Shameless 2X06/07: Can I Have a Mother/A Bottle of Jean Nate

sexta-feira, março 02, 2012

Mama's Rules!

É com um imenso atraso nas reviews, por causa desse carnaval Shameless, que retorno para falar da atração mais safada e pistoleira da televisão americana, que ao que tudo indica engatou de vez! Parece que Frank, Fiona & Cia resolveram colocar o bonde pra andar e as histórias principais estão finalmente pegando no tranco. A série pela primeira vez na temporada fez uma sequencia de episódios muitos bons, focados em Lip, Fiona e Frank, sem ter que se escorar em histórias paralelas para levar um episódio até o fim, como os interesses amorosos de Debbie e os devaneios militares de Ian, etc. E claro, eu não poderia esquecer de quem foi a responsável por sacudir o mundo dos Gallaghers novamente... Com vocês Peg Gallagher... "Is the Grandma! Bitch!"

Desde que essa mulher colocou os pés na porta as coisas se animaram... Exploração dos netos mais novos em troca de barganha, aliciamento dos mesmos para o mundo das drogas, conselhos para os netos brigarem entre si para ver quem é o macho Alpha e por aí vai... Mas nada se compara com ela ter transformado a vida de Frank Gallagher  em um verdadeiro inferno! Acho que não tinha rido tanto essa temporada até agora... O poder que Peg exerce sobre o pobre coitado é coisa de outro mundo e diverte à toda a gente!



De Background para "Peg e Frank: os trambiqueiros e suas tramoias", em "Can I Have a Mother", tivemos o fatídico casamento de Karen, a inconformação de Lip com o mesmo, e as neuroses de Sheila que voltaram à estaca zero. A propósito, só essa mulher mesmo com muita loucura no sangue para peitar a sogra traficante, calejada de meia década de cadeia e dizer "Vem nim mim sua Bitch". E claro, como não podia ser diferente Mama Gallagher colocou algum ânimo na chatíssima festa... "Everybody get to the Floor!"

Não quero falar de Kevin e V, que a cada dia que passa estão mais chatos, e o plot da fuga da Ethel não podia ser mais previsível... Mas quero falar de outro casal... Steve e Fiona que destilaram toda a sua safadeza convidando seus encontros para um jantar à quatro e deixando os mesmos na mesa para irem trepar no banheiro... Isso é Shameless sambando novamente na sua cara. Assim como quando os roteiristas jogam na cara da Fiona, em apenas um minuto, um segredo que fizeram suspense a temporada passada toda, do jeito mais simples... Debbie resolveu contar!

Antes de falar do outro episódio tenho que compartilhar... Coisa mais fofa foi a cena da escada em que Fiona, que tem muito bom coração, foi consolar o pai mijão que passava por problemas com sua mãe também. Quando ela disse: "My Parents Suck Too", lágrimas rolaram por aqui... 


"A Bottle of Jean Nate" veio carregado de temas polêmicos: festas com cenas de Jacuzzi impróprias para menores, declaração lésbica, aliciamento de menores para a fabricação de Meth, complô para enlouquecer a progenitora da família, Ethel 2 e por aí vai... Até a níveis de Jacó e Esaú a série chegou! Acho bacana porque Shameless é cultura! Sempre Referencial!

Começamos com a pobre da Jasmine, que depois de colocar muitos chifres em seu marido e aliciar muitos velhos podres de rico, foi descoberta e agora, pobre coitada, está na rua da amargura rejeitada por todos, até mesmo pelo seu romance lésbico... Aliás, sempre senti uma tensão sexual entre as duas... Mas o que foi aquela cena? Teve muita gente desejando estar naquele barco para compartilhar. Mas quem se erotizou com isso com certeza perdeu todo o tesão com outra cena que aconteceu no barco... O que foi Steve entrando na jacuzzi? Prefiro não comentar... E ainda colocou a culpa no Brasil? O.o Bitch Please?! Não se vê gente fantasiada desse jeito por aqui nem no carnaval....

Continuando com Fiona, a pobre além de ter que se dividir entre dois amores, ainda tem uma casa para organizar antes que o semestre escolar comece, um pai chato de volta em casa para aturar e um plano para bolar, para expulsar a avó maluca de casa. Peg que por sinal roubou a cena novamente fazendo Frank de escrava branca e ensinando a família desde cedo como entrar para o mundo do crime... Muito #WeedsRules. Pobre do Carl que no fim das contas sobrou para ele, que colocou fogo na casa e, de quebra, em si mesmo.


Tivemos a vadia da Karen também, que não fez o test drive no produto que ia adquirir e quando foi utilizar percebeu que era demais até para ela, que ficou doida atras de documentos para salvar a sua herança e terminar logo com o casamento, que durou menos tempo que de celebridade... Digamos que foi o tempo do verão acabar. De volta para o bom e velho Lip, que agora quer ser responsável e largar a escola para cuidar de seu filho (isso ainda vai dar pano pra manga, e vai ser chatooo, vai por mim!). Lip também protagonizou a única cena de relevância de Ian nesses dois episódios, o "Clube da Luta" versão Gallaghers, do qual já havíamos tido uma prévia  lá nos primeiros episódios... Sério, Mama Gallagher falando: "Someone has gotta bleed...  No knives, no guns, no tricks, just fits" foi quase que isso... 
"Welcome to Fight Club. The first rule of Fight Club is: you do not talk about Fight Club. The second rule of Fight Club is: you DO NOT talk about Fight Club! Third rule of Fight Club: someone yells "stop!", goes limp, taps out, the fight is over. Fourth rule: only two guys to a fight. Fifth rule: one fight at a time, fellas. Sixth rule: No shirts, no shoes. Seventh rule: fights will go on as long as they have to. And the eighth and final rule: if this is your first time at Fight Club, you have to fight." 
 As lágrimas permearam meus olhos! Mama Peg I Heart You! *______*

Tivemos claro também o núcleo chato da série que não sabiam se iam para um plot ruim (à procura de Ethel aliada à adoção de Ethel 2) ou um pior ainda (perda das funções mentais e internação de Stan). No meio de tudo isso os roteiristas que não conseguem achar um plot decente para o casal, sambaram na nossa cara ao desenvolver a história do câncer de Mama Gallagher... Agora fica a dúvida, será que mesmo assim Frank e Fiona irão colocar ela para fora? Vamos acompanhar...

Fica a Esperança de que nessa volta às aulas Carl possa aprender a lição...


Always Talk to Mr. White First! Always Talk to Mr. White First! Always Talk to Mr. White First! Always Talk to Mr. White First! Always Talk to Mr. White First! Always Talk to Mr. White First! !

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe