How I Met Your Mother 7x13: Tailgating

terça-feira, janeiro 03, 2012


Ano novo, vida não tão nova assim.


Depois de "Tailgating", fiquei com a impressão de que How I Met Your Mother vai continuar focando nos dramas dos personagens e nem tanto no aspecto cômico. Isto não é necessariamente algo ruim, uma vez que a série anda conseguindo nos comover com as histórias dramáticas dos personagens que tanto gostamos. Por outro lado, é inegável que a série já foi muito mais engraçada e divertida do que é hoje em dia, ao longo de sua história How I Met Your Mother foi deixando de ser inovadora e inteligente e, cada vez mais, vai ficando parecida com Two and a Half Men e Big Bang Theory.

Na história principal, tivemos Marshall tentando ter um momento particular com o seu "pai" no cemitério. No aspecto dramático, a história foi ótima. Muito bom o conflito entre Marshall, um cara que cresceu acreditando em várias coisas fantásticas, e Lily, a mulher que se tornou cética graças a frieza de seu pai. Já no humor, a série continua escorregando, principalmente porque os roteiristas pegam uma piada boa e a repetem  o episódio inteiro até ela perder completamente a graça.

Já Robin, depois de todo o dramalhão do começo de temporada, se esforçou na produção do programa de Reveillon de Sandy Rivers, na esperança que 2011 acabasse rápido e 2012 fosse um ano mais generoso. O curioso é que a mesma coisa acabou acontecendo, Sandy Rivers é bem engraçado e tal, mas os roteiristas têm que aprender a variar um pouco as piadas com o objetivo de não queimar um personagem que ainda consegue ser hilário. Bom saber que a Robin voltará a apresentar um programa, já estava com saudade daquelas gafes absurdas que só o Jornal Hoje de Sandra Annenerg consegue nos proporcionar.

Para mim, o episódio foi salvo por Barney e Ted. A história requentada deles abrindo um bar foi legal para caramba e nos dá uma pequena amostra da atmosfera que a série tinha antigamente. De vez em quando é bom esquecer que os personagens envelheceram e pararam de fazer aquelas idiotices que eu gostava tanto, abrir um bar, lamber o Liberty Bell e coisas deste naipe. Parece que a série era escrita por uma pessoa super jovem e descolada e que foi substituída por um dinossauro careta. Que bom que de vez em quando eles conseguem trazer a jovialidade de volta. Além disso, o jingle do Bar foi muito foda e eu adoro a piadinha do "Puzzle". Infelizmente, a história contou com intervenções de Kevin, que continua extremamente sem graça. A própria série já se deu conta da chatice do personagem e até tirou um pouco sarro disto, mas não o suficinete ao ponto de deixar a coisa legal.

No geral, tivemos um bom retorno de uma comédia que já foi excelente e inovadora, mas que hoje se limita a ser ok.   

Talvez Você Curta

8 comentários

  1. Parece que HIMYM perdeu mesmo a mão pra fazer comédia e agora só os dramas funcionam (de vez em quando)... Achei o episódio bem fraco, na minha opinião, faltam mais plots com todos os personagens juntos, se formos comparar com o primeiro episódio de ano novo da série (sei que é injusto), dá pra ver o quanto os personagens ficam melhores quando estão todos juntos e isso raramente acontece agora. Os plots estão muito repetitivos e ter que escutar a voz horrível do Kevin me irrita profundamente!

    ResponderExcluir
  2. Parei de ler quando voce escreveu que HIMYM ta cada vez mais parecida com TAHM e TBBT,

    ResponderExcluir
  3. Isso realmente é decepcionante mas para mim é verdade. A série que era inteligente e inovadora começou a apelar sempre para as mesmas piadas. Esta estratégia compromete a qualidade da série, mas desde que os roteiristas começaram a fazer isto a audiência só aumentou.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, a diferença de qualidade dos episódios é realmente gritante e os plots com todos eles juntos sempre rendem mais mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Ah não para... dizer que a série hoje em dia está menos engraçada e focando mais no drama eu até posso compreender e concordar. Mas dizer que está parecendo TAHM e TBBT? Exatamente em que? As características de HIMYM já foram ditas e quanto as outras duas? Humor idiota, pastelão e repetivio... zero evolução de história (alias, qual história?). Eu sigo adorando HIMYM mas entendo quem a crítica e diz que já foi mais engraçado, mas comparar com qualquer comédia de Chuck Lorre é demais.

    ResponderExcluir
  6. Jonathas, é justamente na repetição que ela vem se aproximando das comédias de Chuck Lorre. How I Met Your Mother ainda é bem melhor do que estas séries (que eu odeio) mas fico com a impressão de que a série está emburrecendo principalmente no humor. As ótimas sacadas estão perdendo espaço para a repetição de piadinhas meio imbecis, como o caso do Threesome que o Sandy Rivers sugeriu. How I Met Your Mother teve um humor bem melhor do que piadas apelativas deste jeito, ainda está longe de ser ruim (como Two and a Half Men e Big Bang Theory) na minha opinião, mas acredito que os roteiristas fazem isto meio que de propósito para conquistar a audiência daquelas pessoas que não acompanham a série e estão só mudando de canal.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o que você disse sobre HYMYM e que todos nós sabemos: tornou-se muito mais uma série de drama do que de comédia... Mas, mesmo você sugerindo, não consigo fazer comparação com as séries do Chuck Lorre... Apesar de todas serem sitcom's, nunca foi de intenção de TBBT e TAHM desenvolverem um aspecto dramático (pouquissimas vezes vimos isso), e sim de comédia. Já HYMYM sempre teve traços de drama em suas temporadas, desde o começo, envolvendo a comédia dentro dessas cenas também... Na minha opinião, se devemos comparar How I Met com alguma série, seria com FRIENDS. Mas acho que seria sem sentido, visto que HYM é muito boa, e FRIENDS é sem dúvida a melhor série já produzida.

    De qualquer jeito, assisto as três séries citadas (e FRIENDS completa, claro)... E no fim de todo episódio delas, saio sempre com uma sensação de ter gostado do que vi...

    ResponderExcluir
  8. M. Dias, já tentei explicar aqui nos comentários que para mim a série está cada vez menos engraçada por apostar em situações repetitivas, algo vigente nas series de Cuck Lorre. Porém, ainda existem muitos outros fatores que ainda mantém How I Met Your Mother a frente como por exemplo o aprofundamento dos personagens. Antes eu comparava com Friends, achava que era Friends moderna, mas o fôlego de How I Met está cada vez menor, tudo está desgastado, o que demorou muito mais para acontecer em Friends.

    Obrigado pela opinião. O debate é sempre saudável.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe