The X Factor US 2x03/04: Auditions #3/Auditions #4

quinta-feira, setembro 27, 2012


Cadê o Simon que estava aqui?

Primeiro preciso dizer que estou AMANDO Britney Spears e Demi Lovato na bancada, me divirto cada vez mais com Britney e me impressiono muito com os comentários e ações de Demi (que tem aquela risada super espontânea e contagiante). Nesta semana também tivemos a participação de Louis Walsh, jurado do The X Factor UK, e que foi tão planta quanto costuma ser no seu respectivo país.

Digo que ainda tem o que melhorar porque a edição ainda peca. Muitas das cenas dos jurados no backstage ficaram extremamente artificiais e também tem aquele antigo vício de às vezes focar mais na história de uma pessoa do que em sua própria voz. Mas vamos deixar toda essa parte técnica e chata pra lá e falar das apresentações que é o que realmente importa.


O primeiro candidato de destaque foi Rizlloe Jones, que criou um rap ali na hora e colocou todo mundo pra cima. Personalidade péssima, mas mereceu sua vaga no Bootcamp. E quando falamos de personalidade não podemos esquecer de Cece Frey, que aproveitou seu tempinho antes da apresentação para acabar com a competição. Eu esperava que ela fosse bem ruim, e continuei com essa ideia até o fim da primeira música, mas Demi foi esperta, mandou a garota trocar de música e aí ela foi super bem. Cantou Christina Aguilera (reparem na cara da Britney de “que merda que isso vai ser” quando ela fala o que vai cantar), que não é nada fácil, e garantiu sua vaga no Bootcamp.


O primeiro (e único) grupo da segunda semana do The X Factor foi o Citizen. Não que eu não tenha gostado da apresentação, mas acho que faltou um pouco. A harmonia não ficou muito boa e alguns deles não vão bem como vozes solo, mas acho que eles mereceram uma segunda chance de mostrar seu talento.


E aí foi a vez de Diamond White. Talvez eu seja o único que vá dizer isso, mas não acho que a garota foi tão bem assim, ela teve alguns problemas de afinação e, claro, ela só tem 13 anos, mas logo que ela apareceu eu lembrei da Rachel Crow e não dá nem para comparar as duas. Com certeza a voz de Diamond ficará sensacional com um pouco de treino, mas ela não é alguém pronto para competir, mesmo tendo bastante potencial.


 Minha favorita do episódio foi mesmo Ally Brooke, ela tem a aparência, a voz e a atitude de quem faz muito sucesso e, com certeza, ela já tem toda a minha torcida, espero que a de vocês também, porque essa garota tem tudo pra chegar até o fim (não eu nem liguei pro surto no final da apresentação).


O segundo episódio começou com Willie Jones. Quando o vemos pela primeira vez temos quase certeza de que ele vai cantar rap ou R&B, mas aí ele abre a boca e começa a cantar nada mais nada menos que BABY LOCK THE DOOR AND TURN THE LIGHTS DOWN LOW (desculpa, não tem a mesma graça sem a letra) e deixa todo mundo de queixo caído. Quem vai negar que Willie tem tudo pra chegar longe no The X Factor?


A segunda apresentação de destaque foi a de  Julia Bullock. A garota vem de uma banda, na qual seu ex-namorado toca, e o garoto não pareceu gostar muito da história dela deixar seus companheiros porque ainda está apaixonado *insira sons fofos aqui*. Mas ela realmente é muito boa e acho que ela fez bem de deixar a banda, porque se não, não conheceríamos esse timbre super gostoso de escutar que ela tem.


A última apresentação foi a de Jeffrey Gutt, que me deixou inteiro arrepiado cantando Hallelujah. Caramba, que voz é aquela? Sou apaixonado por essas vozes bem roucas e isso misturado com o grande talento que ele tem deu em algo incrivelmente bom. E como Demi bem observou, até Deus gostou da apresentação.

Infelizmente não deu para falar de todo mundo, mas tivemos outras ótimas apresentações, como a de Panda e a de Jessica Espinoza. Com altos e baixos, ótimas apresentações e com alto nível de drama, a segunda semana foi mediana, o que espero, com todo meu coração, é que esses errinhos sejam corrigidos na próxima semana.

ps¹- Como não amar Britney fazendo caras de nojo, dizendo que adoraria que os homens da competição a acordassem (cantando) todas as manhãs e mostrando que, ao contrário do que todo mundo fala, ainda é bem afinada cantando o parabéns.


ps² - Posso me arrepender de falar isso depois, mas Simon fez falta na primeira parte. E o que foi ele parando na lanchonete pra comer antes das audições?


ps³ - Morri com Britney gritando por causa do trovão.

Talvez Você Curta

5 comentários

  1. Ai Rafa, atualizando todos os dias o Site esperando seu Review Haha.
    Eu estou adorando, muito pela forma da edição que esta sendo gostosa de assistir. E mais que tudo pelos jurados, acho que nunca tinha visto um programa que os jurados tem tanta quimica, da pra ver que eles se gostam e se inportam uns com os outros. Diferente de outro Reali (The Voice cof cof), que a maioria não se gosta, ou se suporta.

    ResponderExcluir
  2. A cara da Britney quando aconteceu o trovão foi impagável, ri muito, TODAS AS VEZES que eu voltava o player pra repetir a cena... e Demi, nunca imaginei que ela era tão fofa!!!!

    ResponderExcluir
  3. Aaaah! Como eu a CeCe é um saco! Voz pode até ser boa... Mas a personalidade é terrível! Desculpa, mas não dá.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe