The Good Wife 3x22: The Dream Team (Season Finale)

domingo, maio 13, 2012



Estranhas situações.


Eventos inesperados, situações desconfortáveis, ambos estiveram muito presentes nesse season finale. Do começo, com Alicia se encontrando com Kalinda (que tem um raro momento de honestidade respondendo uma pergunta feita há muito tempo por Alicia), passando pela aliança de Canning e Nyholm até o momento em que Alicia se vê excluída da vida dos filhos.

Começando pelo caso da semana, finalmente conseguiram fazer com que Nyholm não fosse uma personagem irritante — ela é a única personagem recorrente da série a qual tenho aversão —, utilizando muito bem seu jeito debochado e invasivo, que é representado brilhantemente pela filha dela andando pelos corredores da Lockhart & Gardner.

Os problemas financeiros abordados no episódio e a perda de Patrick Edelstein como cliente parecem ser enormes obstáculos para a empresa de Will e Diane. Isso poderia ser um bom gancho para próxima temporada mas, infelizmente, vem parecendo cada vez mais que The Good Wife é uma série que não oferece grandes mudanças. Sim, os personagens evoluem e os relacionamentos entre eles são complexos em bem trabalhados, mas quando se trata de grandes alterações, é difícil vermos algo significativo.

Will é ameaçado e tudo que acontece é uma leve suspensão, os sócios brigam pela posição dele no comando da empresa e essa disputa termina de forma anticlimática, criando apenas um alivio cômico, Howard. Diante desses e outros acontecimentos, é difícil de acreditar que veremos algo bombástico como a falência da Lockhart & Gardner.

A vida pessoal de Alicia teve grandes avanços nesse episódio. O antigo triangulo amoroso envolvendo Will e Peter é muito pouco abordado atualmente e agora os dilemas de Alicia são mais complexos. Como é ressaltado por Peter e Cary em momentos distintos, o sucesso da boa esposa em seu trabalho é inegável, mas agora ela sendo lentamente empurrada para fora da vida dos filhos, fato simbolizado pela casa comprada por Peter e Alicia do lado de fora. A ironia dessa situação é que tudo deu tão errado para a protagonista que ela agora se encontra na situação na qual seu ex-marido ficaria, mas ela nunca se importou com isso.

A temporada teve seus deslizes, mas o jeito como os personagens são desenvolvidos em The Good Wife permite que ignoremos um pouco o lado menos criativo da série e prestemos atenção naquilo que é muito bem feito: as relações e dilemas vividos pelos personagens. Após três temporadas, nos conhecemos muito sobre esse grupo de pessoas e ainda é possível perceber novas nuances da personalidade de cada um deles.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe