ela havia operado, o acidente da ambulância com a Meredith e o Karev e principalmente toda a novela de Zolla e a Assistente Social Mega Evil. Não sobrará espaço na nossa memória para lembrar de momentos de vergonha alhei de Bailey e seu namorado usando Meredith para tentar impor seus desejos, Richard manipulando o Karev ou do caso dos bebês siameses, que apesar de bem legal não conseguiu nos envolver como outros casos passados. 

O melhor do episódio foi de longe o luto de Teddy. A médica mandando Cristina detalhar repetidas vezes o procedimento que culminou na morte de seu marido  conseguiu ser muito angustiante. Eu queria gritar para fazer ela parar com isso, mas para isto existe a Kepner (ou não, adoro ver a personagem tomando fora de qualquer um, ela é quase o Jerry de Parks and Recreation). O desfecho da história foi muito bom com Teddy explicando que Cristina fez tudo certo, tudo o que tinha que ser feito e mesmo assim Henry acabou morrendo. A cena foi emocionante e mais uma vez muito bem atuada por Kim Raver e Sandra Oh. Mais uma vez as duas mataram a pau.

De resto não há muito a se destacar, somente a excelente gafe de Lexie que acabou achando que o Sloan estava dizendo que sentia sua falta, enquanto na verdade ele falava com sua nova namorado pelo telefone. Eu ri muito disto. Só acho um saco estes dois, sabia? Sei lá, já passou da hora deles se acertarem ou superarem estas indas e vindas. Também teve a ótima trollada que a Callie deu na Arizona, que acabou se comportando como uma grande Bitch durante a cirurgia e deixando todos nervosos, desconfortáveis e com pouco confiança. Outro momento que devo comentar foi o lindo desfecho com os primeiros passos da fofa da Zolla. Para ninguém me xingar, eu confesso que adoro os momentos felizes da personagem, mas já fico na expectativa por mais drama. 

A partir de agora não sei para onde Shonda Rhimes levará seus personagens, mas continuo confiando no poder Shondalinda. 

Talvez Você Curta

8 comentários

  1. Ótima review :D
    Bom, esse episódio não foi EXCELENTE, mas não foi ruim, foi apenas "bom".

    Ainda bem que Teddy não vai ficar putinha da vida com Cristina, deus é mais! Querendo ou não, esse episódio foi calmo mas foi tão bonito e triste :(

    Que venha o próximo que promete e depois o episódio que todos estão esperando: "8x13:What If..."

    ResponderExcluir
  2. A tia Shonda pode matar a Teddy se ela continuar dese jeito.
    E o chief é um puta dum filho da puta, o Karev provavelmente fez aquilo porque ele ajudou muito ele no começo (Ele deixou ele refazer o exame de interno, lembram?), e eu achei essa lição que eles quis ensinar desnecessária.
    Meredith foi boa no episódio, Arizona foi Arizona (chata bagarai) e Callie foi Callie (like a boss).
    Realmente esse foi o episódio piorzinho da temporada, mas confio na tia Shonda pra melhorar as coisas.
    Away.

    ResponderExcluir
  3. Putz, foi o primeiro episodio que nao gostei muito não. O plot Karev/Chief foi manjadissimo. O plot da Cristina/Teddy foi surreal , o plot Bailey/Anestesista foi forçadasso. Apesar de mostrar pouco, to confiante no plot Mini-Grey/Sloan/Namorada nova! Ai é o que pode render bem.
    Dou um desconto pq o ápice foi atingido no capítulo anterior e é natural uma queda agora. Torço por recuperação já no próximo!

    ResponderExcluir
  4. Eu achei esse episódio bem inferior aos outros. Não sei porquê. Mas sinto que faltou drama, faltou emoção, faltou comédia. Foi apenas uma sucessão de cenas. Faço exceção apenas para Yang, Teddy e April, que tiveram momentos interessantes. E definitivamente foi lamentável dedicar boa parte do episódio ao romance sem graça da Bailey.

    ResponderExcluir
  5. Tive muita raiva do Richard. Aliás, tenho muita raiva de qualquer um que maltrate o Alex. #talifã

    ResponderExcluir
  6. "Não sobrará espaço na nossa memória para lembrar de momentos de vergonha alhei de Bailey e seu namorado usando Meredith para tentar impor seus desejos."

    Graças a Deus né, essa parte foi a pior parte do episódio... alguém precisa lembrar pra esse anestesista que eles passaram 1 ano sem se ver no hospital (porque, convenhamos, ele tava na floresta catando a enfermeira latina).

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkk, Janaina.

    Adoro vc lembrar da vergonha alheia que a gente sofre quando se recorda que o cara fez a horrenda Off The Map. Ele era chato lá também, né?

    ResponderExcluir
  8. Realmente Diogo, este episódio foi intragável. É o tipo de capítulo faz com que todos os personagens sejam chatos.
    E o que fizeram com a Bailey? Era a minha preferida e ultimamente só tem plot bobo com namoradinho insuportável. Discutir relação durante a operaçāo e arrastar a Grey pro meio disso...seriously! Shonda tá estragando a melhor personagem. E se é pra ter romance, preferia o enfermeiro meio gay.
    abraços.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe