Don't Trust the B---- in Apartment 23 1x01/02: Pilot/Daddy's Girl

domingo, abril 15, 2012


Não confie na bitch do 23.



A nova estreia da ABC, que além de ser constantemente censurada (Como se não soubéssemos que o B--- significa bitch), veio com uma hype relativa e provavelmente a única que teve era por causa da participação do Dawson. Sim, eu não sei o nome dele, porque para todo o sempre, ele será o Dawson, bitch.

É uma premissa que não é inovadora – menina da cidade pequena muda para NY, perde o emprego (antes mesmo de começar nele), arruma uma péssima colega de quarto e pronto. Todo mundo sabe que morar com outra pessoa do mesmo sexo não é um luxo.


Nossa querida bitch é interpretada pela adorável e sarcástica Krysten Ritter, que recentmenete esteve em Breaking Bad (!!!) e ainda participou da última temporada de Gilmore Girls, ou seja, só amores pela pessoa. Aliás, vamos todos amar odiar a mulher, já que atualmente, ela deve ser a personagem mais canalha na TV norte-americana.


Mesmo sabendo que a série seria de humor fácil, me diverti bastante. Para mim, um dos atrativos era a estreia de Dawson em outra série além de Dawson (Ou devo dizer, Pacey's Creek?) e era de se esperar que as piadas sobre a série seriam jogadas loucamente pelos episódios. Aparentemente, ficar 6 anos ouvindo “I Don't Want to Wait” não foi o suficiente, já que vamos ouvir essa delicia por mais algum tempo, principalmente se envolver uma garota querendo que Dawson coloque a marca oficial do personagem, para as atividades na cama: a flanela.


Chloe, a bitch, é tão insensível que dá pra ver rapidamente porque ela não tem amigas. A outra, June, é bem ingênua, mas já mostrou que sabe jogar também, logo no primeiro episódio. Pena que esse jogo não passou de uma forma de Chloe conseguir suas drogas de volta.


Não pensem, porém, que Chloe não ajudará os amigos! Ela quis deixar bem claro que o noivo de June a trai, trepando com ele lá em cima do bolo de aniversário da loira mesmo. Bom, pelo menos ela ajudou, né. No segundo episódio, bem mais divertido do que o primeiro, June descobre que sua alma gêmea é o pai de Chloe. Com certeza, ninguém estava esperando por essa.

Fiquei decepcionado com o Dawson, reclamando sobre o seu reconhecimento só por Dawson's Creek sendo que ele NUNCA fez nada para mudar isso. Ou se fez, nem saberia, já que nem sei qual é o nome do ator. Geralmente, uma série de comédia demora para pegar um bom ritmo, mas não aconteceu isso com Bitch 23. Logo no Piloto já sabiamos tudo que precisávamos (mesmo que tudo tenha sido apresentado um pouco rápido demais), mas, já é um grande feito uma série de comédia conseguir fazer dois episódios interessantes e já deixando claro que é muito mais do que uma 'filha' de Vacas Quebradas.

Em suma, Bitch 23, é uma aposta certa para a ABC nas noites de quarta-feira. Fez 2.9 na demo e com certeza não vai cair muito semana que vem, com a exibição do segundo episódio. Só espero que os roteiristas consigam fazer plots interessantes e divertidos e deixar a série longe de cair na mesmice.


P.S: Pra quem nunca viu Dawson's Creek com certeza será complicado entender algumas referências e associar também o personagem ao ator na série, e esse é provavelmente o único ponto negativo da série.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Que review mais esdruxula e de mal gosto sem falar da vontade de escrever ne que foi nula.. poxa senao ta afim de escrever ou se na curtiu a serie passa a bola pra outro(a)colaborador simples assim.. enfim gostei da pegada da serie e eu gosto do James Van der Beek e Dawson foi uma otima serie pegou minha infancia\juventude toda quase e ver o James brincando com essa ´´ maldiçao do Dawson foi bem interessante

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei da série tb, tem muito potencial e acho que vai pra frente, principalmente por causa da Chloe, que é provavelmente a megera mais foda da TV atualmente!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe