House 8x12: Chase

segunda-feira, fevereiro 20, 2012


Muletas, freiras e House provando que ainda pode fazer ótimos episódios.

Estou muito feliz e revoltada com House ao mesmo tempo. Feliz porque, pela segunda semana seguida, tive prazer ao assistir a série. Tive uma sensação de continuidade entre esses dois últimos episódios, com a trama centralizada em House e Chase, que há muito tempo não sentia. Mas, por qual c#%@l*$ de razão, só resolveram fazer bons episódios após a confirmação do cancelamento?

Já estamos na metade da temporada e, até duas semanas atrás, só vimos histórias e desenvolvimentos medianos, se conseguiram entregar dois ótimos episódios agora, por que não o fizeram desde o começo? Enfim...

Chase sempre foi um dos meus personagens favoritos, e foi muito bom ver um episódio dedicado à ele. O esfaqueamento fez com que o médico reavaliasse sua vida, chegando mesmo a considerar que, antes do acidente, estivesse se transformando num “novo” House.

Ter conhecido e se envolvido com uma freira nesse momento ajudou com que ele entendesse que também está em busca de um sentido para tudo. Além de se integrar maravilhosamente com a trama dos personagens principais, o caso da semana foi bastante interessante e emocionante, com a paciente linda e surfista conquistando minha simpatia.

No final das contas, Chase sempre foi um romântico e, no fundo, ainda deve sentir-se dividido entre convicções metafísicas e científicas. Quando Moira lhe relatou a experiência que teve durante a cirurgia, antes de decidir voltar a ser freira, e Chase disse “acho que isso deve te dar paz, te ajudar a seguir em frente”, não acho que foi só para confortá-la... acho que naquele momento era naquilo em que acreditava e depois, desesperado com a possibilidade dela voltar a ser freira, deu uma explicação racional.

Outro momento emocionante foi quando House tenta demover Chase da tentativa de impedir que Moira voltasse ao convento. Dizer que aquele seria o primeiro passo para que Chase se tornasse infeliz como ele mostrou que se importa com o futuro do membro mais antigo da equipe, e o mais parecido com ele (com ou sem muletas).

PS: Adams me irrita muito com aquele jeito politicamente correto. Não tinha nada que ir contando para Foreman que Chase se envolveu com uma paciente. Linguaruda.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe