Rookie Blue 3x10: Cold Comforts

sábado, agosto 18, 2012


E eu lhes apresento: Sam, o babaca; Oliver, o louco; Traci: a dormente ; Gail: a traumatizada e um final pra terminar de esmagar nossos coraçõezinhos.



Muitas emoções que salvaram esse episódio de Rookie Blue. Se fosse só pelo caso do episódio e não pelo psicológico dos personagens, eu teria dormido assistindo.
Confesso que só gostei do que os roteiristas resolveram seguir sobre duas personagens: Traci e Gail. Já imaginava que Traci seria aquela viúva chata, que só chora, grita e não aceita o que aconteceu. Mas os roteiristas preferiram deixar toda a raiva pro Sam. Yay. Já Gail começa o episódio com uma super vibe de traumatizada, que eu espero que eles explorem mais, e depois partiu meu coração ficando toda emocional e se sentindo culpada quando Traci vai até o hospital visitá-la.

Achei tosquíssimo como alguns personagens foram tão pouco afetados pela morte de Jerry, tais como: Noelle, Dov e Chris. Em especial, Noelle, que o conhecia a bem mais tempo que os outros dois, mas tudo bem, deve ser foda ficar muito triste quando você acabou de ter um filho, então está perdoada.
O luto do Oliver foi bem interessante ou, pelo menos, não foi aquela coisa boring. Ele fez o que era esperado: ir beber no bar de costume, mas incorporou um louco fingindo que o Jerry estava com ele. Achei uma abordagem interessante.

Samdy, meu casal favorito, já não vem seguindo o caminho que eu esperava pra eles. Sinto falta do Sam da primeira temporada, acho que ele perdeu bastante daquela vibe irônica dele. A reação dele à morte de Jerry é bem o que eu esperava: nada boa. Sam completamente se fecha com Andy e ainda chega a culpar a menina pela morte do Jerry, falando algumas besteirinhas. 
Luke continua aleatório na série e, nunca pensei que eu diria isso, mas espero que ele volte como fixo. Quero que ele brigue pela Andy pra ver se o Sam acorda pra vida (ou se pelo menos deixa a coisa mais interessante, e nada melhor pra isso do que um triângulo amoroso, não é mesmo?).

Me decepcionei total que nem mostraram uma interação entre Chris e Gail, apenas mencionaram. Ainda espero uma super fight entre ele e o Nick pelo coração gelado da loira.
A emoção rola à solta no episódio e chega ao seu pico quando Traci lê o discurso que Jerry escreveu para o casamento deles. O cara era um fofo, gente, só me deixa ainda mais triste por terem matado o coitado.

Mas é claro que o drama não ia parar por aí. Como dizem, coisas ruins sempre vem em três... Não quero nem ver a terceira.
Sam pede um espaço de Andy no meio do episódio, mas no final ela vai falar com ele para pedir desculpa por causa do caso em que eles estavam, já que Andy estava errada. Então ele que pede desculpas por ter falado merda e eu já faço um "ooooown" mentalmente. Pena que foi cedo demais. Sam termina com Andy usando o trabalho deles como desculpa. Foi de partir o coração quando ela disse pra ele ir embora, já que era isso que ele queria e ele foi. Só imagino o rumo que essa série vai seguir agora e, pra ser sincera, estou com medo.

Sobre o 3x11: vi a promo agorinha e até que gostei. Luke está fazendo exatamente o que eu queria: abrindo os olhos de Sam. Porém, vejo dark times ahead para o nosso amado personagem. Só nos resta esperar.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe