Political Animals Part 6: Resignation Day (Season/Series Finale)

quarta-feira, agosto 22, 2012


É isso que chamo de PLOT TWIST!

Se havia alguma dúvida de que tudo sairia de modo satisfatório ao final, para mim não existe mais tal dúvida.
Está certo, há muito mais que poderia ser explorado em mais algumas temporadas, mas não fico triste com a finale que assiste nessa madrugada de segunda-feira, principalmente vendo os plots twists que tivemos e que simplificaram a história em mais menos de 50 minutos.

Não posso deixar de comentar que no início do episódio estava bem apreensivo para ver no que se desenrolaria a história, principalmente quando se apresentou com a carta de demissão sendo escrita por Elaine, enquanto Douglas se chegava a sua cama coberto pela vergonha.

Mas, como um desenvolvimento bem linear conseguiram trazer várias finalizações e que simplesmente foram perfeitas.

Como, por exemplo, a tentativa frustrada de TJ de sair de casa e o confronto com sua avó, que convenhamos arrasou na cena, acho que no final ele realmente estava focado em se reailitar mesmo que seja por sua família.

Em contrapartida, o momento de explosão de Douglas com Elaine teve mais um cunho de desespero do que real vontade de se explicar, e em uma ação impensada vai ao rancho do qual ele e TJ conversavam para casar com Anne, o cara estava fora de si.

Não acredito que tenha sido algo espontâneo por parte dele, mas sim pura culpa de sua noitada com Susan.

E, por fim, Elaine advogando em prol de seus filhos desiste de disputar a eleição com Garcetti, mas ainda havia terminado o episódio, não é Bud?

O lado da político mostrou realmente o quão ego-centristas são os políticos, em especial os americanos, sendo que nem havia nenhuma notícia concreta da morte de Garcetti e o vice-presidente já queria tomar posse do cargo de presidente, mas a voz da razão, Elaine, estava lá mais uma vez para acalmar os ânimos e colocar o cara no seu lugar.

Garcetti em uma emocionante despedida, visto o acontecimento que estava prestes a se desenrolar, refletiu exatamente o que eu havia dito na review anterior, ou seja que ele a chamaria para ser sua vice mais uma vez, mas agora com mais chances de ter o aceite dela.

É óbvia a oportunidade de Elaine, caso Garcetti não volte em uma possível segunda temporada, mas será que ela está pronta para deixar seus filhos e partipar da eleição??

Já Susan ficou em uma margem bem tenue de resolução, sendo que, obviamente, estava tendo sentimentos mais fortes por Douglas do que ela realmente adminitia e, além disso, perdera seu companheiro dentro do jornal, algo que poderia seriamente complicar suas ações lá. 

Acho que posso dizer que a série mostrou categoria e, principalmente, conseguiu finalizar com dignidade, e espero mesmo que a minissérie seja renovada nem que seja por outro canal, coisa que seria uma burrice por parte da USA Network se deixasse ocorrer.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. ADOREI essa série e quero que façam mais uma temporada! Também acho que o USA seria burro de não aproveitar mais a história.

    ResponderExcluir
  2. Se não tiver season 2, série solo para TJ por favor!

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe