So You Think You Can Dance 9x10: Top 14 Perform

quinta-feira, agosto 23, 2012



Pela primeira vez em nove temporadas, temos uma noite inteira dedicada a apenas uma coreógrafa. Boa idéia ou um completo desastre?

Uma das coisas que eu sempre gostei em SYTYCD é que os produtores do programa não tem medo de mudanças. Da apresentadora, ao próprio formato do programa, muitas novidades foram introduzidas durante as 9 temporadas, e se algumas não deram muito certo (fall season!) outras foram muito interessantes (all-stars!). Essa semana tivemos mais um evento inédito, uma noite inteira não só dedicada a apenas uma coreógrafa e estilo de dança, mas com coreografias já dançadas por outros participantes.

Particularmente eu acho que no final o saldo foi negativo, já que nenhuma apresentação conseguiu superar a original, mas ainda assim foi uma experiência interessante, que não só nos ensina muito sobre dança em si, mas sobre o que faz um "momento" acontecer no SYTYCD. A coreografia? O carisma dos dançarinos? O palco (sim ainda tem gente reclamando do palco, move on people!)? Conjunções astrais? Tudo isso e mais um pouco?

Os fatores são muitos, e particulares a cada caso, e por isso não vou nem tentar analisar cada performance como se fosse algo inédito. Sim seria ótimo poder ver cada uma dessas coreografias "como se fosse a primeira vez", mas como isso é impossível, que venham as comparações! Preparem suas camisetas Team Cole e Team Kupono!

Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
Dançarinos: Top 14

Mas antes disso, nós tivemos ao menos uma coreografia inédita. Infelizmente, só uma. O Nigel pode falar o quanto ele quiser que esse formato é melhor, mas aposto que se o programa ainda tivesse duas noites, nós teriámos espaço pra pelo menos mais algumas coreografias inéditas.

Quanto a coreografia, eu achei o conceito interessante, mas acho que a Mia se perdeu um pouco pelo caminho, adicionando elementos demais em um tempo reduzido. Se essa coreografia fosse parte de um espetáculo maior, seria perfeita, mas sozinha é muita luz, cordas, flores, beijos e pouca dança. O mise en scène e a atmosfera foram estabelecidos perfeitamente, porém foram pouco utilizados em termos de dança.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
DançarinosEliana Girard e Cyrus "Glitch" Spencer
Dançarinos OriginaisKatee e Twitch

Eu nunca fui super fã dessa coreografia em particular. Não é o estilo de Mia Michaels que eu prefiro, e talvez por isso seja mais fácil pra mim gostar dessa nova versão. Afinal Eliana é uma bailarina maravilhosa, como Katee, e Cyrus é um cara bem carismático, como o Twitch. Mas ainda assim acho que a original é superior em dois aspectos: 1. O Cyrus é carismático, mas não chega nem aos pés do Twitch, que foi maravilhoso nesse papel. Além disso o Twitch é um homem, e o Cyrus é um menino. 2. A Eliana foi boa até demais nesse caso. Nessa coreografia é mais importante que os movimentos sejam abruptos, agressivos, do que ter linhas perfeitas, e pernas suuuuper extendidas.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
DançarinosTiffany Maher e George Lawrence Jr.
Dançarinos Originais: Katee e Joshua

Já nessa é bem mais difícil tentar qualquer tipo de objetividade, já que ela provavelmente estaria no meu top 5 de todas as coreografias do SYTYCD. Então é difícil por em palavras, mas pra mim a Katee e o Joshua realmente viveram essa coreografia no palco. Cada nota da música parecia desencadear uma reação quase involuntária no corpo deles, quase como se eles fossem a música. Já a Tiffany e o George, simplesmente dançaram. Dançaram muito bem eu diria, mas só dançaram. E depois de todo mundo falar tanto da "corrida assistida" eu não acreditei quando eles botaram a câmera em um lugar totalmente wtf e arruinaram completamente o movimento. Nota 0 pro diretor.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
DançarinosAmelia Lowe e Will Thomas
Dançarinos OriginaisRandi e Evan

Já dessa aqui eu gostei bastante. Talvez porque a bunda da Randi não tenha estado na minha cabeça pelos últimos 3 anos, rs. Claro que o fator fofura diminui um pouco quando você troca Evan e Randi pelo Will e a Amelia, mas acho que os últimos tem um nível técnico mais alto, e isso é demonstrado durante a coreografia. O único problema aqui foi na atuação, com Will um pouco exagerado demais e a Amelia de menos.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
DançarinosJanelle Issis e Dareian Kujawa
Dançarinos Originais: Kherington e Twitch

Já aqui, acho que o problema é bem claro: a Janelle. Eu queria muito gostar dela, e quando ela está dançando em seu estilo, esbanja carisma, mas por alguma razão isso não continua quando está dançando qualquer outra coisa. E realmente aquela quantidade de cabelo na cara dela também não ajudou muito. Já o Dareian foi muito bem. Ele é extremamente expressivo, e se não tem a extensão de movimento que o Twitch tem, com certeza compensou com sua técnica quase impecável. Como o Nigel disse, só descobrir o que fazer com os pés.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
DançarinosAudrey Case e Matthew Kazmierczak
Dançarinos OriginaisLacey e Neil

Essa é a única coreografia que aconteceu originalmente em um período do programa onde eu ainda não estava assistindo, então apesar de já ter visto a coreografia uma ou duas vezes no youtube, eu não tenho uma conexão emocional, como acontece com as outras. Ainda assim considero a versão original superior.

Pra começar, comparar o Neil com o Matthew chega a ser covardia. O Neil sempre parece ter uma aura de alegria em torno dele, e isso era exatamente o que essa dança precisava. Já o Matthew apesar de ser um dançarino maravilhoso, ainda se preocupa muito em acertar os passos e estar no lugar certo na hora certa. Falta experiência, acho. Outro elemento superior no original, foi a iluminação. Porque sinceramente, quem já viu um paraíso tão escuro? Eu não sei o que estava acontecendo nessa semana, mas vários elementos técnicos deixaram muito a desejar nesse episódio.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
Dançarinos: Witney Carson e Chehon Wespi-Tschopp
Dançarinos Originais: Heidi e Travis

De todas as coreografias, essa foi pra mim a que chegou mais próxima de capturar a magia da original, sem grandes mudanças em como os dançarinos interpretaram os personagens. Quanto a dança, eu particularmente prefiro o estilo de movimento contemporâneo do Travis do que os movimentos mais precisos e "baléticos" do Chehon, mas isso é uma questão de preferência pessoal, e não há como negar que os dois são excelentes. A Whitney também foi muito bem, e a cada semana fico mais surpresa com a sua habilidade fora da dança de salão.

Quanto a parte de atuação, depois de ouvir a história que deu origem a essa dança, eu acho que gostei mais do jeito que o Chehon, escolheu interpretar o personagem, já que ele parecia estar quase tão triste por estar negando a flor quanto a Witney. Já o Travis escolheu uma abordagem mais fria. Claro, a mudança é bem sutil e só notei depois de assistir as duas performances muitas vezes, mas é interessante tentar notar o que cada dançarino traz para um papel.


Gênero: Contemporâneo
Coreógrafa: Mia Michaels
DançarinosLindsay Arnold e Cole Horibe
Dançarinos Originais: Kayla e Kupono

Quando ouvi a idéia de refazer coreografias antigas da Mia, era só nessa aqui que eu pensava. Como iriam conseguir superar a minha coreografia favorita na história do SYTYCD? Por causa disso a Lindsay e o Cole já entraram tendo que provar muita coisa, e por causa disso em surpreendi com a reação que tive. Sim, o Cole mudou drasticamente o personagem que Kupono interpretou, e para o meu choque, eu gostei MUITO da re-interpretação. Eu não vou chegar a dizer que é melhor, ou pior, mas é diferente, e o mais importante de tudo nessa coreografia: intensa!

E exatamente por ter gostado tanto da re-interpretação do Cole, fiquei meio desapontada pela Lindsay ter seguido exatamente o que a Kayla fez, não exatamente por ser "igual", mas porque ela não conseguiu chegar nem perto do nível de entrega que a Kayla chegou. Sério gente, assistam o original. Eu nunca vi uma pessoa parecer tão desesperada no palco do SYTYCD. Parecia que ela tinha passado uma semana inteira sem fazer nada a não ser chorar. Apesar de ser bem alta, ela parecia uma pena, super frágil, todos os seus movimentos eram incertos, trêmulos, exatamente como deveria ser nessa coreografia. Então, entre Team Cole e Team Kupono, eu sinceramente, sou Team Kayla.



E mais uma vez os americanos partem meu coração, mandando dançarinos maravilhosos para o Bottom, justamente em uma semana onde 4 pessoas foram cortadas. Porque a Amelia tinha que ir pro bottom justo nessa semana?


Porém por mais que eu goste muito dela, esse solo foi bem fraquinho. Ela dançou bem e tal, mas a coreografia foi bem batida.


Esse solo da Janelle também não me empolgou nem um pouco. Não que tenha sido ruim, mais já vimos solos bem melhores vindos dela.


Já a Lindsay, apesar de estar dançando uma dança de pares sozinha, foi muito melhor do que as outras duas. E ela ainda manteve o tema "SYTYCD retrô", usando um vestido muito parecido com o que a Kayla usou aqui, e a música do famoso samba de Lacey e Danny. Aliás, antes de dançar esse samba o Danny vivia no bottom, e depois de dança-lo nunca mais apareceu por lá. Será que a Lindsay vai ter a mesma sorte?


E se o George é constantemente ofuscado pela Tiffany quando dançam juntos, quando ele está sozinho, não tem pra ninguém. E além de um brilhante dançarino, George coreografa muito bem os seus solos. Quem sabe ele não vira um Travis da vida?


Eu gosto muito do Dareian, mas acho que a compulsão dele por momentos acrobáticos, fez co,m que esse solo parecesse um pouco desfocado. Muita coisa pra um solo só.


Gostei do solo do Matthew, mas pra mim ele ainda tem que trabalhar muito sua presença de palco. Principalmente em um palco tão grande quanto o SYTYCD o magnetismo é imprescindível e ele ainda não conseguiu achar esse elemento em sua performance.


E no final, Amelia, Dareian, Janelle e Dareian se despediram do programa. Apesar de gostar muito da Lindsay, acho que manteria a Amelia em vez dela, quanto ao resto das decisões, acho que faria o mesmo que os jurados. E pelo jeito eu tenho que perder minhas esperanças de ver o Cyrus no bottom. Tá difícil viu! Mas vamos ao ranking:
  1. Lindsay Arnold e Cole Horibe  
  2. Witney Carson e Chehon Wespi-Tschopp  
  3. Amelia Lowe e Will Thomas   
  4. Tiffany Maher e George Lawrence, Jr   
  5. Eliana Girard e Cyrus "Glitch" Spencer   
  6. Janelle Issis e Dareian Kujawa
  7. Audrey Case e Matthew Kazmierczak
No próximo programa teremos finalmente, a volta dos all-stars, e mal posso esperar para ver meus dançarinos favoritos de volta. E vocês, curtem os all-stars ou preferem ficar apenas com os participantes de cada temporada? Gostaram de uma noite de revival? Tem algum outro coreógrafo que vocês gostariam de ver homenageado desse jeito?

PS: Alguém postou uma comparação com as coreografias lado a lado no youtube. Se quiserem ver, está aqui.

Talvez Você Curta

3 comentários

  1. Eu realmente não gostei dessa noite. Em todas as temporadas, nunca houve um episodeo q eu não tive vontade de assistir mais de uma vez, e esse eu quase nem terminei de assistir.
    Eu não consegui gostar de nenhuma dupla, foi triste rsrsrs....
    E mais triste foi perder a Amelia. Eu não to gostando dessa temporada, e eu nunca pensei q eu ia falar isso algum dia de SYTYCD.

    ResponderExcluir
  2. É realmente não cho que a noite foi um sucesso, ainda mais depois de uma pausa enorme, mas como eu disse achei a idéia interessante na teoria, por mais que não tenha funcionado na prática. Quanto a temporada, eu to gostando sim, acho que a pausa foi um problema porque as pessoas começam a esquecer dos dançarinos, mas fora isso gosto de bastante gente dessa temporada.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho q o experimento foi válido, afinal como o próprio Nigel disse os coreógrafos não fazem uma rotina especificamente para determinado dançarino ele desenvolve o papel e é o dançarino q tem q se adequar.
    A comparação não ajudou a nenhum dos casais até pq todas as danças escolhidas foram marcantes em sua época por um motivo ou por outro.
    Sou team Cole desde o passo doble to torcendo por ele e Eliana!
    Essa semana teve all-stars, muita gente amada apareceu e o episódio foi excelente. Muito ansiosa por essa review!!!

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe