The Mindy Project 1X01 (Preview): Pilot

terça-feira, setembro 04, 2012


Do alto de sua inteligência e personalidade marcante Mindy Kaling nos entrega o seu grande projeto, que pode não ser lá tão engraçado, mas é redondinho, fofo e dá gosto de ver.

Finalmente vazou o tão comentado voo solo de Mindy Kaling, e apesar de gostar muito da atriz e produtora, o pilot em nada me surpreendeu... O que nem sempre é necessariamente uma coisa ruim. Por acompanhar a carreira de Mindy, já possuo em mente essa ideia de que a moça não é muito engraçada, porém, como filha legítima de The Office, consegue criar em torno de si todo um clima que proporciona o que chamamos de "Awkward Humor" da série, que influênciou toda uma geração nas comédias televisivas.

O grande problema de The Mindy Project, consiste exatamente em tentar traduzir este tipo de humor, fazer dele uma coisinha fofa, mastigá-lo para um público mais preguiçoso. É nesse ponto que entra o "fator FOX", que acaba estragando todas as boas intenções de Kaling. Fica bem claro as intenções da emissora de colocá-la como co-headline de Zooey Deschanel nas noites de terça-feira, daí a maneira no tratamento da série, tentado transformá-la nessa coisa fofa, fazendo com que o público feminino se identifique, quando na realidade tudo seria muito mais interessante se fosse ironia e sarcasmo crú! Sem todas essas firulas da protagonista narrando sua história igual uma adolescente de doze anos, repetindo enfaticamente o episódio inteiro que ama comédias românticas, repetindo a piada e as situações mais de cinco vezes durante o episódio para fazer o público estúpido entender.


Devido a situação em que a FOX coloca o show, vai ser inevitável sua recorrente comparação com New Girl, que ali no raso pode parecer muito mais hilário que a série de Mindy, mas que possui um potencial exploratório muito limitado. Situação que de forma alguma é o caso de The Mindy Project, que se trabalhado com carinho e devido respeito (sem cagar o humor por causa de um público menos exigente), o show tem muito a se desenvolver e crescer. A intenção, sem dúvida é das melhores, mas não basta. A execução tem que estar a altura também. Não adianta tentar popularizar o humor de Mindy, que ele jamais será tão mainstream quanto o de Zooey, então a saída é investir em seu potencial e inteligência.

Indo mais adiante da análise do Piloto, é uma faca de dois gumes essa coisa de brincar com o clichê. Vimos que durante todo o episódio Mindy Kaling brinca com um tipo de clichê super batido nas comédias românticas dos anos noventa, porém o que ela não percebeu foi que acabou dando em si mesma uma grande rasteira e caindo no clichê romântico dos anos dois mil (aquele inaugurado por Bridget Jones), que não é nenhum pouco atual, e já foi substituído. The Mindy Project acaba em algumas vezes soando meio antigo, pois apesar de possuir um roteiro bom, tem um contexto e um plano de fundo que as vezes beira ao piegas.

No geral, como disse acima, a série tem um grande potencial, com coisas realmente inteligentes e  que me cheiram sucesso, como o par romântico principal dela com o Danny, as cretinices envolvendo imigrantes (A parte em que começa a tocar M.I.A. e remente à Slumdog Millionaire é realmente bem safada)... Enfim, The Mindy Project tem uns fatores estruturais bem legais e no fim das contas o que falta é investir mais neles e menos no que cativaria o público por ser fofo. A partir do fim do mês estaremos aqui cobrindo a série e acreditando sim, que ela tem tudo para crescer e se tornar uma das grandes estreias do ano.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe