Suits 2x08/09: Rewind / Asterik

quinta-feira, agosto 23, 2012

Quando tudo parece que vai dar errado.

Dando continuidade à sua crescente excelência, Suits volta ao passado para mostrar onde tudo começou. Em seu retorno para o presente, as consequências dos atos de Jessica e Harvey -- sejam os altruístas, sejam os egoístas -- esperam os dois para um acerto de contas. 

E o instrumento do destino é ninguém mais ninguém menos que Louis, justamente aquele que ambos desprezaram a humilharam. Todos nós sabemos que Louis não merece a confiança de ninguém, mas, mesmo assim, deixar um advogado tão bom quanto ele de molho por cinco anos é pura falta de inteligência. 

Falando um pouco mais sobre o flashback de Suits, com certeza esta foi uma jogada acertada da série. O mais especial foi ver Donna e sua imensa lealdade ao chefe estando lado a lado com ele em sua ascensão. Aliás, o relacionamento deles é especial desde sempre, nem de longe dá para dizer que é só "profissional". 

Jessica era -- por incrível que pareça -- humilde. Grata à Daniel por ser valorizada num mundo onde suas chances de sucesso eram quase nada, ela nem vacilou em dar à ele a chance de se explicar quando soube quem estava roubando da firma. Mais do que isso, foi de Harvey a iniciativa de chutar o então sócio majoritário da firma para que Jessica pudesse reinar. Num movimento típico de um "cachorro de ataque". 

Mas nisso, há algo mais a ser notado. Mike está para Harvey assim como Rachel está para Donna. Assim como Donna contou para o chefe sobre a morte do pai dele, foi Rachel quem levou a notícia do falecimento de Edith para Mike. Prosseguindo no padrão, os dois casais se completam no âmbito profissional, com aquela mistura de amizade, cumplicidade e romance sempre entremeando os olhares. 

Ambos os casais ficam com aquela sensação de querer ir mais longe. Donna e Harvey já chegaram num patamar que, provavelmente, Rachel e Mike chegarão logo. O primeiro casal, inclusive, tem um encontro do qual se recusam a falar, só para apimentar mais um pouco o mistério. 

Bom mesmo foi ver Donna esgoelando que não ama Harvey. Ora, até cego pode ver, dona Donna. E para completar, a cara de Specter de "eu sei que você me ama, mulher" fechou o pacote. Numa história de amor dessas é claro que um não fica sem o outro de jeito nenhum... Então a melhor secretária jurídica da cidade finalmente voltou para os braços, ops, voltou a trabalhar para o melhor negociador da cidade. O par perfeito. 

Quanto à guerra entre Jessica e Daniel, quem dera as coisas fossem tão românticas assim. Por um lado, até entendo a vingança dele. Foi ele quem "criou" Jessica, e ser passado para trás pela própria criatura não é mole. Mas, convenhamos, ele não só roubou meio milhão de dólares e fez Louis de laranja, como fez isso pela amante (uma funcionária da firma!), enquanto sua esposa morria de câncer. Nada podia ser mais condenável. 

Porém, é interessante notar como o tempo fora da Pearson Hardman fez dele um homem mais inteligente. Ele manipula a todos com aquela carinha doce. Louis, meu Deus, cai que nem patinho toda vez. Daniel usa palavras sinceras para convencer que quer apenas o que é "justo". Usa o fato de Louis se sentir injustiçado por Jessica para ganhar mais um voto, e isso depois de oferecer "melhores empregos" para outros sócios que votariam nela. 

Nisso, a tática do trio J-H-M de trazer à tona a história de Monica saiu perdendo. Sim, os funcionários ouviram os gritos de uma Jessica indignada no corredor, brigando com seu mais novo cachorro de ataque, mas ficou naquilo. O voto de minerva pertence à Louis, e ele está disposto a fazer seus "algozes" pagarem pelo tratamento que ele sempre recebeu. 

Se pensarmos que Louis pode realmente votar por Daniel, teríamos uma trama imensa para a terceira temporada. Nenhum personagem estaria no lugar que ocupa agora. Quem está embaixo estaria em cima e vice versa. A fraude de Mike correria mais risco de ser descoberta e assim por diante. Mesmo assim, é melhor torcer para que Suits feche esse arco agora... só porque a gente gosta muitos dos personagens, é claro. Mas não dá para negar... que seria bom ver Jessica e Harvey (especialmente Jessica!) calçando as sandálias da humildade, seria. Ah, como seria! 

Voltando ao flashback, a série deu um jeitinho de mostrar como o triângulo entre Jenny, Mike e Trevor começou. Engraçado que até aqui pensávamos que Mike roubou a namorada do amigo, quando na verdade foi o contrário. Porém o passado que vimos do jovem Ross foi além disso. 

Vimos também que ele começou a "se vender" para os vestibulandos na época que precisou de internar sua avó. Incrível que ele é o menino da vovó desde sempre, e no presente já ia tirá-la da clínica que a colocou cinco anos atrás. É uma pena que a personagem não estará mais na série. É inegável que os momentos mais divertidos eram quando ela estava em cena, sem contar que ela dá a Mike um toque "humano".

Uma última observação sobre esses episódios, é que no 2x09 Suits retornamos ao caso semanal. Ele não acrescentou nada de novo, mas provavelmente foi para diminuir o ritmo para a Season Finale. Posso dizer que foi um recurso bem usado, já que esta é uma série procedural que se deu ao luxo de abrir mão desta característica em várias ocasiões. 

A evolução da 1ª para a 2ª temporada é mais que evidente. Proporcionalmente, a expectativa pelo 2x10, “High Noon”, é infinitamente maior que a expectativa pelo 1x12, “Dog Fight”. Enquanto isso, o trailer cumpre sua tarefa de nos fazer pensar sempre no pior cenário possível, mas a esta altura já devemos estar acostumados com as armadilhas que a tal da edição nos dá. Mesmo assim, não dá para afirmar nada, tudo depende de Louis e nada com ele é certeza. Que venha então a temível Season Finale. 


Observações:

- Foi lindo ver Harvey acertando-se com seu pai, dando o adeus que deveria ter dado há cinco anos.

- Como será que Mike reagirá à morte da avó? Como Harvey reagiu à morte do pai? 

- Será que um dia alguém também dirá para Ross “você perdeu seu rumo”?

- Quem além de mim acha que com Rachel indo para Harvard ela estará mais perto da verdade de Mike?

- Aliás, ainda penso que ele descobre mais sobre ele ainda nesta temporada. Vamos ver.

- Só mais uma pergunta: O QUE ERA AQUELE DECOTE DE DONNA?

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. J. Miguel Medrado Bispoquinta-feira, 23 agosto, 2012

    Aquele decote da Danna não é de gsuis não, manolo. A volta dela foi perfeita, trilha sonora perfeita, tudo perfeito nestes epis de Suits.

    ResponderExcluir
  2. A review deixou claro todos os pontos da série que a cada dia me deixam com mais vontade de ver, nem acredito que quando vi o piloto dela estava tentando preencher minha summer season para ficar menos desocupado e agora fico mais ansioso com cada episódio e como cada uma das tramas abre uma imensa gama de possibilidade pra que "merda" aconteça... Engraçado mesmo o quanto a vó do Mike era o ponto humano dele, como ela todas as barreiras caiam, só espero que ele não fique tão sério quanto o Harvey tentando esconder o quanto se importa com as pessoas, até porque esse lado humano dele foi o que o deu vantagens e vários momentos da série.
    Parabéns Arlane, espero pela a do próximo episódio...

    ResponderExcluir
  3. Suits Perfeita Perfeita!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe