White Collar 4x07/4x08: Compromising Positions/Ancient History

quarta-feira, setembro 12, 2012

A arte de ser um golpista.

Gostaria de me desculpar pela demora dessas reviews. A falta de tempo me impediu de escrever para o site. Acho que nunca tinha atrasado White Collar, nem sei como consegui ficar tanto tempo sem ver a White Collar Division investigando um crime.

Compromising Positions

Um episodio que começou focando no arco da temporada, mostrando um encontro bem tenso (e esperado) entre Neal e Sam. No primeiro encontro pouca coisa ficou clara, mas graças a inteligencia do melhor consultor-golpista do FBI foi possível eles se encontrarem de novo.

Pode-se dizer que o plot do episodio não teve importância significativa para a historia do pai de Caffrey, mas foi um bem executado roteiro que saiu do comum de uma serie que não tem medo de sair da zona de conforto.

Diferentemente da fórmula já conhecida, e aprovada, pelos fãs da serie, White Collar trilhou um caminho diferente em Compromising Positions. A equipe focou na parte jurídica da investigação criminal. Tendo que recolher todos os fatos possíveis para que um caso já resolvido tivesse um veredito com justiça. E a grande dificuldade de Peter e companhia foi a linda Shepard (Perrey Reeves - Entourage), uma fascinante mulher que conseguiu atrapalhar a investigação escondendo a prova de que o crime tinha sido cometido.

Claro que o plano para parar esta mulher foi muito bem executado, ainda mais com Neal e Mozzie penando para o documento que os ligava com Sam não chegasse nas mãos de Burke. E depois de um caso interessante e envolvente, o final ainda nos reservava duas surpresas quentes para a continuação da temporada. A Shepard conversou com Peter, alarmando-o sobre o perigo de cobrir a retaguarda de Neal, revelando que os roteiristas ainda não acreditam que o agente do FBI confie 100% em seu parceiro. Mas, por mais que a cena anterior tenha sido ótima, a última deixou quem assistiu ao episodio com uma pulga atrás da orelha. Sam e Neal irão trabalhar juntos, mas não se sabe ao certo como Peter conseguiu descobrir isto. Será que Neal contou, fazendo com que estivesse mentindo quando disse a Sam que o FBI não estaria envolvido? Parece que só saberemos nos próximos episódios.

Ancient History

Posso, com toda certeza, dizer que o oitavo episodio da quarta temporada de White Collar me surpreendeu no "Previosly on...". A Alex voltou! A queridinha das primeiras temporadas voltou para uma participação mais que especial.

Um plot semanal que foi muito bem interligado com o mistério do pai de Neal revelou que os federais continuam a todo vapor prendendo os mais variados criminosos. Um roubo em que Alex tinha se aliado a outra pessoa, nos rendeu um episodio bem dinâmico, com cenas bem inusitadas. Me atreveria a dizer que Alex e Neal formam um belo casal, mas realmente sou muito fã da química entre ele e a Sara.

Resultando em um golpe de mestre, Alex foge com todas as obras de arte que Neal a tinha ajudado a tirar do museu, confrontando-o para conversar sobre "eles" após tudo isto. Se for um final para a personagem, acredito que tenha sido perfeito. Mas se decidirem ressuscita-la (de novo) será bem difícil, tendo em vista que ela está sendo procurada pela equipe de Peter.

E toda esta suposta "despedida" foi bem orquestrada em paralelo com o arco da temporada. O DVD que Neal recebeu da Ellen, que causou um conflito estranho entre ele e Mozzie, se mostrou um verdadeiro fracasso para a investigação. Esperava algo bem mais incriminatório do que uma fita com defeito. Mas o bom disto é que mostra as dificuldades de incriminar pessoas de um nível tão importante, que é o que a serie está lidando no momento. 

E mesmo com tudo isto, foi um pouco lento o desenvolvimento da história, deixando algumas pessoas bem impacientes. Concordo que não foi um dos melhores episódios da serie, mas teve um plot muito bem elaborado.

Espero ansiosamente para o novo episódio (que saiu ontem, review a caminho!).

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe