Grey's Anatomy 8x14: All You Need is Love

domingo, fevereiro 12, 2012


Em meio a muita breguice, Shondalinda nos mostra toda a sua paixão.


O episódio desta semana, de Valentine's Day, no geral foi muito bom, com muito romance, drama, vergonha alheia e tensão. É verdade que a Shonda às vezes exagera um pouco na dose, como fazendo a Lexie ir ao encontro de Sloan com Zola em seus braços, ou com o jantar surpresa no hospital para a Dra. Bailey. Mesmo assim o episódio foi bem divertido e soube explorar muito bem o drama, principalmente com os casos da semana e (só para variar um pouco) com Cristina.

Se a gente parar para pensar, já fez muito tempo que Cristina e Owen vivem num campo de guerra cheio de batalhas e muito drama, mas a personagem não parece se desgastar nem um puco com tudo isso. A relação conturbada do casal continua sendo uma das melhores coisas da série e me faz amar Sandra Oh mais a cada episódio. Não consigo ver uma trégua nesta relação e provavelmente nem quero ver, afinal continua rendendo ótimos momentos. O engraçado foi o carro de flores entrando no meio do hospital, a maldição do Seatle Grace Mercy West of Death continua. A amizade de Owen e Teddy também continua bem abalada ainda pelos acontecimentos na noite da morte de Henry, apesar de eu achar que a médica tem que parar com este mimimi todo, consigo entender e compreender a personagem e se tratando de Teddy isto já é muito. O curioso é ver que mesmo fazendo parte da cirurgia de Henry, o ocorrido acabou unindo Cristina a sua mentora, principalmente porque agora elas dividem um inimigo, Owen.

Durante quase todo o episódio, Meredith e Derek se comportaram como dois coelhos, mas no meio acabou sobrando tempo para uma ótima história de uma paciente com um tumor que poderia ou não estar em seu ovário. É muito bom ver Meredith crescendo como cirurgiã, parece que bem devagarinho ela vai se transformando numa fodalhona da cirurgia geral assim como sua mãe. O caso ainda fez Bailey se atrasar para seu encontro, mas o cara de Off de Map (eu realmente não lembro o nome do personagem) já conhece muito bem a sua amada e programou um jantar romântico em pleno hospital. Breguice de alto nível. 
Por falar em breguice, trama de crianças apaixonadas aos dez anos sempre me fazem ter uma grande vergonha alheia. Odiei tudo nesta história, principalmente aquela mãe frouxa que não consegue controlar o seu filho. Por outro lado, a gente tem que assumir que gosta de ver o Karev bancando o bonzinho, apesar de eu achar que ele merece uma trama melhor há muito tempo. Acho que a Shondalinda está guardando alguma carta na manga, principalmente se ela vier a perder personagens (como Derek e Meredith) para a próxima temporada.

Voltando para um caso médico bom, tivemos Lexie tendo que aturar a mulher que estava recalcadíssima por estar sendo enrolada há oito anos pelo seu namorado. Como Shonda gosta de bancar a irônica malígna em alguns momentos, o namorado acabou morrendo justamente no dia em que acabaria com a enrolação e fiinalmente pediria a mão da namorada. Lexie encalhada combinou muito bem com a trama, principalmente porque a personagem consegue se envolver nos casos como nenhum outro médico do Seatle Grace. Mas o finalzinho dela levando Zola encontrar a Sophia quase a meia noite foi bem uó. Ela ainda acabou entrando no apartamento mesmo vendo que o Avery estava lá. Lexie safadinha, querendo fazer um ménage enquanto deveria estar olhando a sua sobrinha lindinha. Para a tristeza de Lexie, isto não é Gossip Girl, então nem vai rolar.

Só para constar, vamos falar rapidinho do casal lésbico. Arizona ficou o episódio inteiro reclamando que iria ter que ir pro mato fazer a mesma coisa que a Maria Chiquinha, mas acabou surprendida pelo trailer de Derek todo trabalhado no Valentine's Day. Triste foi o eterno Chief, que desistiu de ficar em casa, uma vez que sua a doença de sua mulher está cada vez pior. Coitado, karma is a bitch. As duas mulheres da vida do cara tiveram Alzheimer. Coisas que só Shondamá consgeue fazer.

Assim, o episódio do Dia dos Namorados de Greys teve muito amor, surpresas, romance e, como não pode faltar, muito drama.    

Talvez Você Curta

7 comentários

  1. Uau... esse episódio... uau!!!

    Eu consegui me sentir envolvida por todas as storylines do episódio. Lexie batendo recordes de vergonha alheia nessa temporada, mas eu sinto falta não apenas de quando a Lexie e o Sloan namoravam, mas tmb o fato deles se importarem muito com o outro. Msm, se acontecer deles não ficarem juntos (eu sei que a Shondalinda já disse que eles vão ficar) eu toparia numa boa que eles ficassem amigos, a cena do chocolate foi muito legal...

    Campanha: Emmy para Sandra Oh!!

    Fico até sem palavras pra descrever a atuação dela... ela não fez escândalo, não ficou paralisada/traumatizada, ela não chorou copiosamente, acho inclusive, que a Sandra Oh deve ter tido no máximo 10 frases o episódio inteiro .. mas ela conseguiu mostrar a vulnerabilidade da Cristina, não só frente ao Owen, mas refletindo aqui ela está literalmente no fogo cruzado entre Owen e a Teddy, e acho que eles ainda podem magoar muito um ao outro com isso... estou me referindo aos três.

    PS: eu sempre me refiro ao cara de Off the Map como 'o cara de Off the Map' e quando eu assistia Off the Map (tá eu assisti quatro episódios, não me julguem!), eu me referia a ele como 'o anestesista de GA'.

    ResponderExcluir
  2. Ah Diogo o plot das crianças apaixonadas foi fofo vai! Tenho certeza que 9 entre 10 mulheres fizeram o famoso "ohhhhhhhhhhhhhhhhh" ao final da carta do garotinho. Pode ser meio breguinha mas foi mtooo cute sim..... deixa de ser amargurado com o Valentine's Day menino!!

    Concordo que jantar a luz de velas no hospital foi uóóó mas tinha que ter algo vergonha alheia!

    Lexie coitada, não sabe o que faz! Por mim ela bancaria a Dona Flor e seus dois cirurgiões e ia ser feliz!

    Agora casal Cristina/Owen.
    Palmas, mts palmas para Sandra Oh na cena do elevador e ao final na sala secreta. Como ela consegue??? Como ainda não tem um Emmy??? Mistérios...
    Mas torço pelo casal e espero (não me xinguem) que ela resolva ter filhinhos com o Owen sim e parar de frescura.... ela ama o Owen tanto qto a profissão.

    ResponderExcluir
  3. Janaina, não fique com vergonha. eu tmbm assisti exatamente 4 episódios de Off The Map.

    ResponderExcluir
  4. Não guento criança precoce apaixonadinha.

    ResponderExcluir
  5. Não gostei muito do episódio, acho que foi o mais fraco da temporada. Não consegui me emocionar com os casos da semana, achei muito forçado o modo como tentaram relacionar a situação dos pacientes com o que estavam passando os médicos. Nada da sutileza que geralmente caracteriza essa abordagem na série. O caso que mais me irritou foi o das crianças apaixonadas, muito chato.

    E pergunto o msm que o Zanza como é que a Sandra Oh ainda não tem um Emmy ou um Globo de Ouro. Ela é maravilhosa!! Quanto a briga dela com o Owen, apesar de gostar do personagem acho que Shonda devia fazer a louca e chamar o Isaiah Washington para retornar ao hospital e bagunçar ainda mais a vida da Christina!! Drama até não ter fim!!

    Outra coisa, Shonda depois da prece de todos, ta dando mais espaço para a Bailey (apesar da história ser bem malz ou menos) mais em compensação o pobre do Alex ficou sem história nenhuma!! Ela devia mandar a chata da Teddy embora e dá uma história decente pro Alex.

    ResponderExcluir
  6. Ai gnt não vejo a Christina tendo um filho. Como msm já disse a Meredith ela seria uma mãe tipo a Ellis. Tragédia total...

    ResponderExcluir
  7. A Sandra Oh já ganhou um Globo de Ouro por Grey's, mas vc sabe né, Golden Globe nunca foi assim tão importante pra series.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe