Switched at Birth 1x22: Venus, Cupid, Folly, and Time (Spring Finale)

quarta-feira, março 28, 2012



Uma noite sem drama. Uhum, Bay, você não sabe qual série você se encontra?


Switched at Birth chegou ao fim de mais uma parte de temporada, voltando na summer season com seus 10 episódios restantes da primeira temporada. Devo dizer que queria ter visto mais essa delicinha em 2012, já que tivemos só 10 episódios nesse ano.

No final do episódio, deu pra ver o tanto que a dinâmica da série mudará quando voltar. Acredito que John e Kathryn não ficarão juntos, já que com certeza ela deve investir no seu affair com o advogado delicinha. Se John não arrumar logo esse drama no casamento, vai acabar perdendo a esposa. 

Bay, obviamente, não vai querer ver a cara de Emmet por um bom tempo. Só não aguento o fato de que a série fez com que eu começasse a gostar loucamente de Emmet (antes eu não gostava), mas agora, voltei à estaca zero. Só espero que não trollem mais com a minha cara e coloquem Emmet junto com a garota magia, Simone.

Toby, tadinho, não teve função nenhuma nesse episódio, além de ser vítima de furto de camisinhas. Achava que até o final do episódio, o novo brinquedo de Regina, o cara da galeria, iria terminar tudo com ela, já que ela ficava falando sobre Angelo o tempo todo. Felizmente, não foi hoje, já que ele tinha que tirar o atraso.

Pelo menos Wilke finalmente entendeu que precisava participar mais do mundo dos surdos. Ele parou de fazer um trabalho só para levar Daphne no baile com música ET, já que o negócio estava de abalar as estruturas. 

Foi uma coisa chata Wilke ter que se mudar, mas, talvez assim, Daphne comece logo a dar uns pegas no novo brinquedo, que aparece do nada, porque o pai estava jogando poker. 

Achei o final um pouco meio apelativo, porém. Acho que seria bem mais válido Regina voltando com Angelo porque o novo amor dela iria dar uma enxotada pois ia perceber que a namorada ainda tem sentimentos pelo ex-marido e não porque ela é OBRIGADA a se casar com ele por causa do green card. 

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Akele advogado apesar de uma graça, tem cara de mega evil, sei la... mt sonso...

    'Só não aguento o fato de que a série fez com que eu começasse a gostar loucamente de Emmet (antes eu não gostava), mas agora, voltei à estaca zero. '

    No momento eu até gosto mais da Abuela [mãe da Regina] do que do Emmet...

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe